Navegação de Posts

Tostão e a indenização aos campeões mundiais

campeoes-mundiaisNa semana passada, publiquei aqui a coluna do Tostão criticando a indenização aos campeões mundiais de futebol. Marcelo Neves, Presidente da Associação dos Campeões Mundiais de Futebol do Brasil, filho do goleiro Gylmar, contestou as afirmações do Tostão e trouxe informações importantes e esclarecedoras.

Na realidade, os campeões mundiais estão pleiteando o reconhecimento da profissão e consequentemente as verbas indenizatórias e a aposentadoria, direito de todo trabalhador.

Segue e-mail:

Caro Fernando.

Gostaria de agradecer a oportunidade que você me deu, de falar a respeito da coluna do campeão Tostão, publicada em seu blog.

Não vou me prolongar muito, como ele fez pois acho que o país está cansado de hipocrisias e as verdades devem ser ditas. Estamos lutando há anos para que os campeões de 58, 62 e 70 tenham uma aposentadoria como qualquer outro trabalhador brasileiro, já que naquela época a aposentadoria para jogador de futebol não era regulamentada.

Isto posto, chegou-se a conclusão que era realmente um erro a ser reparado, inclusive com indenização , já que grande parte deles estão beirando os 80 anos e infelizmente terão pouco tempo de aproveitar este benefício tão justo para todos os brasileiros.

Chegou-se , então ao valor indenizatório de R$ 100.000,00 (e não os R$ 400.000,00 colocados pelo Tostão) mais o teto máximo da previdência que deve ficar em torno de R$ 3.500,00 por mês. Pouca gente sabe, mas vários prefeitos, governadores e até presidentes tem aposentadorias especiais por terem sido perseguidos ou mesmo exilados, assim como os pracinhas por terem participado de guerras.

Nada mais justo que esses heróis que trouxeram 3 títulos mundiais sejam hoje reconhecidos em seu país com a justa aposentadoria que todo trabalhador possui.

Deixo claro também que caso o campeão Tostão não queira receber o benefício, pode encaminhar oficio aos Ministérios do Esporte e Previdência além é claro ao gabinete da Presidência da Republica, mas sem prejudicar seus colegas de trabalho que tanto necessitam deste reconhecimento.

marcelo-neves



QUANDO ENTRAR NO BLOG PELO UOL, CLIQUE NA “FOTO”.

PELO “NOME” OU “MANCHETE”, O POST NEM SEMPRE ESTÁ ATUALIZADO.


Publicidade
Publicidade
Publicidade

111 ideias sobre “Tostão e a indenização aos campeões mundiais

  1. Qualquer atleta profissional que teve a profissão reconhecida e que tenha atuado por 15 anos anteriormente a 1995, estando com 65 anos de idade pode pleitear uma aposentadoria com base no tempo de serviço, pois, não exigia tempo de contribuição.

  2. Lula armou o circo e saiu fora deixando nós como palhaços para pagar mais uma safadeza dele… e ai aposentados que elegeram seu deus que nda fez por vcs?gostaram dessa?todo povo tem o”politico” que merece.vcs votaram agora aguentam,quem trabalha 35 anos recebem 545 reis È isso mesmo REIS que não da para comprar quase nada e uns atletas que não fizeram mais que suas obrigações receberem uma grana dessas…Tostão eu sou ATLETICANO,mas sou seu fã

  3. O chiquinin vc esta com medo de dizer seu nome? ai vem com pseudonimo para criticar um dos mais talentosos jogadores que o mundo ja viu?Vc não deve conhecer nada de futebol para fazer um comentario ridiculo desses.Quanto a ter um filme qualquer um pode ter se ate o barbudo ex (graças a Deus)ex presidente ja teve e que “sucesso”‘ fez o filme, como era mesmo o nome do filme.?Esta coisa chamada brasil me enoja é isso mesmo brasil com letras minusculas quanto as cabeças de quem quer classificar de herois alguns homens que brincando com bolas e ainda recebendo para isso,,,Herois são os BOMBEIROS que salvam vidas os vedadeiros policiais que lutam com marginais, os medicos de verdade que ganham uma miseria,os professores que são obrigados a educar os filhos dos outros quando na verdade a educação tem que ser dada por nós pais,estes sim merecem o titulo de herois e ate medalhas…Mas dizer o que diante de tanta vergonha que vemos como esta do aumento de 250% aos funcionarios publicos…

  4. Duas respostas quero dar sobre esta verdadeira vergonha que se disem herois aos que foram campeões mundiais,ora estes atletas ja foram mais do que retribuidos pelo que fizeram se estão em dificuldade financeira não é problema nosso.Ja pagamos muito alto a incompetencia dos corruptos politicos que só pensam neles ainda querem arrumar mais um geitinho de levar mais algum.como diz o jornalista,isto é uma vergonha,safadeza mesmo,que pais é este, esta piscina esta cheia de ratos como dizia os poetas.Ao sr Carlos Alberto Torres,se o sr fosse mais competente não estaria pleitiando esta aposentadoria, o sr é incompetente,arrogante,deve ser por isso que esta desempregado ou não esta trabalhando em uma equipe de ponta e ainda quer criticar os que são contra esta pilantrgem,quantos meses o osr trabalhou com carteira assinada pegando serviço as sete h e largando as desoito? quantas vezes o sr pegou 4 onibus lotados para ir para o trabalho e voltar pra casa?VA TRABALHAR CAPITÂO…Parabens tostão.

  5. PARABÉNS DR. TOSTÃO!

    É POR ISTO QUE O VALOR DA APOSENTADORIA NO BRASIL É UMA PORCARIA, PORQUE POLÍTICOS POPULISTAS COMO ESTE QUE ESTA AÍ, PASSAM A MÃO NO CAIXA DA PREVIDÊNCIA E DEIXAM DESVALORIZAR AS APOSENTADORIAS AO MÁXIMO, COMO SER VELHO É COISA PARA SER DESCARTADA.
    TAMBÉM TEM HUM TAL DE MÃO SANTA(SENADOR) QUE ESTA PROPONDO OUTRA ABERRAÇÃO DE APOSENTADORIA SEM QUE SE TENHA CONTRIBUÍDO PARA O CAIXA DA PRESIDÊNCIA.
    É POR ISTO TAMBÉM, QUE AO LONGO DOS ÚLTIMOS 50 ANOS ENTRARAM MAIS DE 6 MILHÕES DE NOVOS APOSENTADOS, SEM TEREM CONTRIBUÍDO COM NENHUM “TOSTÃO” (DESCULPEM O TROCADILHO) PARA OS COFRES DA PRESIDÊNCIA E, AÍ O CALCULO ATUARIAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL VAI PARA O BREJO, TAIS COMO: AGRICULTORES, DONAS DE CASA, ETC.. QUE MESMO QUE TENHAM DIREITO A ESTE BENEFICIO, DEVERIA O GOVERNO, DOTAR A PREVIDÊNCIA COM RECURSOS EXTRAS PARA O CAIXA DESTA.
    SEM ISTO, É USAR O DINHEIRO DA PREVIDÊNCIA SEM CRITÉRIO INTEGRO. ALIAS, ISTO ESTA BEM DEFINIDO PELO JUDICIÁRIO QUE MANDOU O MALUF DEVOLVER AOS COFRES PÚBLICOS O DINHEIRO, POIS ISTO É ROUBO, ALIAS BEM COLOCADO PELO DR. TOSTÃO SOBRE OS FUSCAS DO MALUF.
    PARA SE TER UMA IDÉIA, APÓS 35 ANOS DE TRABALHO E TER CONTRIBUIDO AO INSSS DURANTEO MEU PERÍODO INICIAL DE 16 ANOS COM O PISO MAXIMO DE 20 SALÁRIOS MINIMOS, QUANDO ME APOSENTEI, COMECEI A RECEBER 9,3 SALÁRIOS MÍNIMOS E HOJE RECEBO O EQUIVALENTE A 4,2. ISTO EM 13 ANOS. ENTÃO, DAQUI A MAIS 13 ANOS, VOU TER QUE PEDIR ESMOLA.
    QUEM SABE EU NÃO TENHA QUE ENTRAR NA JUSTIÇA PARA TER O MESMO DIREITO DESTES “CAMPEÕES”. POIS EU CONTRIBUÍ E MUITO PARA TER O MEU DIREITO.
    ISTO É UMA VERGONHA, PARAFRASEANDO BORIS CASSÓI.
    TODOS NÓS NO BRASIL SOMOS CÚMPLICES DESTA VERGONHA, SE NÃO DENUNCIAR.

    AINDA BEM QUE TEMOS MUITOS MILHARES IGUAIS AO DR. TOSTÃO

    MARIO VERAN

  6. Salve salve-se quem puder.
    Onde se mede que profissão vale mais que outra?
    Qual esforço vale mais em uma sociedade?
    Por que o futebol tem tanta importância para nós brasileiros, mas os FUNCIONÁRIOS que estão em campo não fazem o mesmo?
    Seremos uma nação quando virmos um lixeiro, não como a carga em que ele trabalha, mas sim como sua real importância social.
    Como cidadãos fazemos o jogo errado. Estamos sempre lutando entre nós mesmos ao invés de distituir o poder daqueles que não merecem dirigir essa nação.
    Somos comandados por criaturas que tem grande paixão pelo futebol, mas que não “veste a camisa” da nação que representam.
    Com tudo isso, não estou querendo dizer que o Tostão e todos os jogadores de copas passadas (e muitos já se foram), não mereçam reconhecimento financeiro por seus esforços, mas aceitar tais valores faz parecer que estamos na Disney… em um universo fantástico. Num País sem miséria, desemprego, injustiças sociais…
    Quem de nós aqui, respondendo neste blog, não acredita que seus esforços diários mereçam também o reconhecimento financeiro?
    O problema é que tudo neste País só tem reconhecimento e valor, se tiver visibilidade… se for divulgado…
    Preparem-se tripulantes, pois pelo prisma que se coloca este debate, não falta muito para que ex Big Brothers também tenham tais benefícios.
    E não estou falando isso em tom irônico, mas sim com medo!

  7. quem quiser pode sim ñ compartilhar da opinião de tostão,apesar de pelo que estou vendo muitos estão do lado dele assim como eu,mas chamar tostão de jogador mediano……rsrsrsr deve ser um fã de peteca kkkkkkk

  8. Taí, um belo exemplo a ser seguido por todos, especialmente pelos políticos desse País… sinceramente, eu aconselho o Tostão a aceitar, porque eu acredito que vai haver aqueles que vão aceitar, talvez até por necessidade financeira. Então, se vale a minha opinião, acho que o Tostão deve aceitar e ele mesmo dar o destino informado ao referido dinheiro. É que, do jeito com está a política, se ele não aceitar, acredito que a sua parte será destinada aos políticos corruptos… Assim, eu repiso, acho que ele deve receber e, depois, dar o destino que aconselhou ao poder público… Os políticos não vão deixar dinheiro à espera de outros.
    Por outro lado, há a questão do direito trabalhista, que deve valer também para os jogodores de futebol, afinal é uma profissão como outras, embora de menor duração, porém que se inicia também mais cedo.
    Entretanto, não vejo como hipocrisia ou falsidade as palavras proferidas pelo Tostão. Se é a forma como ele pensa e, sendo ele uma pessoa pública, acho que ele tem todo o direito de se manifestar também publicamente.
    Eu só afirmo que não só ele deve aceitar, como, se for o caso, até mesmo pedir, pois, se a opinião é verdadeira, então que ele destine a verba nos termos do seu próprio conselho…

  9. Isto é uma aberração! Mais uma de tantas neste país! Os jogadores sempre foram muito bem pagos, se estão passando dificuldades é porque não souberam administrar seu dinheiro. Se contribuiram com a previdência, nada mais justo. Se não contribuíram é papel da CBF indenizar…
    Herois são os trabalhadores que sustentam este país com uma carga tributária absurda,recebendo o que nem dá para a alimentação, a saúde é um caus, ensino nem se fala…Temos que contribuir 35 anos, e ainda tem o fator previdenciário… cadê nossos direitos? Só faltava ser aprovado e nós trabalhadores pagarmos mais este absurdo! Quem trabalha de verdade e sustenta este país só tem deveres e obrigações. Isso não pode ser aprovado!!!

  10. DALVA MARIA DE O.VADESILHO
    25/05/2010.

    Segundo Colunistas Sociais da época, 1970 existia
    aqui no Rio de Janeiro, uma Boate chamada REGINE no Hotel
    Meridien-Avenida Atlantica, no bairro do Leme – Copacabana –
    onde a fina flor da sociedade se reunia e muitos jogadores da
    Copa de 1970 lá se juntavam na maior farra. É só pesquisar.
    Se esse Projeto de Lei for aprovada, dando aos Campeões
    do Mundo de -58, 62 e 70 os tais premios, vai abrir um prece-
    dente para os demais medalhistas entrarem com uma ação
    para também ganhar os mesmos premios.

  11. DALVA MARIA DE O.VADESILHO
    25/05/2010.
    Viva Tostão voce é uma pessoa brilhante e Gerreiro.
    Eu sou aposentada trabalhei 33 anos, paguei sôbre 8 salários de referência
    fui aposentada com 3 salários mínimos em 1993. Recorri e não ganhei hoje
    estou ganhando quase um salário mínimo. E aí vem o Sr. Presidente Luiz
    Inácio Lula da Silva dar uma pensão vitalícia de R$3.416,54 aos campeões
    da Copa do Mundo 58,62 e 70. Não guardaram por que não quiseram pois
    dinheiro ganharam. Eu quero a merreca do aumento de 7,71%. O Ministros da
    Fazenda e da Previdencia Social, estão dizendo para o Presidente Lula não
    assinar os 1,58% para completar os 7,72%- os 6,14% já foi sancionado.
    Não sou contra que seja dado as tais BENESIS aos jogadores mas que tirem
    da milionária CBF ou criem uma taxa em cima dos Bilionários jogadores que
    jogam aqui no Brasil,e que jogam no exterior.
    É O COMENTÁRIO DE UMA BRASILEIRA SEM ESPERANÇA!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. O Senhor Presidente Lula critica o fim do fator previdenciário. Então apóia os sucessivos instrumentos para defasar os benefícios. Até seus líderes no governo estão bravos com a aprovação. Apenas para lembrar, no 50º aniversário da copa 58 se fez uma comemoração e, de quebra, se propôs um projeto vergonhoso de indenizar e conceder aposentadoria pelo teto aos heróis daquela copa. A justificativa é que temos de produzir heróis efetivamente. Acho que não, os heróis de verdade são aqueles que têm seus benefícios defasados, principalmente aqueles que contribuíram pelo teto. Como é minoria, é fácil a forma covarde dos burocratas da previdência ignorá-los. Também o trabalhador da ativa que sustenta este País com os empregos gerados pelos empresários e o capital investido. É a apoteose da injustiça e a premiação de absurdos previdenciários e atuariais ao querer conceder a esses heróis um benefício indevido. Se aceitarem, serão heróis mendigando ou usufruindo de valores não devidos. Quando escolhemos nossa profissão temos uma expectativa de sucesso profissional, pessoal e benefícios no futuro. Para tanto nos preparamos e até contribuímos para a Previdência Social. Hoje, nos decepcionamos com a contrapartida do Governo em pagar benefícios aquém do acordado na lei e norma previdenciária. O aposentado recebe um benefício defasado e continua a trabalhar como a maioria dos brasileiros o faz. Se pensarmos bem, temos heróis anônimos que sofrem para pegar o ônibus ou trem lotados para chegar ao trabalho digno. Isso com baixos salários sem precisar da “ajuda” ou bolsa do Governo. Vão à luta. Nem se fala daqueles que morreram em acidentes de trabalho despencando de andaimes sem qualquer reconhecimento político e social. Problemas sociais e injustiças existem em todos os lugares e não apenas no futebol. Sugiro aos atuais craques que deixem de fazer coreografia ou comemorações infantis ou esconder o rosto na gola da camisa quando perdem um pênalti. Em vez disso, participem da iniciativa e discutem propor melhor idéia para apoiar os heróis campeões mundiais. Afinal são colegas de profissão. É preciso respeito para a situação e condição econômica e social dos verdadeiros heróis brasileiros: a mulher, o operário, o universitário, o médico, o professor, a doméstica, o aposentado que trabalha para completar o orçamento doméstico e todas as demais profissões honradas por pessoas dignas. Reconheço que temos heróis campeões mundiais que até hoje colaboram para a tradição e competitividade do futebol brasileiro, como o Sr. Zagallo e outros que são diretores de escolinhas de futebol. Não estão aposentados e, a meu ver, prestam grande serviço ao nosso futebol. Acho que o Governo deve ficar fora disso e “passar a bola” para a omissa CBF estudar o apoio financeiro, previdenciário e indenizatório na esfera da CBF. O que ofende é a indenização incluída no projeto; indenização do quê? Por terem os heróis escolhido a profissão de futebolista alegando amadorismo ou falta de gestão administrativa? Parece que não, porque a comissão técnica é reconhecida até hoje como a primeira formada por competentes profissionais. Isso foi de fato. Outro motivo é que anos antes foi construído o maior estádio do mundo, o Maracanã, para sediar a copa de 50. Também porque a mídia da época divulgou muito a conquista, inclusive explorando a imagem do futebolista Garrincha, aliás, o mais enganado futebolista mundial, e da “certinha do Lalau”, a artista Angelita Martinez interprete da marchinha “Mané Garrincha” e que fez muito sucesso na época, muitos distorcendo a letra para dar um toque de duplo sentido. Muito engraçado! O sucesso da conquista foi extraordinário e fizeram uma alusão ao ritmo brasileiro, chamando os integrantes da seleção de jogador-bossa nova, como era chamado o presidente da república o Sr. Juscelino Kubitschek de Oliveira. Então o futebol não era tão amador como dizem. Declarações infelizes e desrespeitosas de jogadores como as do craque Didi ao dizer que sentia vontade de rir quando Garrincha deixava os adversários “caídos de bunda no chão” com suas espetaculares jogadas. Também houveram propostas milionárias para atletas brasileiros trabalharem na Europa em grandes clubes. Não inventem outra conta para nós. Não dão benefícios ferindo preceitos de nossa constituição; todos nós temos direitos iguais. Só para lembrar, muitos meninos sonham serem futebolistas, porém poucos com talento e oportunidade conseguem o objetivo. Voltando ainda no tempo, nossos heróis campeões mundiais foram devidamente remunerados, premiados e levaram muitos tapinhas nas costas de políticos e desfilaram em carro de bombeiro para serem vistos e homenageados com carinho pelo povão e com direito a tietes e tudo mais. Os heróis precisam de reconhecimento e dignidade, não de apoio financeiro duvidoso à custa do contribuinte. Patrimônio e situação financeira depende de cada um de nós, de nossas virtudes, atitudes e decisões próprias. Convido a todos verificarem na Internet artigos e filmes sobre a Copa de 58 na Suécia e checar as informações. Não sei se é verídico, mas diziam que muitos futebolistas tinham cargos públicos conseguidos pela “generosidade” de cartolas para poder contribuir para a Previdência Social da época. Então acumulavam dois empregos. No Brasil, o País do Futebol, alguns heróis mundiais dizem que Copa de Mundo “é uma guerra”. Obviamente é um exagero. Guerra é assunto sério e grave. Não se brinca com isso. O Dr. Viktor E. Frankl desenvolveu sua teoria e terapia para assistir seus pacientes com a experiência vivenciada nos campos de extermínio durante a segunda guerra mundial, conforme relatado em seu livro “Em busca de Sentido”. Nossa grande médica pediatra e sanitarista Dra. Zilda Arns morreu no estrangeiro vítima de um terremoto quando fazia trabalho humanitário assistindo crianças em situação de risco. Isso foi de fato uma guerra com consequências tristes para a humanidade. Não um torneio de futebol mata-mata, hoje mais parecido com um campeonato europeu de luxo com meia dúzia de gatos pingados convidados e disputado em outra região, desta vez na África do Sul, com torcedores fanáticos rezando e sofrendo fantasiados de bandeira com a cor de cada nação. Isso é uma ofensa. Será que alguém tem os pais (esses sim heróis de verdade; tem um livro muito bom a respeito do escritor Roberto Shinyashiki) que trabalharam e nos educaram com este privilégio de indenização e aposentadoria especial? Se tiverem me avise; Gostaria de ver esta notícia e comemorar muito tremulando a bandeira brasileira. Isso sim seria justiça e reconhecimento.

  13. Pessoal, não quero ser o dono da verdade, mais posso afirmar que esses todos jogadores ganharam tanto dinheiro que se soubessem aplicá-los um mínimo possivel hoje teriam fortunas, mas só souberam aplicar seus ricos dinheirinhos em FARRAS, BEBEDEIRAS, ETC…, portanto, se quiserem comer vão trabalhar ou buscar na CBF seu dinheiro, pois esses ganham muito e aplicam fora do BRasil, com certeza.

    E o tostão tem razão sim, heróis foram nossos pais que nos criaram e deram educação suficiente para não precisarmos do governo.

  14. Totalmente descabida esta idéia de usar dinheiro público para rechear ex-campeôes mundiais. Ora, várias pessoas já fizeram muito por este país e não receberam nada em troca. Os ex campeões foram premiados e recompensados nas epocas e se não souberam aplicar o dinheiro destas premiações e ganhos como jogadores, isto é problema deles e de suas famílias, que não souberam administrar suas vidas financeiras. Fico na torcida, para que esta ideia palhaça não vá em frente.

  15. Isso é ilegal.
    Se o presidente Lula aprovar essa imoralidade, a lei deverá obrigá-lo a ressarcir os cofres da nação e do INSS com o dinheiro do seu próprio bolso, como fez com o ex-prefeito Paulo Malf no caso das doações dos fuscas aos campeões de 70.
    Outra coisa, o que vão sentir, ao receber os 100 mil mais aposentadoria de 3,5 mil os heróis Pelé, Jairzinho, Gerson, Rivelino, Carlos Alberto da Globo…e depois Ronaldo Fenômeno, Roberto Carlos, Cafu, Romário, Dunga e outros coitados que não têm onde cair mortos?
    E os que que contribuiram por 30, 35 , 40 anos com o INSS e têm aposentadoria de um salário mínimo, bem longe do 3,5 mil ? Bateriam palmas?
    Obs.: Na época os jogadores viviam privilégios: viagens pelo mundo em aviões confortáveis, ficavam em hotéis luxuosos e ganhavam muito bem. Se quisessem poderiam pagar Previdência.
    Concluindo, por acaso algum trabalhador autônimo que não recolhe pagamento do INSS vai poder se aposentar pelo INSS, algum dia?
    Repito, se o Lula aprovar esse projeto, uma ação popular, o ministério público poderá obrigá-lo a devolver o que for pago.

  16. Prezados,
    Acho um absurdo indenizar uma pessoa por jogar futebol!!!
    E pagar-lhes o teto nacional.
    Quantos brasileiros estão trabalhando com condições precarias de saude para ter o tempo minimo de contribuição e poder receber seu salario minimo como aposentadoria? Enquanto um politico exerce dois mandatos e recebe aposentadoria acumulativa?
    Se estou errado por favor me corrija, mas onde estamos que aqules a quem elegemos não deveriam ser exemplos a seguirmos? E a lei não deveria ser a mesma para todos, já que vivemos em COMUNidade?
    Se contribuiram é só fazer o calculo do inss e pagar o que lhes é de direito.
    Mas caso contrario… Ninguem os obrigou a gastar todo o dinheiro ganho na época sem fazer um investimento para o futuro…
    Quantos deles foram no antigo INPS para solicitar um carnê e pagar mensalmente como fez minha avó, que era faxineira e hoje ganha um salario minimo do governo? Ela tambem não tinha profissão regulamentada…

  17. Todos nós trabalhadores, com mais de 30 anos de profissão, vimos as mudanças da Previdencia: tipos de contribuintes (individual, facultativo, etc…), a Previdencia Complementar e não tivemos direito a retroação em nenhuma delas. Em compensação em 1998/99 quando criaram o fator previdenciário, aumentaram a idade para aposentar e extinguiram a aposentadoria por tempo de contribuição ao INSS (eu disse contribuição e não de serviços prestados) todos nós fomos enquadrados e em grande numero também saimos perdendo e duplamente, pois não tivemos a aposentadoria em 100% (os 10 salarios minimos ora pleiteados) e não temos o mesmo reajuste dos que recebem até 1 salario minimo embora pagamos para isso e com o reajustado (o salario contribuição) sob a alegação de justiça social. Faz mais de um ano que circula no Congresso o projeto para eliminar tal fator e a alegação é sempre a mesma: falta dinheiro para tanto. Optar por jogar futebol foi escolha deles e eles sabiam das “regras do jogo”, contribuiram para o INSS ? Se sim se aposentem se Não sinto muito mas não se enquadra, a Lei deveria ser para todos. Será que vai?

  18. Outra coisa: fez muito bem o Sr Tostão. Através desta atitude drástica, de extrema coerencia moral e corajosa, fez excelente uso de sua fama para chamar a atenção para essa vergonha!

  19. Absurdo! Mais uma tentativa de tornar razoável a lógica do “tire vantagem vc tb”: se os polítcos conseguem nos roubar tente pegar essa boquinha tb… Nós é que pagamos os impostos, o “governo” não tem dinheiro, o dinheiro é nosso e nós o netregamos para se “bem” adminsitrado. Se não havia aposentadoria na época é uma pena e é muito louvável agora exista, mas essa idéia de se fic ar pagando pelo preço do passado é absurda. Até quando? Já temos as cotas para pagar pelo preço da escravidão, as indenizações a aposentadorias absurdas para pagar pela repressão – estamos nos tornando um país de “culpados” debaixo desse governo que divide todos entre burgueses x explorados, fica fácil colocar sempre a culpa nos outros e assim engabelar toda a população. É insuportável mais esse saque às nossas reservas.

  20. Caro Marcelo,

    Acredito ser mais nobre e coerente lutar pelos direitos de todos os jogadores e não somente por uma pequena parcela deste universo. Quantos jogadores maravilhosos o Brasil tinha e tem e quantos não eram tão maravilhosos mas exerceram a sua profissão com dignidade, respeito e afinco ? Será que todos não merecem esta indenização ? Será que todos não merecem uma aposentadoria ?
    O trabalhador que não chegou a ser presidente da empresa não merece os mesmos direitos ?
    Caso queira responder, coisa que acho pouco provável, meu email é edupeixoto35@hotmail.com

    Abs,

    Eduardo

  21. Acho um absurdo o contribuinte ter de pagar mais esta conta do governo populista do Sr. Lula. Quantos pais de familia trabalham um vida inteira para conseguir se aposentar com um salário miserável ? Quantos heróis anônimos lutam de sol a sol para conseguir sustentar suas famílias nesse país injusto ? Agora vamos ter que bancar ex-jogadores porque foram viajar o mundo se divertindo em partidas futebol. Se a eles não foi dado o direito de se aposentar que a conta caia sobre seus antigos empregadores e sobre a CBF. VERGONHA !!!!

  22. Se os jogadores de 58, 62 e 70 se acham heróis – e querem um troco por isso! – por terem ganhado as respectivas copas, o que dizer daqueles que jogaram uma copa e NÂO ganharam nada. Os jogadores da seleção de 50 terão de pagar uma indenização? Tudo nesse país vira piada, e o leitor José lembrou bem: algusn ‘issspertos’ recorreram à justiça dizendo-se perseguidos pela ditadura. Carlos Heitor Cony que o diga. Levou uma baba, e nunca passou de ghost-writer do dono da Manchete, Adolfo Bloch.

  23. Parabéns …
    Os comentários estão interessantes ; bem sensatos …
    Que tal uma reflexão sobre as aposentadorias e as indenizações dos Srs. Ziraldo e Carlos Heitor Cony ?
    Veja o que se publicou sobre o Cony :

    ” Mas esse é Cony, que recebeu uma das maiores indenizações pagas no país como “perseguido” do Regime Militar: R$ 1,5 milhão e pensão mensal de R$ 19 mil. Sim, alegou que perdeu o emprego no Correio da Manhã e que isso teria prejudicado a sua carreira… É mesmo? Será que ele passaria a ser sócio do jornal — que, de resto, fechou? Cony se transformou no braço direito de Adolfo Bloch na Manchete, ganhando um dinheirão. Nota: Bloch era alinhado com os militares. Não só isso. O Correio da Manhã publicou um editorial em defesa do movimento que depôs João Goulart. Um de seus redatores foi justamente Carlos Heitor Cony — que foi, sim, inicialmente, simpático à ação dos militares “. ( Reinaldo Azevedo } …

    E agora José ? ? ?

  24. olá amigo fernando sampaio , como não tenho seu email resolvi deixar um comentario juntamente com um pedido no seu blog sobre essa exelente materia sobre um dos meus ídolos ,
    meu caro mantenho um blog na cidade de são josé dos campos , exclusivo do cruzeiro esporte clube
    http://blogzirleipereira.blogspot.com/ e gostaría muito de republicar seu tópico se me permitisse gostaria muito de receber um email seu autorizando -me a republicar seu texto. desde já meu muito obrigado

    Ok Zirlei,
    abs,
    FS

  25. E os jogadores que jogaram 1966 e que não fizeram parte das seleções de 1962 e 1970? Não foram campeões e não merecem nada? Se for uma questão de aposentadria, tudo bem mas parece que isso foi colocado como uma premiação tardia pelso títulos. Aí está errado.

  26. Olá Fernando,

    Fiz questão de ler todos os comentários depois de ler o que o Tostão e o Marcelo escreveram, e assim como você abriu espaço para opiniões opostas, queria lembrar uma coisa que parece ter sido negligenciada quando se fala nesse assunto: A maior parte da imensa dívida dos clubes de futebol não é exatamente com a previdência? Em nome da paixão da pátria de chuteiras não são criados diversos “planos mirabolantes de financiamento” ou mesmo loterias especialmente para livrar a cara de dirigentes irresponsáveis, para não dizer criminosos? E, finalmente, a CBF não é quem mais lucrou com esses profissionais do esporte e, portanto teria a obrigação de amparar não só os campeões, mas toda categoria. Acho que nesse caso, é muito falha a postura do sindicato de atletas profissionais de futebol, talvez por questões políticas, já que é por onde tudo se entorta nesse país.
    Em tempo: exatamente por considerar absurda a aposentadoria e indenizações para políticos, faço9 campanha abertamente pelo voto nulo para senador nessas eleições, esperando mesmo que utopicamente o fim de uma das metades da melancia do desperdício no planalto central.
    Grande abraço.

  27. Fernando, continuo concordando com a opinião do Tostão. Heróis são os trabalhadores que acordam às 5 da manhã, passam horas no trânsito estressante de S. Paulo e trabalham duro. E ganham 1 ou 2 salários mínimos. Chega de mamata. E que estória é essa de usar prefeitos e outras autoridades como exemplo a ser seguido? Valha-me Deus. Serve o Arruda do Panetone? Francamente, esse filho do grande Gilmar é uma lástima.

  28. Pergunto e nos que trabalhamos 35 anos e recebemos uma aposentadoria que nao nos da direito de pararmos de trabalhar e com isto acabamos nos sendo forcados a continuar trabalhando e nao damos lugar aos novos profissionais que tanto necessitam de um emprego.

  29. Sempre se faz festa com o dinheiro do povo. Se contribuiram com Previdencia Social acho justo que, dentro dos valores que o teto para a contribuição permite, recebam. Porém, não acredito em Herói do Futebol, acredito em trabalho, em honestidade, claro que muitos devem passar por necessidades mas tambem tive pai que contribuíu durante todos os anos da vida dele e morreu sem atendimento do SUS ou qualquer aposentadoria.

    Acho que devíamos começar a ser sérios, partindo de nós, que elegemos, que votamos, que assistimos, que pagamos, que trabalhamos e que REALMENTE contribuimos. Chega de festa gente, a grande maioria nao tem cultura ou esclarecimento mas e nós que temos ? Não vamos fazer nada ? Sempre reclamar, assistir o uso indevido do nosso dinheiro ? Jogador de futebol, assim como qualquer outro trabalhador, tem sim seus direitos e até mesmo pode pleitear na justiça isso, mas vamos com calma…dizer que merecem por serem heróis ?

    Existe algo muito errado com nossa nação e não precisa ser inteligente para saber que o erro do Brasil SOMOS NÓS MESMOS

    Parabéns pelo blog e por mostrar os dois lados da história !!

    Valeu Ricardo,
    Obrigado pelo parabéns.
    A ideia era mesmo ouvir os dois lados.
    abs,
    FS

  30. Aposentadoria para todos pela Previdencia social e indenização pela riquissima CBF, afinal eles prestam serviços a esta entidade que é privada, lucra muito com os seus potentes patrocinadores.

  31. Se existia um erro em relação a JOGADORES DE FUTEBOL, pelo fato de que APOSENTADORIA PARA JOGADORES DE FUTEBOL não era regulamentada, e se é para se reparar o erro, acho que deve-se a todo JOGADOR DE FUTEBOL da época, e não a alguns previlegiados, no caso os campeões de 58, 62 e 70. Agradecemos a eles sim pelas conquistas, mas dai a heróis, privilegiados, ai não, ai me parece mais um golpe de oportunistas pra arrancar dinheiro da viuva. Não li a coluna do tostão, mas se ele criticou isso ai, estou com ele.

    Gilvan,

    A coluna do Tostão foi publicada aqui no Blog.
    Você pode colocar o nome “Tostão” na pesquisa.

    abs,

    FS

  32. Brasileiro é chegado numa mamata. Gostaria de pleitear minha aposentadoria antecipada baseada pelo tempo que passei nos bancos de escola, eu te garanto que estava trabalhando muito mais do que os Pelés da vida que passavam os dias batendo pelada nas Baurus da vida….

  33. Concordo totalamente com o Tostão!!! Claro que naquela época os jogadores ñ ganhavam o q se ganha hoje, mas ganhavam bem mais do que um trabalhador. Não entendo o filho do Gylmar, qual é o interesse dele? Muitos destes jogadores, brilhantes com certeza, vivem até hoje dessas glórias. E muitos, também, já receberam benesses públicas, tais como empregos em centros desportivos etc e outros pararam no tempo. Uma coisa é reconhecermos o que eles fizeram e outra é dar o nosso dinheiro dessa maneira. Sempre cito o Basílio (jogador ñ mais do q razoável) que até hoje vive daquele gol que fez há 33 anos.

  34. Se eles contribuiram para a previdência, tudo bem ! Aposentadoria não é assistência social, mas contributivo. Não vou tirar do meu bolso para pagar aposentadoria de quem não contribuiu. Tostão, artilheiro do Brasil na Copa 70 (contando com os jogos das eliminatórias) está coberto de razão.

  35. Marcelo, o conceito de herói se aplica, na minha opinião, aos homens do Corpo de Bombeiros, aos voluntários da Cruz Vermelha, aos anônimos que auxiliam as vítimas de catástrofes naturais, etc. Jogadores de futebol são artistas dos esporte (nem todos), assim como os atores (nem todos também), são artistas de televisão e palco. Suas atuações (boas ou más), despertam apenas emoções. Frugais, por assim dizer. Quanto tempo dura a felicidade por um gol? A vida inteira? Acho muito. Que o futebol não pagava os valores que paga hoje em dia, concordo, mas, e o prestígio e a fama que os antigos craques gozaram em sua época, não valeu de nada? Tenho a certeza de que seu pai é o seu herói assim como o meu pai foi o meu herói. Acho justo que você lute pelos direitos que você acredita que o seu pai tenha, mas acredito também que, o seu pai assim como muitos outros grandes jogadores de futebol, receberam em suas épocas um valor pelo seu trabalho. Se justo ou não, é tão questionável quanto o salário que um trabalhador recebe hoje em dia. Para o patrão é muito justo, para o empregado é totalmente injusto. Não se preste a pedir esmolas a quem quer que seja. Trabalhe e promova uma velhice tranquila e amparada para o seu pai. Se, nos dias de glória, seu pai não soube fazer bons contratos e nem aplicar com sabedoria o dinheiro que ganhava, só tenho a lamentar. O Tostão encerrou a cerreira muito jovem. Eu diria que por um acidente de trabalho. Suiu de cena, estudou, se formou em medicina, passou anos trabalhando e construindo um patrimônio e só voltou ao cenário esportivo depois de muita insistência. Tornou-se um grande profissional, respeitado nas duas áreas. Outro grande jogador, Valdir Joaquim de Moraes, contemporâneo do seu pai. Mostrou-se um grande profissonal mesmo fora das quatro linhas, acredito que esteja tranalhando até hoje. Outros gastaram tudo, viveram muito bem enquanto estavam por cima e hoje vivem em condições miseráveis. O que devemos fazer? Construir um retiro para ex jogadores? Traze-los para dentro de nossas casas e ficar relembrando as histórias do passado? Lembre-se, a carreira de jogador se encerrava, no máximo, aos trinta anos. E depois? O que eles fizeram da vida? Seu pai trabalhava com automóveis (se não estou enganado), até sofrer o problema cliníco que o afastou das atividades profissionais. Cabe a você ampará-lo e garantir a ele uma velhice tranquila, não ao governo e muito menos ao povo. Desculpe a sinceridade. Em tempo, sou apaixonado por futebol, admiro a história de Gilmar dos Santos Neves, assim como a história de Ademir da Guia e de tantos outros, mas, torná-los heróis, bom, aí já é demais.

  36. Que besteira é esta de pagar aposentadoria a jogadores? O Tostão esta corretissímo, herois? porque esporte é laser nada mais então….

  37. Não li a matéria do Tostão, mas vejamos, caso seja pago a aposentadoria e indenização aos jogadores campeões mundiais desde 58, vejamos o que pode acontecer…
    1 – Todos jogadores que atuaram em equipes “profissionais” passaram a ter o mesmo direito;
    2 – Não existe nenhum tipo de registro legal destes atletas, ou seja, qualquer um poderá dizer que foi jogador, bastando uma declaração de alguém que foi diretor de um time que pode nem mais existir;
    3 – Todos jogadores de todos clubes brasileiros poderão gozar desse benefício e de suas indenizações;
    4 – Começará então um novo questionamento. Pq só os jogadores de futebol? E os de basquete, volei, handebol, tenis, polo aquático….etc – Todos também poderão requerer o mesmo direito e com razão;
    5 – Outro questionamento. E os demais atletas???? Como: Natação, atletismo, canoagem, vela, levantamento de peso, arremeço de disco, pilotos….etc

    Pergunto

    Já não existem portas demais para sair o dinheiro do contribuinte? Não seria mais racional acabar com privilégios absurdos que existem no país do que em nome destes criarem outros?

    BRASIL MOSTRA A SUA CARA

    Caro Josemir,

    O pedido está sendo feito para os campeões mundiais de futebol de 58, 62 e 70, quando a profissão de jogador não era regulamentada. Atleta profissional é registrado (ou deveria), recolhe impostos e tem aposentadoria.

    Os campeões mundiais são conhecidos, não precisam provar quem são.

    Estou só explicando. Não entro no mérito de Tostão ou Marcelo Neves.

    A coluna do Tostão foi publicada no Blog. Você pode fazer uma pesquisa aqui mesmo, colocando “Tostão” na busca.

    abs,

    FS

  38. Prezados senhores; trata-se de colocações incabíveis e inadequadas, (i)-referidos jogadores de futebol da época (58,62 e 70), s.m.j. não são HERÓIS e merecem RESPEITO, (ii)-NÃO receberão aposentadoria porque é ilegal (não há causa sem efeito) não recolheram durante a época de contribuir NÃO receberão hoje ou amanhã, (iii)-NÃO se pode falar de indenização porque ninguém da sociedade ousou incidir em qualquer ilícito civil ou criminal contra qualquer dos jogadores que foram campeões do mundo, (iv)-o grande jogador ontem e hoje médico-jornalista Tostão, pode e deve ter sua opinião como todos temos o direito de expor e divulgar dentro da ordem legal, (v)-Por derradeiro, a CBF que já foi várias vezes caso de CPIs e inquéritos administrativos e policiais (J.Havelange e R.Teixeira), é como o JOGO DE BICHO todos sabem (apostam) e as autoridades fazem que inexiste, por que será???

  39. HEROIS? Que herois?
    Desde quando um jogador de futebol, ou qualquer outro esportista de competição é um heroi?
    Algum deles colocou sua vida em risco em benefício, ou para salvar a vida de outro?
    Não!
    Então foram e são apenas jogadores de futebol, habilidosos, artistas com a bola, mas somente isso, jogadores de futebol.
    Perdoe-me Marcelo Nees, mas voce defende causa própria.
    Herois são os professores, que todos os dias dão um show nas salas de aula por todo o pais, recebendo salários miseráveis, com péssimas condições de trabalho e ajudam a levar algum conhecimento ao futuro do Brasil.

  40. Muitos optaram por estudar, aprender oficio, trabalhar em atividades diversas, e por diversos motivos não tiveram a sorte de poder se aposentar pelo Inss. Os jogadores, muitos se apegaram ao futebol simplesmente por não ter vontade de trabalhar e esta preguiça foi premiada pelo talento nato de cada um. Todos sem excessão tiveram oportunidades de ganhar mais que um trabalhador comum, claro que muiiiiito menos do que se ganha hoje, mais com certeza muito mais que um trrabalhador comum, e gastaram seu dinheiro em farras, festas, mulheres, bebida, quando podiam recolher um carne avulso do antigo INANPS (acho que é assim). Tal pleito não tem razão de ser… O Brasil esta criando uma legião de assistidos pelo governo, e quem trabalha não pode ser penalizado por quem deixou de faze-lo… Ai virão os campeos de Basquete, de volei, de bocha, de gamão…todos são herois e tem direitos… para não dar jurisprudência, aconselho o indeferimento do pleito.

  41. Infelismente Fernando é um reflexo de uma maioria que não tem memória,capacidade de reconhecer um erro absurdo,vangloriam numa cerimonia o craque uruguaio que nunca representou nada para o Brasil e cairam no esquecimento de um jogador que fez muito pela seleção e acabou morrendo na miséria teu nome Juvenal.
    É por isso Fernando que temos clubes,dirigentes e a dona cbf prestam um serviço sujo e desonesto para verdadeiro torcedor que chora,discute,briga e até mata por um amor ou ódio.Basta Ricardo Texeira e seus comandados sumam para sempre do futebol.

  42. Um tema polemico e de dicicil solução.
    Olha com certeza nao eh numa canetada que vai se resolver. Tem que se avaliar caso por caso e em alguns acho ate justo se conceder alguma ajuda financeira. AJUDA NAO EH R$ 3.500,00 por mes. Isso eh mamata.
    Feito um levantamente e uma analise de cada caso os que forem aprovados devem ganhar algo como 1 salario minimo por mês ate o final de suas vidas e esse benefício não pode de forma nenhuma ser estendido aos filhos apos falecimento do titular.
    Acho que seria o mais justo.

  43. O Sr. Paulo Diz não entendeu nada do que opinei. Eu estou do lado do Tostão. E acho que so deve fazer juz a quem contribuiu como eu e tantos outros. Sou favorável que todas as categorias profissiopnais recebam aposentadoria desde dígna desde que tenham contribuido. Se for aprovada alguma outra medida, que eles passem a gozar do direito após um tempo de contribuição de forma a não gerar o que ele diz em seu texto SUSPEIÇÃO DE PRIVILEGIO, CORPORATIVISMO, E POLITICAGEM , SEM MAIS COMENTARIOS, BRAVO TOSTÃO. Faço das dele as minhas palavras Bravo Tostão. Chega de privilégiops. O governo vive alegando que o inss está quebrado quando se reivindica a eliminação do fator previdenciário para dar uma aposentadoria mais dígna, mas fica criando novos privilégios para causar mais sangria aos cofres públicos. O governo tem é que entender que a aposentadoria dígna é direito de todos que contribuiram para isto. Não consigo aceitar a diferença da aposentadoria dos funcionáriops publicos com valores poupudos e a aposentadoria dos funcionários da iniciativa privada com teto tão baixo que não dá nem para manutenção de um plano de saude .

  44. Com a devida vênia, essa ‘aposentadoria’ beira o ridículo. Imaginem o jogador (?) Dario, que de tão ruím nem entrou em campo em 1970, recebendo essa bolada do governo. Todos sabem que Dario não foi convocado exatamente por suas qualidades futebolísticas, mas sim por ordem do General Garrastazu Médici, então presidente do país. Vestir a camisa da seleção já era uma aposentadoria, pois os ganhos com isso eram e são fabulosos. Os competentes aproveitaram a chance. Ganharam e ganham muito dinheiro até hoje, como Pelé, Tostão, Gérson, RIvelino. Quem não aproveitou a oportunidade, que tivesse contribuido com o INSS para reinvindicar uma aposentadoria. Não há nenhum heroísmo em ganhar uma copa do mundo. É apenas uma competição entre nações, nada mais do que isso.

  45. Acredito que está na hora de pararmos de ser “a pátria de chuteiras”. Futebol não passa de um esporte (o qual gosto muito, diga-se de passagem) como outro qualquer. A diferença é que atrai muito mais adeptos pelo mundo afora. Chamar de herois, atletas que defenderam um espote em uma competição é demais. Assim como uma fabricante de cerveja vem veiculando seus comerciais chamando os jogadores de guerreiros também é um exagero. Se for para conceder aposentadorias que sejam para todos os desportistas independentemente de serem, ou não, campeões mundiais. Mas fazer o que? Em um país onde o governo cria uma loteria para defender interesses de clubes de futebol em débito devido simplesmente a má administração de seus dirigentes, nada mais me surpreende… Queria ver se minha empresa parasse de pagar impostos se o governo criaria uma loteria para me ajudar!

  46. se alguém tiver que pagar a indenização, esse alguém é a cbf e não o inss, pois é a entidade gestora do futebol que vende e lucra com contratos milionários onde vende a imagem do pentacampeonato, utilizando-se de imagens das conquistas. Não venham querer cobrar do inss mais uma conta.

  47. O Sr. Carlos Alberto Calisto expressa a opinião de muitos que, como eu contribuiram por 35 anos para o INSS, sobre o teto de 20 salários mínimos, depois reduzido para 10 salarios e que hoje são compelidos a amargar aposentadorias entre 3 e 4 mínimos e à caminho de 1 (hum) no que depender dos políticos e do presidente Lulalá que muito prometeu e nada fez, a não ser pelos seus correligionários e “ditos anistiados políticos” que recebem polpudas indenizações e aposentadorias vantajosas e isentas de imposto.

  48. Concordo em receberem aposentadoria, mas indenização é de mais. Indenização porque? Indenização, que eu saiba, é devida qual alguém sofre um prejuízo, seja ele material ou moral. Qual o prejuízo eles tiveram? Além do mais, só os ganhadores receberão? E os perdedores, como nas copas de 50, 54, 66 e outras? Quais os requisitos e critérios para receber?

    Aposentadoria para todos, eu concordo. Nem precisa ser o teto do INSS. Indenização Jamais.

    Sauadações,

  49. Para Chiquinin – Amparo/Itatiba SP –

    Sou atleticano, mas sei reconhecer o que é craque ou enganador. Você falar que o Tostão é jogador mediano e enganador, mostra que não sabe nada de futebol. Parece-me que tu és torcedor do Santos, pela defesa feita ao Pelé. Quanto aos direitos de imagem, ele tem razao em querer cobrar, afinal, o direito é pessoal, e se ele não quiser, não pode ser exposto. E por último, o mediano Tostão que você mencional foi o grande responsável pela vitória dos azuis de MG na Taça Brasil, com um 3×2 na vila e 6×2 no mineirão. O santos tinha pelé, pepe, mengalvio e coutinho.
    Saudações,

  50. Oi caro Fernando me responde uma coisa, o Pelé, Rivelino e outros que há muito estão com a vida ganha irão receber a tal idenização e aposentadoria? caso me responda que sim só posso dizer uma coisa, esse governo nosso é uma lástima mesmo, meu Deus nos ajude….


    Ulisses,
    Não conheço o projeto. Pelo que entendi, sim.
    abs,
    FS

  51. vamos por partes: Tostão para quem não sabe ou não teve a oportunidade de ve-lo jogar, foi simplesmente genio do nivel de Pelé, Garrincha,\\\\rivelino,Gerson,Maradona, etc. Só que ha um detalhe jogava em Minas que na epoca não tinha visibilidade. Como cidadão lendo suas colunas, tem um carater formidavel.Ficou por anos sem dar entrevistas, não misturava as coisas, foi dedicar-se a profissão que tanto almejou.Hoje se não é , esta entre os melhores comenteristas esportivos do Brasil. Não é a toa que jornalistas consagrados estão sempre citendo comentarios feitos por Tostão, como Juca Kfouri, Jose´Trajano, PVC,Flavio Prado, e outros mais, campeo~es mundiais na epoca ganharam muito,campeo~es de outras modalidades, não ganham nada. Sou santista mas o filho do Gilmar esta defendendo uma causa propia. Se ao menos citasse que Zico organizou um jogo para ajudar o ex jogador Whasghinton, veria que não só os campeo~es, passam por dificuldades.

  52. Queria ver se o Tostão teria a mesma opinião se estivesse doente, sem recursos e desamparado como estão vários deles. É fácil arrotar ética do alto dos bons salários recebidos como jornalista. Tostão não deveria cobrar ética de ninguém, que o diga o Vasco da Gama. A maioria que comentou aqui é medíocre e recalcada que almeja o nivelamento por baixo. Esses caras merecem mais respeito, pos fizeram a alegria de milhões de brasileiros. Não podem morrer à míngua.

    Detalhe: essa é apenas a opinião de um torcedor e cidadão, não conheço nem Marcelo e nem Tostão.

  53. Caro Fernando,

    Hipocrisia é o texto do Marcelo Neves.

    Que eu saiba, aposentadoria, na previdência Social, é contributiva, ou seja, você contribui e recebe. Essa é a essência da justa aposentadoria citada.

    Lutamos para erradicar os “maus exemplos” das aposentadorias “super especiais” e outras regalias e tal texto vem em confronto direto com tais anseios.

    O texto cita Heróis. Para quem?

    Do velho circo romano?? Só se for. Pois enquanto se pleiteiam indenizações para as sumidades heróicas, a grande maioria do povo brasileiro não tem nem o famoso pão e água.

    Pelo jeito, só existem heróis no futebol…

  54. Podemos até discutir se os nossos “herois” merecem ou não uma indenização e aposentadoria pelos títulos conquistados, mas a verdadeira discussão deve ser a questão previdenciária. A mídia tem divulgado a muito tempo que o governo informa que a previdência está “quebrada”. Isso deve-se ao fato deste tipo de acontecimento: concessão de benefício para quem não contribuiu na forma da Lei. Ora, a base da previdência é justamente a contribuição ao longo de um tempo para fazer jus a um beneficio ao seu prazo legal. Este país já fez “bondade” demais com várias categorias que não fizeram essa contribuição. Trabalhador rural por exemplo. Ou seja, uma parte da população contribui para esse “bolo” e na hora de servir, todos querem comer! É preciso corrigir isto rapidamente! Que o governo faça o aporte necessário para mais essa “categoria” e, aproveitando a ocasião, para todas as demais que não contribuiram, como previsto em Lei. Se isso acontecer, serei o primeiro a aplaudir esse prêmio aos nossos “herois” da seleção brasileira!

  55. Continuo do lado do grande Tostão: Por que só para os ” Heróis ” do futebol. Estes caras foram privilegiados que tinham uma das profissões mais bem remuneradas neste país . E os heóis que trabalharam como cavalos dirante 35 anos e recebem 01 salário mínimo de aposentadoria. Todos tem o direito de envelhecer com dignidade. Por que só privilegiar estes caras que trabalhavam jogando bola , tiveram chances de fazer fortunas , de viajar pelo mundo , etc , etc , etc.
    Que seja feita justiça a todos e não para meia dúzia de sortudos.

  56. INCRIVEL A POSIÇÃO DESTE SENHOR, NADA CONTRA ELE , MAS NUM PAIS , QUE MILHOES DE TRABALHADORES NÃO TEM ESTE DIREITO , PORQUE DA-LO A “HEROI” QUE JOGOU FUTEBOL NA COPA, ME DESCULPE SENHOR, MAS CASO APROVADO , TERIA QUE SER BENEFICIO A TODOS , JOGADORES , EMPREGADAS DOMESTICAS, ESPORTISTAS OLIMPICOS,GARIS,E TANTAS OCUPAÇÕES QUE ANTES NÃO RECOLHIAM O ANTIGO INPS, ATUAL INSS,SENÃO GERA SUSPEIÇÃO DE PRIVILEGIO, CORPORATIVISMO, E POLITICAGEM , SEM MAIS COMENTARIOS, BRAVO TOSTÃO

  57. Eu tenho 60 anos, trabalhei durante 30 anos numa empresa estatal que foi privatisada.Produzi muito pára este pais e contribui por uns 5 anos no início de minha vida profissional com 20 salários, depois o gocverno reduziu esta contribuição para 10 salários. Quando me aposentei meu salário na ativa era de R$10.000,00 e com a aposentadoria caiu para R$1650,00. O que o pais disse pra mim e vários outros infelizes que se aposentaram e se aposentam. Morra velhinho, você não serve pra mais nada!!! Exatamente quando precisamos de ter um benefício justo por tanto que contribuimos e produzimos para este pais, quando já estamos com nossas saúdes debilitadas, com mais gastos com a saúde, é que passamos a ganhar muito menos. A minha aposentadoria não dá nem para pagar um plano de saúde. Eu e outros trabalhadores aposentados é que deveriamos receber o título de heróis. Se estes atletas chamados de heróis contribuiram para fazer juz a suas aposentadorias eles devem receber, do contrário não. Seriam mais um grupo de privilegiados como senadores, deputados, juizes, militares e funcionários públicos em geral que sangram os cofres públicos com milionárias aposentadorias vitalícias . Somados a tanto absurdo, recentemente foi publicado num site da internet que um aposentado vale menos que qualquer criminoso deste país. Os criminosos deste país recebem uma ajuda de custo do governo de R$750,009 por filho dependente. Eu como tenho quatro filhos seria mais vantajoso que eu tivesse vivido na criminalifdade do que ter sido um tarbalhador honesto e cumpridor de minhas obrigações . Hoje como trabalhador honesto tenho uma aposentadoria de R1.980,00. Se estivesse cometido algum delito e estivesse preso, receberia uma ajuda de custo de R$ 3.000,00. Que país é esse?

  58. Fala Fernando

    Sei que os tempos eram outros e o que esses craques ganhavam não é nem sombra do que ganham os “craques” de hoje. Porém os trabalhadores “normais” quando se aposentam para conseguir um valor de 2000 é um sacrificio…
    Entendo que eles devem ser reconhecidos, porem é complicado quando fazemos a comparação com outros trabalhadores……
    Se daqui a alguns anos me aparecer matéria semelhante, sobre ajuda para Romários da vida, aí vou poder dizer: “ganhou muito e torrou tudo, entao vai a m.” para os antigos não posso dizer isso, mas tenho
    certeza que muitos deles tambem nao tiveram cabeça…..

    Grande Abraço
    Leonardo Silva Palmeirese de Caieiras


    Valeu Leonardo,

    É, o tema é complicado, todos somos iguais perante a lei, ou deveríamos.
    Porém, fico impressionado com o desrespeito que os brasileiros têm por ídolos.

    abs,

    FS

  59. Complemento ao texto anterior. Cabe uma ressalva ao que foi e é Tostão.
    Como jogador foi brilhante.
    Como comentarista é um dos mais lúcidos e conhecedores de futebol que temos.
    Como médico, não posso opinar, mas só pelo fato de ter concluído uma faculdade de Medicina, numa época em que as oportunidades eram raras e pelos problemas pelos quais passava, já é digno de louvor.
    Como cidadão é um exemplo, pois soube enxergar que os dias de glória iriam acabar. Procurou novos caminhos e recusa-se a depender da “ajuda” oficial. Se nossos políticos agissem desta forma…

  60. Acho engraçado alguns criticarem não a postura ou o texto do Tostão, e sim o futebol que ele apresentava. Ridículo isso. Chamá-lo de mediano demonstra ausência de senso e de conhecimento futebolístico. tostão foi um dos mais cerebrais jogadores de todos os tempos.

  61. Adoro futebol e reconheço os feitos dos craques do passado. Daí a termos que arcar com aposentadorias e verbas indenizatórias muito acima daqueles que passaram 30/40 anos numa fábrica, muitos sem ter prazer algum pelo trabalho, com jornadas iguais ou superiores a 48hs semanais acho um exagero… Sem falar nos trabalhadores rurais.
    Acho que a CBF poderia arcar com as indenizações e reconhecer que sua imagem deve-se aos “heróis de 58,62 e 70″ e não aos ditadores de sempre ( Havelange e família ).
    Quanto a aposentadoria, caso tenham contribuído na época, nada mais justo, desde que os valores sejam compatíveis com as contribuições.
    Nota – qual o percentual de brasileiros que ganha o teto da aposentaria?

  62. COMO SEMPRE NESTE PAÍS, usa-se um erro para justificar o outro.
    Quando o dileto missivista justifica o benefício da aposentadoria argumentando que Governadores, Presidentes, Prefeitos tem aposentadorias especiais usa-se o argumento de um erro para justificar o outro. Parei de ler o texto nesta parte. Aliás uma correção, o nobre missivista diz “Poucos sabem…”, errado MUITOS SABEM, ALIÁS A GRANDE MAIORIA DA POPULAÇÃO sabe dos privilégios da casta citada pelo mesmo.
    AFINAL, o país encontra-se nesta situação por que??? Justamente por posturas sórdidas e egoistas como essa, usando como pano de fundo a precária situação de alguns ex-atletas, entre eles o goleiro Gylmar dos Santos Neves.

  63. Concordo com o Tostão. E também concordo com quem disse que esses senhores não são herois. Não entendo pq inventam essas “comoções nacionais” com gente que teve ou tem alguma visibilidade. A maioria destes jogadores ganhava em sua época (ainda que os tempos fossem outros e jogador de futebol não ganhasse a fortuna que ganha hj) muito mais do que a média dos trabalhadores comuns. Se a regulamentação não existia, por que não foram previdentes e se estruturaram? Agora eu que tenho que pagar com o imposto que me descontam todo o mês? É lamentável, 10, 20, 30, 40 ou sei lá quantos anos depois pagar pra quem se esbaldou e não foi previdente e depois ficou sem ter onde cair morto. A eles a devida importância histórica de terem sido atletas notáveis, mas o meu dinheiro não!

  64. Fernando,

    Pagaram os impostos devidos? recolheram o INSS? se sim tem direito a receber; se não, vai chorar na cama que é o lugar correto.
    Tá cheio de gente recendo altos salários do inss enquanto a maioria recebe merreca.
    E na verdade, falando em herói me lembrei do vampiro brasileiro do Chico Anisio; afinal herói é o povo brasileiro que tem que acordar na madruga pra pegar onibus lotado, ganhar merreca, pagar os maiores impostos do mundo e não ter uma educação, um transporte e direito a saúde dignos da sua labuta, alem de assistir as mazelas e desmandos da casta política.
    Essa devia ir para o Macaco Simão “ganha copa e uma carteirinha do bolsa família”…kkkkk.
    Brasil sil sil.
    Manda o Marcelo Neves ir passear e bater um papinho com o Tostão, mas antes lembre-o que ele representa o que uma boa parte do povo não concorda.

  65. Perai, deixa eu ver se entendi… Estão pleiteando aposentadoria para os tricampeões do mundo? Para os “heróis” da pátria de chuteiras???
    Gente, alto lá… que eles tenham direito por terem trabalhado por tanto tempo e, não tendo recolhido INSS por não ser regulamentado à época, assim como os trabalhadores rurais, por exemplo, isso é uma coisa… Agora, só os heróis tinham esta situação? E os milhares de jogadores que, sendo bons, medianos ou péssimos, para eles nada? O Marcelo Neves falou dos pracinhas em guerra. Perfeito. Agora, só ganhou aposentadoria o pracinha herói e o resto não?
    Primeiro, vamos parar de falar esta bobagem gigantesca que jogador de futebol é herói. Herói é quem dá a sua vida para ajudar outros, como soldados, bombeiros etc. Jogador é jogador e ponto. Aposentadoria para os antigos, talvez, é uma decisão jurídica, mas, ou para todos ou para ninguém, por favor…
    Discriminação não…. Justiça sim.

  66. Eu acho que o Marcelo tem razão, inclusive deve-se se entender o beneficio para os campeões brasileiros de 1990. Casos como do Ezequiel, que virou entregador de pizza devem ser analisados.
    Em tempo, o Tostão é um brincalhão…. quem assistiu a final da Copa de 70, ontem na ESPN viu que o cara andava em campo, e se fez na seleção nas costas da correria do craque Rivelino.

  67. Em tempo

    A CBF ganha 2.000.000 de dolares, por jogo, da seleção. Porque não pega esse valor e divide com os ex jogadores da seleção campeões do mundo. Nada mais justo, por conta deles que a CBF esta limpando o fio fó com nota de 100 dolares.

  68. A emenda, ficou pior do que o soneto.
    O texto desse rapaz, esclarece e dá mais importância ainda ao texto do Tostão.
    Que trabalhadores gozem de aposentadoria é um dever do Estado e justo.
    Mas, indenização? Desculpe. Do que?
    O trabalhador normal, sofre a vida inteira, recolhe a vida inteira e no final, tem lá seu quinhãozinho prá chegar até o final da vida. Não tem indenização, não.
    Tem mais, comparar os grandes atletas campeõs mundiais a perseguidos políticos, heróis nacionais?
    Vai de leve. Não é por aí não.
    Tomara que esss projeto não passe.
    E vida longa ao Tostão.

  69. Gosto de futebol, mas acho que heroi é aquele que em qualquer canto deste país acorda cedo e chega tarde para coseguir, de uma maneira melhor ou pior, comer, vestir, estudar e com muito custo se divertir. O que esses nossos “herois” fizeram com o que ganharam ao longo da vida como jogadores de futebol? Se preocuparam em fazer um pé de meia para garantir o futuro? Por que agora temos que dar uma pensão de 3.500,00 para cada um? Eu se me aposentar contribuindo por toda a minha vida profissional (35 anos) com o teto, com certeza, pelas regras do INSS receberia bem menos que isso. Não concordo com qualquer tipo de indenização, pensão vitalicia, etc… . A unica situação que relevo é questão de que participou de uma guerra, porque meu avo viveu uma, e não foi fácil.

  70. Prezado Fernando,

    Sou um amante do futebol e mesmo assim temos de pensar com a razão. Não se pode pagar uma indenização aos jogadores de futebol que não contribuíram com a previdência. Não é pelo fato de que ganharam copas que lhes dá o direito de receberem uma indenização e uma aposentadoria, ao menos que tenham contribuído ao longo dos anos com a previdência. Quantos trabalhadores não conseguem aposentar por não terem contribuído com a previdência durante o tempo mínimo exigido e têm de trabalhar até completar o tempo de contribuição mínimo para poderem aposentar? Com os jogadores de futebol, a história é a mesma. Depois de largarem a carreira de jogador, tiveram tempo hábil para trabalhar em outra profissão e completarem o tempo de contribuição para aposentarem. O que não pode acontecer é nós trabalhadores pagarmos a conta de indenização e aposentadoria de quem não contribuiu. Não é justo com o cidadão brasileiro!

  71. Desde que o Sr.Lula pague do bolso dele e não pendure mais uma “sacola de bondade” nas contas da Previdencia Social que é mantida pelos trabalhadores brasileiros, tudo bem. Reconheço que a maioria
    dos campeoes do mundo precisam de ajuda, mas muitos deles foram irresponsáveis e não pensaram
    no futuro. O fato de políticos, inclusive o Sr. Lula com a sua bolsa-ditadura, serem beneficiados,não é
    argumento para se criar mais uma classe de privilegiados. Basta, a Previdencia Social não pode ficar
    à merce de um governo que quer dilapida-la, e nega ao aposentados que ganham mais de um salário
    mínimo a correção devida há 7 anos.

  72. A situação dos “heróis” é muito simples. Eles contribuiram com a Previdência? Se sim, merecem aposentadoria como todo trabalhador. Se não, vão até a CBF e vejam se conseguem alguma coisa.

    Cobrar do governo (e de nós, que pagaremos a conta) é de uma imbecilidade tremenda. Por que eles são diferentes de todos os demais? Só por que foram campeões?

    Chega a ser patético o quanto esse país consegue se rebaixar todos os dias. A Lei de Gerson infelizmente impera…

  73. Aposentadoria de R$3.500,00 pra quem “trabalhou”, se somarmos a preparação e o periodo das disputas das copas aproximadamente 8 meses, com indenização de R$100.000,00, faça as contas, isso é um abuso, uma barbaridade, e ainda o Marcelo Neves quer contestar o Tostão. Porque os jogadores não foram atras dos direitos deles na época, e a CBD ou CBF, porque não foram reclamar pro Havelange na época… Fala sério como tem aproveitador neste mundo e principalmente no Brasil…

  74. Se o Marcelo Neves acredita que “país está cansado de hipocrisias” ele deveria reavaliar suas opiniões pois dizer que só campeões merecem aposentadoria é hipocrisia. Ou todos merecem ou ninguem merece. Pessoalmente acho que nenhum merece.

  75. Definitivamente o tal de “Chiquinin – Amparo/Itatiba” não entende nada de futebol!!! E eu não entendo o que ele fazia lendo este blog!!!
    O Tostão foi grande como jogador e imenso como homem!
    No Brasil existem milhares de ex pedreiros, ex braçais entre varios outros “ex” que ajudaram a construir este país… Vamos dar alguma aposentadoria a eles também?
    Daqui a pouco, pela mesma linha de pensamento que concederá esse benefícios aos campeões, os ex Big brothers também reinvicarão a parte deles….

  76. Esse papo de heroi não tem nada haver, imagina daqui ha 20 anos o Ronaldo perde tudo, po o cara viveu como rei, agora nós temos que pagar, tem que receber como qualquer um.

  77. O futebol é do povo, a FIFA quer acabar com isto, não precisamos desta porcaria, que é a maior traficante de seres humanos para os paises ricos, a FIFA me dá nojo e a CBF, é a mesma porcaria esta pouco se lichando com o nosso futebol, que é maravilhoso. Não há no mundo uma festa tão linda como as arquibancadas cheias, a festa é incoparavel. Não precisamos destas porcarias que transfomaram o futebol em negócis….
    jr

  78. Heróis???? Bando de folgados, tinha era que nos pagar pelas vergonhas que nos fizeram passar, afinas ganharam tres copas e perderam quantas, inclusiva uma tal que foi aqui… Aposentadoria por jogar futebol, vai catar minhoca nos asfalto, por que o que você está pedindo é o mesmo que estes políticos sem vergonha fazem. Não tem que dar dinheiro nenhum…

  79. Caro Lord, fico com o Tostão. Não dá pra fazer uma farra de gastança com o dinheiro público só porque nossos heróis das copas anteriores construiram a hegemonia brasileira no futebol mundial. Pagaram previdência? Caso sim, foi pelo tempo mínimo exigido pela legislação? Caso sim, ok. Aposentadoria pra eles. Legal. Caso contrário, não devem receber assim como tantos outros brasileiros não recebem mesmo tendo trabalhado de sol a sol durante anos sem carteira assinada. Muitas vezes por puro desconhecimento dos próprios direitos ou por desonestidade dos empregadores. Pau que dá em chico também tem que dar em Franscisco. Agora, Lord, Vc respondeu minha pergunta sobre a guerra entre a rádio e a tv. Ok. Obrigado. Sua opinião é extremamente respeitável. Porém meu comentário foi censurado. Foi Editado. Não esperava. A liberdade de expressão foi um direito pelo qual muitos lutaram, inclusive vc, caro Lord. Mas tudo bem. Vida que segue. Continuarei visitando seu blog e expressando minha opinião enquanto for possível. Sou seu fã. Abraço.


    Fábio,

    Vocês não tem ideia do que é censura.

    Sou jornalista, vivi esta época.

    Não é o seu caso, mas tem uma molecada aqui que entra, xinga as pessoas, escreve calúnias, difama profissionais e fala em “censura”.

    Confundem Liberdade com Libertinagem.

    A Justiça leva anos para reparar uma difamação, aqui é na hora.

    Lixo.

    abs,

    FS

  80. heróis??? daonde é que esse sr. tirou que esses jogadores são heróis? eles foram ,sim, excelentes jogadores de futebol. só isso. e com relação à aposentadoria e indenização, porque não extender a todos os ex jogadores então? ou só os heróis merecem?

  81. Bom dia FS.
    O Tostão tem razão,e não interessa se o valor é menor ou não.O valor é o que menos importa.
    Esses “herois”,se em dificuldade,deveriam ser ajudados pela entidade que cuida da área,ou seja,a CBF que tem cofres cheios,imagino.Deixe o governo de lado.
    Porém,aí que mora o perigo,se o governante acha que com isso vai aparecer bem na fita,vai conceder sim,e vamos pagar mais essa continha.Infelizmente.

  82. ELES CONTRIBUÍRAM COM O INSS(OU INPS Á ÉPOCA)??
    E PORQUE EX POLÍTICOS TÊM PENSÕES NÃO QUER DIZER QUE SEJA O CERTO,POIS OS POLÍTICOS BRASILEIROS SÃO OS PIORES E COMPARAR EX JOGADORES COM EX COMBATENTES É COISA DE HIPÓCRITA.E OUTRA,PARA DE CHAMAR JOGADR DE FUTEBOL DE HERÓI,HERÓIS NESTE BRASIL DE CORRUPÇÃO E DESCASO SÃO OS PROFESSORE,MÉDICOS E POLICIAIS HONESTOS.OS JOGADORES DE FUTEBOL,PRINCIPALMENTE OS ASTROS,SÃO NA MAIORIA DAS VEZES OS PIORES EXEMPLOS,COMO OS DA COPA DE 1994 QUE SE JULGARAM NO DIREITO DE TRAZER MUAMBA DOS EUA E NÃO PAGAR OS IMPOSTOS.

  83. Tem razão o Tostão. O Sr Marcelo acusa-o de hipocrisia, mas hipócrita é sua argumentação, completamente frágil. Apenas os campeões teriam direito à aposentadoria? Os que não foram campeões, em 54, em 66, não? A previdência brasileira está condenada por causa de raciocínios como esse. Se for pra começar a indenizar retroativamente todos que teriam moralmente direito, o país implode! Que idéia! Agora o contribuinte teria que arcar com mais essa bandalheira, e ver seu próprio futuro ainda mais ameaçado pela quebra do sistema previdênciário que desse jeito vai ser mesmo inevitável!

  84. Mais uma proposta descabida que visa atender um “seleto” grupo de brasileiros. Não tem o menor cabimento o contribuinte comum, assalariado, bancar esta proposta. Até quando nossos governantes usarão projetos como tal para fazer demagogia e palanque em ano eleitoral?

    Mas, se a multimilionária CBF quiser arcar com os vencimentos e premiar os “heróis” (essa realmente é de doer…) não vejo nenhum problema. Qual será a opinião do ilustre Ricardo Teixeira?

  85. É como em 1994, quando ganharam a copa os nossos “heróis” aproveitaram a maracutaia e a moleza pra encher o avião da seleção de contrabando, alguem se lembra disso???E, por eses cidadão praticarem o esporte nacional não são mais nem menos que qualquer outro brasileiro.Há alguns anos vendo uma entrevista do Mengálvio que jogou com o Pelé e está pobre, o falastrão do Milton Neves perguntou se ele tinha alguma mágoa pelo fato do Pelé estar rico e ele pobre e ele disse:Ganhávamos quase a mesma coisa, mas o Negão sabia guardar enquanto a gente gastava tudo nos bares e noitadas.Agora se a CBF, que ganha milhões de dólares quiser fazer uma caridade dessas aí eu apóio.

  86. É, meu caro Marcelo, acho que o termo “herói” não está sendo aceito por muitos. É lógico que conquistar uma Copa do Mundo é de um mérito extraordinário, mas…por que apenas os campeões devem receber??!! Na época, nenhum deles pagava previdência. Acho justo solicitar uma aposentadoria justa, com certeza absoluta. Mas creio que o caminho, mesmo, é solicitar Á CBF e aos Clubes,

  87. Tá aí… uma boa forma da CBF repassar um pouquinho dos milhões que tanto arrecadou..

    Afinal, encher o bolso só dos Teixeiras da vida, que não estão lá no campo, é fácil..

    E sinceramente, se isso sair dos cofres do governo tbm não acharia errado, desde que o governo fizesse o mesmo pra todos os trabalhadores, melhorasse sua forma de arrecadação e prestasse pra população um serviço de previdência digno, pra todos, afinal de contas, é triste, como no meu caso, ver meu avô que trabalhou por anos na antiga cmtc, morrer no corredor do hospital de Pirituba, largado numa maca pq não havia médico e nem leito para ele ser atendido, e tampouco a família tinha condições de pagar um plano de saúde absurdo que custa para pessoas dessa idade.

    A profissão do cara é jogar bola, e assim como outro trabalhador merece ter seus direitos. No nosso país o problema tbm está nas classes que não lutam por seus direitos, ou sindicatos fracos, sem força de atuação que só querem saber de descontar da folha do trabalhador a tal contribuição sindical e mais nada, e muitos de nós somos vinculados a esses tais sindicatos que não conseguem melhorar sequer as condições do nosso local de trabalho.

    Acho justo sim eles receberem, tem muito jogador que foi sugado tanto pela CBF, CBD e tantas outras C não sei das qtas, que hj estão a mingua, e o correto seria o governo obrigar a tal da CBF a arcar com esse custo, como ocorre tbm com muitos trabalhadores que passam situações vexatórias no alto de suas idades em tantos lugares, é preciso que em nosso país as classes façam alguma por quem elas representam, mas que seja pra todos, principalmente pros trabalhadores mais humildes, pros pais de famílias que sustentam suas casas as custas de um salário mínimo, tem muito emprego por aí que male male concede benefícios pros seus trabalhadores.

    Acho que as pessoas se esquecem que muitos desses jogadores dessas épocas não ganhavam um décimo do que a maioria dos cabeças de bagre que jogam hj ganham, por isso, já que o nosso presidente gosta de uma bolinha, poderia propor a criação de uma lei que obrigue a CBF a arcar com tais despesas, seria um belo golaço, principalmente pros que mais necessitam.

  88. Quer dizer que eles merecem a aposentadoria pois ganharam títulos pela seleçao.
    E quanto eles contribuiram todo mês tirando parte do salário para isso?????????
    Nossos medalhistas olímpicos também vão ganhar????????
    E pior…e quem não ficou com o 1º lugar mas representou nosso país nas copas e Olimpíadas??????
    Vai ganhar”pelo menos” 50%???????
    Isto é ridículo.
    Parabéns Fernando de novo por colocar esta notícias que na verdade deveriam ser de páginas policiais no seu blog,quem sabe o povo acorde!!!!

  89. Parabéns, Fernando, por dar espaço aos dois lados da questão.

    Agora, é uma cara de pau só os “campeões” terem algum direito… e os vices de 50 que morreram na pindaíba?

    É como já disseram, há milhões de brasileiros nas ruas, os verdadeiros heróis, que não desfrutam de médicos particulares, nem dentistas, nem restaurantes…NADA! Pagam tudo do próprio bolso… e vão morrer com aposentadoria ridícula…

    Quer queira, quer não, todos esses jogadores tiveram uma “boa vida” enquanto profissionais e agora vão ganhar mais uma grana preta do governo por isso.

    E o povo? Já sabemos o que acontece com o povo…

  90. E os campeoes de outros esportes? E os atletas da epoca que nao ganharam Copas? Afinal, eles também não tinham a profissao regulamentada e devem estar padecendo dos mesmos problemas.

    To com o Tostao nessa, ou trata todos os atletas do futebol e de outras modalidades com o mesmo critério ou parem de demagogia e hipocrisia. Justificativas tortas e meias-verdades pra abocanhar mais um quinhão do dinheiro público…

  91. Tostão tá certo. não tem essa de indenização e dinheiro de graça. Meu pai trabalhou a vida toda, quando se aposentou, o benefício representava três salários mínimos. Hoje, quinze anos depois, quando mais precisa do dinheiro, o benefício foi achatado e está por volta de um salário e meio. Então vamos pagar o teto pros “heróis” que venceram copas. São pessoas comuns. Heróis somos todos nós que carregamos nas costas uma enorme carga tributária e ainda pagamos caro pra ver jogos de futebol e correr o risco de apanhar na volta pra casa. Que o governo então reveja os valores dos benefícios dos verdadeiros heróis nacionais, os trabalhadores que tanto contribuíram para o progresso da nação. Abraço e sorte a todos.

  92. Pera aí !!!
    Vams ver se eu entendi:
    Uma Associação presidida por um FILHO de um ex-jogador, pleiteando “direitos”??
    Este País é feito de pessoas nojentas e hipócritas.
    E a tal hipocrisia não vem do Tostão. Este papinho que Políticos tb recebem, não justifica mais um benefício pago com o dinheiro dos Trabalhadores.
    E, este infeliz ainda se entrega dizendo que os jogaores estão velhos e não podem usufruir por muito tempo do “reconhecimento”..
    Eu sei…quem vai usufruir é o filho, neh ???

    Então, fica a pergunta : Se quer dinheiro, pq não vais trabalhar, amigo ??

  93. Herois!!!???
    Heroi é quem sai as cinco da manhã pega uma lotação, mal almoça, encara o sol na cabeça e ainda tem coragem de tirar o dinheiro de esposa e filhos para ver uma partida de futebol, correndo o risco de morrer. Foram ganharam parabens cumpriram com nada mais nada menos do que com a sua obrigação.
    Como alguns comentários se tiverem contribuido com o INSS como todo brasileiro comum otimo que ganhe o que tiver direito, isso não quer dizer o teto máximo. Senão tiverem contribuido não acho justo tirar de um assalariado/contribuinte para dar a quem não contribuiu.
    Herois, o que fizeram ganharam a Copa do Mundo, isso melhorou a educação do Brasil? Saneamento básico? Erradicação de doenças? Miséria? Fome? Não meu caro só foi bom para os que você chama de Herois, o brasileiro tem que parar com isso foi um titulo otimo, mas só um titulo.

  94. ”Heróis que trouxeram 3 titulos mundiais”?… Meu pai subiu o Monte Castelo e Montese na campanha dos Pracinhas brasileiros durante a II Guerra Mundial e morreu pobre, com uma aposentadoria supermodesta e vários problemas de saúde decorrentes da guerra. Deveríamos relativizar o termo “herói”, tão banalizado no Brasil.
    E por que aposentá-los, quando muitos trabalhadores no Brasil não têm esse direito por não poderem sequer contribuir com a Previdência? Além disso, por que somente os campeões? Os vice-campeões de 50 também não mereceriam? E os anteriores? E os atletas olímpicos e paraolímpicos, campeões ou não? E eu, que venho torcendo por todos eles há tantos anos?…

  95. Com todo o respeito ao Marcelo, sou da opinião que ser campeão mundial de futebol não concede nenhum direito especial a ninguém, nem mesmo aos ídolos do esporte mais popular do país. Se existir uma regra que beneficie todos os atletas, campeões ou não, passível de aplicação sem penalizar a já falida previdência social, que esta seja posta em prática. O fato de existirem aposentadorias especiais a políticos e outros não justifica a criação de novas. Afinal, não é justo que o contribuinte pague esse preço. Por mais feliz que eu seja com os títulos mundiais da seleção de futebol, não aceito esse ônus.

  96. ” Herois que trouxeram 3 titulos mundiais” ?? herois de que cara palida ??

    E os demais jogadores da epoca que nao foram ” Herois que trouxeram 3 titulos mundiais” vao ter direito a boquinha do Inss ??

    Comparar jogador de futebol com politico perseguido na epoca da ditadura e´ um pouco demais…

  97. O maior problema é dar atenção ao que esse ex-jogador MEDIANO fala. Tomara que ele seja bom médico, porque como COMENTARISTA de futebol dá nojo.

    Esse cidadão teve coragem de tentar cobrar “direito de imagem” do filme do Pelé, que mostrava jogadas do Rei, algumas com a participação dele como coadjuvante ( ele nunca passou disso: coadjuvante )

    Sabe quando haverá um filme chamado ISTO É TOSTÃO ??????… NUNCA, pela bolinha que ele jogava.

  98. Eu sou fã de toda esta turma que ganhou esta copas. Foram bárbaros. Dar aposentadoria porque na época não havia, não cabe só aos que ganharam a Copa. Se fosse o caso, deveria ser a todos. A lei em princípio não existe e o LULA o fez somente aos campeões mundiais. Não tem nada a ver com ” direitos”. Quanto a um prêmio pela COPA aos que realmente necessitam ( e nós sabemos que muitos de fato estão passando maus bocados), deveria ser iniciativa da CBF, a grande beneficiária dos títulos mundiais. Não se trata de caridade mas de reconhecimento.

  99. Péssimo! O Tostão tem razão! Qual a diferença entre um ex-jogador de futebol e um trabalhador comum??
    Desde que a CBF pague esta conta, ótimo. Só não venha usurpar do $$$ do governo, que por sua vez é financiado pelo trabalhador comum, estes sim heróis da nação. Agora, se os jogadores contribuíram para a previdência à época, nada mais justo. Mas dinheiro de graça, nem pra jogador, ex-congressista, familiares de militar, nem pra ninguém. Não usemos os maus exemplos, mas lutemos para erradicá-los, assim como me parece fazer o craque Tostão. Abs.

  100. ” Herois que trouxeram 3 titulos mundiais” ?? .Merecem o reconhecimento por serem jogadores brilhantes , exemplares , etc … Mas chamar de herois nao , né !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>