Navegação de Posts

Os melhores – em números – da década

Rafael Nadal e Roger Federer

Com o fim de 2009, a ATP resolveu divulgar diversos números e estatísticas da década (2000 a 2009). É lógico que o nome mais citado foi o de Roger Federer. O suíço atingiu marcas incríveis e “de quebra” ganhou 15 Grand Slams, recorde histórico.

Neste período, o tênis teve sete líderes: Marat Safin, Gustavo Kuerten, Lleiton Hewitt, Juan Carlos Ferrero, Andy Roddick, Roger Federer e Rafael Nadal.

Mas também… Vários ídolos abandonaram as quadras, entre eles Sampras, Agassi, Guga, Safin, Rafter e Kafelnikov.

Agora falando em números, veja alguns dados interessantes que a ATP divulgou!

Maior número de vitórias em uma temporada

- Roger Federer: 92 (2006)
- Rafael Nadal: 82 (2008)
- Roger Federer: 81 (2005)
- Lleyton Hewitt: 80 (2001)

Maior número de títulos em uma temporada

- Roger Federer: 12 (2006)
- Roger Federer: 11 (2005)
- Rafael Nadal: 11 (2005)
- Roger Federer: 11 (2004)

Menor número de derrotas em uma temporada (TOP 10)

- Roger Federer: 4 (2005)

Jogo mais longo (melhor de cinco sets)

- 6 horas e 33 minutos – Fabrice Santoro d. Arnaud Clement 6/4 6/4 6/7(5) 3/6 16/14 (Roland Garros 2004)


Maior número de títulos no saibro

- Rafael Nadal: 25 (2004 – 2009)

Maior número de títulos na quadra dura


- Roger Federer: 39 (2002 – 2009)

Deu para ver que Federer dominou a década. Quem será o rei da próxima?

Publicidade
Publicidade
Publicidade

10 ideias sobre “Os melhores – em números – da década

  1. Nao entendo de tenis, mas para mim o melhor do mundo de todos os tempos e o Guga ;) Ele foi(continua sendo) o unico que me fez programar o despertador para tocar quando seu jogo estivesse para comecar.

  2. Acho que os numeros só confirmam o que o fereder foi e ainda é no tennis.
    não vi outros classicos das outras décadas, mas admiro o suiço.

    valeu

    abraços

  3. Para mim o Sampras foi o melhor, era quase perfeito, monstro. Federer é monstro em segundo, Borg,Rod laver, Lendl, Agassi, John Mcnroe, Connors também foram espetaculares ficariam empatados em terceiro e o restante vem pra acrescentar mais ainda na quarta posição ganhadores de Grand Slam.
    No feminino, Martina navratilova foi genio, Steffi Graf prá mim foi a melhor que vi jogar ganhando de todo mundo inclusive da Martina, Billie Jean foi fera, Monica Seles foi a segunda melhor, Cris Evert monstro, Maria Esther monstro das antigas, atualmente a melhor é a Justine Henin e as irmãs Williams que apesar de ganharem, acho que num tem um tenis legal principalmente a Serena a mais vencedora. Depois o restante tem as ganhadoras de Slams

  4. sou fã de carteirinha do federer e apaixonado por tenis, inclusive bato uma bolinha de vez em quando.
    mas para mim na sequência os melhores de todos tempos são:
    1-bjorn borg o mais fantastico de todos os tempos com um jogo de fundo quadro extraordinario.
    2-roger federer o magico em todos os sentidos.
    3-pit sampras o notavél com um maravilhoso jogo de fundo de quadra como saque e voleio.
    esta foi a minha escolha, mas é dificíl dizer que foi melhor, escolhi o borg porque foi quem eu vi jogar pela primeira vez.

    Itamar, não posso falar muito do Borg porque não vi ele jogar, mas pelos títulos e por tudo que fez pelo tênis, ele sempre estará entre os melhores.

    O Pete Sampras era fantástico. A precisão do saque dele e o voleio eram armas fatais.

    Já o Federer, nem se fala. Quanto talento, né?

    Você escolheu três jogadores que possuem uma frieza incrível.

    Um abraço! Feliz ano novo.

    Rafael

  5. E para bancar ainda mais o chato, “década”, a rigor, é um período de 10 dias. Um período de 10 anos chama-se “decênio”… Etimologias à parte, Federer foi o melhor dos anos “zero” e não tem discussão. Difícil comparar, mas Agassi, Sampras, Borg, Lendl, Connors, McEnroe, Ashe e tantos outros, também foram fantásticos em suas épocas. Mas o tênis ficaria muito melhor se eliminasse o tal do “duplo serviço”. Queria ver o sujeito disparar o único saque a 220 Km/h, sabendo que não terá uma segunda chance…

  6. O Federer aparece diversas vezes nos rankings – superando até mesmo seus próprios recordes. Só isso já aponta quem é, verdadeiramente, o melhor tenista dos últimos tempos!

    Belo post

    Beijos

  7. Fernando, boa noite!

    Somente um esclarecimento. A atual década inicou-se em 2001 e acabará em 2010!
    Como nunca houve ano “0″, a primeira década foi do ano 1 ao 10, e assim por diante. A ATP näo deveria cometer um erro como esse.

    Um abraço!

    Olá Giavito, tudo certo?

    A ATP fez a contagem dos últimos 10 anos e não da década “histórica”. Tomara que eles conheçam um pouco de história hehehe.

    Abraço.

    Rafael

  8. Boa noite Fernando!

    Na sua opinião, como seria a performance do Ivan Lendl hoje?

    Acho que Federer joga muito, tem um estilo clássico/moderno (humilde opinião) mas o Lendl era muito preciso.

    Abç

    Olá Alexander!

    O Fernando me cedeu um espaço do blog para eu escrever sobre tênis. Então, vou tentar responder sua pergunta.

    Pelo que vi o Lendl jogar (em programas de TV e Youtube), acho que ele daria muito trabalho para todos. O backhand dele era incrível. Sou fã de quem bate com uma mão. Ele teria que ter um pouco mais de agilidade, mas isso é do estilo atual. Muitos acham que o Federer não corre tanto, mas a “resposta” dele é demais. Se todos forem comparar a velocidade do Nadal e Djoko, o resto vai ser “lerdo” mesmo.

    O números do Lendl são absurdos. Ele só não superou o “fantasma” de Wimbledon – duas derrotas seguidas.

    Um abraço.

    Rafael

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

 caracteres no máximo

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>