Navegação de Posts

Tricolor matou o Peixe, Timão arrancou belo empate

São Paulo e Santos fizeram um belo clássico no Morumbi. Mesmo com dez jogadores, durante quarenta minutos, o tricolor foi melhor e mereceu a vitória. O Santos foi mal no primeiro tempo, melhorou no segundo muito pelo talento do Neymar, mas o time não fez uma boa partida.

Ganhou quem foi melhor e procurou mais a vitória.

O São Paulo abusou de perder gols no primeiro tempo. Dominou a primeira meia-hora, marcou bem, não deixou o Santos jogar e desperdiçou pelo menos quatro oportunidades na cara do gol: Casemiro, Jadson, Cícero e Lucas. Rafael salvou uma do Paulo Miranda. O Santos teve uma única chance, Borges mandou de voleio, Denis fez bela defesa.

O Tricolor não matou e quase dançou no segundo tempo.

Leão não tirou Rodrigo Caio. Não entendi. Aos 8′, o garoto foi expulso. O Santos aumentou a posse de bola, mas o São Paulo continuou mais perigoso. Luis Fabiano encobriu Rafael, Fucile antecipou ao Cortês e depois saiu o pênalti, indiscutível.

Aqui vale um esclarecimento. Vejo que muita gente discutindo se “houve ou não o toque”. Não faz a menor diferença. Houve o toque do Rafael no Luis Fabiano. Isso ficou claro, mas nem precisaria. A regra é clara: “dar ou tentar dar um pontapé…”, “passar ou tentar passar uma rasteira…” E não interessa a intenção de querer ou não fazer a falta.

Rafael foi imprudente, chegou atrasado, e atropelou o atacante. Falta.

Mesmo contra dez o Santos continuou com dificuldade na finalização. Denis fez uma linda defesa no chute do Neymar, mas o Peixe só conseguiu marcar em cima de falhas do São Paulo. Na primeira, falha de marcação no primeiro pau. Fabiano atrapalhou o Denis. No segundo, Casemiro tinha a bola dominada, deu bobeira.

Depois do empate, aos 31′ do segundo tempo, aí sim o Santos teve pela primeira vez o domínio da partida. O Peixe aumentou a pressão, mas levou o terceiro. Lucas deciciu. O gol foi irregular. Lance inesperado, rápido e difícil para o bandeira. O erro do auxiliar não apaga o mérito da vitória com dez em campo.

Lucas está vivendo sua melhor fase no Morumbi.

O Corinthians arrancou um bom empate em Ribeirão. Perdia de 3×1, aos 31 do segundo. Tite colocou Gilsinho e mudou o jogo. Resultado justo. Após o apito final, Geninho e os jogadores foram pra cima do árbitro. Engraçado, o time toma 2 gols em casa, um aos 43′, outro aos 47′ e a culpa é do árbitro?

É muito chororô.

A falha foi do time. O Comercial jogou bem, mas não teve competência para segurar a vitória. Esta é a realidade, mas o pessoal prefere procurar pêlo em ovo e culpar o árbitro.

O pênalti em Ribeirão existitu, assim como no Morumbi.

Mas, o chororô é livre. A maioria dos torcedores, técnicos e jogadores tem dificuldade em aceitar a derrota e reconhecer o mérito advesário. O São Paulo matou o Santos, merecia um resultado até mais amplo. O Comercial foi melhor mas o Corinthians lutou e mereceu.

Quem prefere desviar o foco apela para a desculpa da arbitragem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

55 ideias sobre “Tricolor matou o Peixe, Timão arrancou belo empate

  1. Infelizmente para o torcedor santista o lobby do Muricy para proteger o Neymar, pedindo uma aplicação e mudança nas regras só pra o menino, não está vai dando resultado nas arbitagens da Libertadores. Acho muito importante ele ficar no Brasil porque com este cai-cai de menina não conseguirá jogar na Europa, onde Messi apanha bem mais e nunca faz cai-cai, o argentino cai, levanta, segue na jogada e ainda faz gol.

  2. Fernando Sampaio ganhar ou perder agora não significa absolutamente nada,ou alguém duvida que os quatro grandes estarão nas finais do paulistinha?.Acho também que o São Paulo foi melhor e mereceu a vitória,o pênalti achei discutível, claro sou santista, o São Paulo marcou dois gols pelo menos nas falhas do Santos e de seu técnico e o outro no erro do bandeira. Resultado normal não abala em nada, vamos ganhar de todos nas finais


    Caro Roger,

    Hoje é terça-feira, 16h40 e você ainda está chorando a derrota do Santos.

    Ainda bem que não valia nada, imagine se estivesse valendo.

    Caramba, mais de 48 horas….

    O disco já mudou e, como você disse com “tanta sinceridade”, ganhar ou perder não significa nada.

    Estranho até que você tenha comentado o jogo, achei que o clássico não valia nada.

    abs,
    FS

  3. São Paulo fez um bom 1º tempo. Dominou um time cansado e mal preparado (talvez pela falta de tempo, pois chegaram na 6ª feira). Venceu o “jogo do ano” (pra eles) com penalti “Mandrake” e o 3º gol impedido. Um jogo que não valia absolutamente nada. Parabéns ao juiz e ao assistente!!! Na dúvida, favoreceram os donos da casa, que não venciam um clássico há dois clássicos (venceu o Santos 4×1 em dezembro). Ainda teve gente dizendo que o Rafael deveria ser expulso.

    • Ano passado, no 2º turno do Brasileirão, o São Paulo venceu os reservas do Santos (que são muito ruins), porque os titulares foram para o Japão (pegar autógrafo do Messi).

  4. Caros Internautas,
    O Durval deveria ter sido expulso ao operar o Lucas no segundo tempo. O Lucas iria para dentro do gol com bola e tudo. No gol do Lucas, o Dracena dava condicoes. Gol legitimo, carimba! Na duvida recorram ao video tape, nao e vergonha alguma. Pecam copias do jogo na integra ao Sportv, assistam e apos emitam suas opiniões.
    Abracos Tricolores

  5. O SP foi melhor na partida, e mereceu o resultado por buscá-lo mais…. O Santos não jogou nada na primeira etapa, nem de longe, lembrou o time que jogou muito bem contra o Inter… Discute-se que o time estava desconcentrado, cumprindo tabela, como ouvi… Mas esse é um expediente muito perigoso, pq vc dá a outra equipe a sensação de que ela pode te vencer outra vez em outro confronto, que aí é decisivo,

    Não gosto disso, sinto muitas vezes falta nesse time do Santos de ter um pouco mais de garra e vontade…. Jogar mal faz parte de uma equipe, mas não se empenhar, não ter a vontade necessária pra um jogo é um pouco demais da conta…

    Me pareceu no lance do 3º gol, muito mais falta de atenção do bandeira do que propriamente dificuldade no lance.. Impedimentos muito mais complicados de serem marcados do que esse já foram assinalados, é bem perceptível a posição de impedimento no lance, esse sim, se não tira o mérito da vitória, interfere no placar final, tendo em vista o tempo de jogo que faltava, e que futebol tá longe de ser justo a ponto de sempre o melhor em campo sair vencedor.

    O Rafael ao meu ver foi muito mal na partida, inseguro em algumas saídas de bola, e cometeu o pênalti por sair atrasado no lance, mas o time todo em geral foi mal, a partida do Ganso, foi de se esquecer e jogar na lata do lixo…..

    Daniel,

    Libertadores não é fácil. O Santos estava sim cansado.

    Alguns jogadores sentem mais, outros menos.

    Outro detalhe não muito comentado: Lucas foi marcado pelo Paulo Henrique.

    Isso tudo fez diferença.

    Quanto ao bandeira, precisamos levar em consideração alguns detalhes:

    Primeiro tem o lançamento do Casemiro para o Lucas. Ele acertou. Aí ele continua correndo, na velocidade do Lucas, depois de 90 minutos de uma partida em ritmo intenso… Aí vem o passe para o Cortês, ele acerta mais uma vez… Ai surge um lance totalmente inesperado, ele com certeza não prestou atenção na posição do Lucas na hora que o Cortês chuta até porque ninguém imaginou que a bola teria aquele destino…

    Com certeza ele não prestou atenção, e o lance foi bem confuso.

    Falar depois do jogo terminar, olhando a TV fica fácil.

    abs,
    FS

  6. O Comercial, último colocado é uma baba. O Corinthians e seu técnico covarde de esquema covarde adora resultados onde o sacrifício, o suor e a correria superam o talento e a arte. Meu Deus !!! Desde janeiro de 2008 tá difícil assistir jogos do timão com este maldito esquema gaúcho de jogar futebol. A exceção é mesmo o Falcão.

  7. FS,

    Tudo bem, realmente fiquei convencido de que foi mesmo penalti no Luis Fabiano.

    Mas, aí te pergunto uma coisa, deixando de lado a regra, se fosse o Jorge Henrique no lance, você acha que o juízão daria?

    Na resposta, considere, por favor, o fato de ele jogar no Corinthians, no qual um lance interpretativo, se tomada a decisão a favor, gera uma revolta internacional, uma quase guerra Mundial, e, também, o fato de ser ele o Jorge Henrique, afamado de cai cai.


    César,

    Sua pergunta é baseada numa opinião extremamente parcial.

    Você parte de um pressuposto falso.

    É claro que daria, já deram várias vezes, cansei de ver o JH provocar expulsões dos adversários.

    E outra, apitar jogo do Corinthians no Pacaembu não é nada fácil. Cansei de ver arbitragem caseira ali. Quando o lobby funciona escalam um árbitro banana. A Fiel grita, o cara apita. Quer complicar contra um time uruguaio? Coloca um casca grossa que só apita falta de homem, não de menininha. É a mesma coisa com Felipão e Luxemburgo. Se o árbitro não tiver pulso firme e personalidade, estes técnicos engolem o árbitro.

    Sábado o Flávio Rodrigues foi muito bem. Foi até o Felipão, educado, e disse: “Felipão, você não precisa disso”. O Palmeiras vencia por 2×0 o Felipão estava quieto. Quando a Ponte fez 2×1, começou a ameaçar, o Felipão levantou do banco e começou a apitar o jogo. Isso é básico. Lembra do Tite? “Fala muito”…

    Agora o fato do cara ser cai-cai atrapalha mesmo, mas isso é normal: O cara planta e colhe.

    Neymar, Valdívia, Dagoberto, Dentinho…

    Você acha que árbitro não vê VT?

    Quem faz a fama de cai-cai ee o prórpio jogador, afinal árbitro não é tonto.

    Não coloco o JH como cai-cai, coloco como maldoso.

    Apesar da maldade, adoraria ter o JH e Sheik no meu time.

    Provocação faz parte. os argentinos são geniais neste quesito. Faz parte do jogo.

    abs,
    FS

  8. Chororo é para os inconformados.
    Depois de estar ganhando de três até aos 44 e deixar empatar aos 47 é para deixar qualquer um inconformado então tem que achar um culpado pelo o fracaso normal coisas natureza do ser humano. Fica a lição que não se deve cantar vitora antes de terminar ainda mais com time grande.

  9. Tudo bem Fernando,
    gostei muito do post, quem sabe agora meu tricolor decola, rsrssr
    Agora mudando um pouco de assunto, durante a semana passada ouvi a sua posição no “esporte em discussao” sobre os jogos de volta de spfc e palmeiras…sugiro a vc a leitura do blog do rica perrone (rica, nao o ricardo da uol), em um post que ele fala a respeito do tema…desconfio que a sua opiniao é exatamente a mesma dele, e minha tambem.
    Abs

  10. andres dá dica sobre impedimento do lucas sp para o neto
    que estava comentando com duvidas sobre o lance
    pode o andres diretor da CBF e corintiano fazer isso.
    a era teixeira ainda não acabou marins abra o olho.

  11. Que o São Paulo mereceu vencer não resta dúvida, mas é preciso diferenciar o que é justo do que é legal.
    Dois gols do São Paulo foram irregulares e ter jogado melhor não é suficiente pra justificar. São muitos os exemplos de times que jogaram mais e perderam.
    É uma pena.

  12. O Clássico ” San São ” foi bonito, e no duelo entre Lucas e Neymar, deu o Lucas.

    Em compensação, antes do jogo, a pancadaria entre os torcedores do São Paulo e os torcedores do Santos foi ” brabo “. Será que na época da Copa no Brasil, os “MIKES” vão dar tiro de borracha nos gringos que ” vierem assistir aos jogos também? Ou vai haver uma organização pra não haver baixaria?

  13. O torcedor santista deve ter saido satisfeito do Morumbi e os jogadores tb, era pra ter acontecido uma goleada no primeiro tempo e só não aconteceu pq os atacantes do SPFC não estavam calibrados, além de 3 bolas alçadas na zaga santista com 3 cabeçeadas pelo Paulo Miranda sendo q uma o Rafael faz bela defesa e uma outra passando muito perto da trave.
    A expulsão do Rodrigo Caio ajudou um pouco o Santos até pq enquanto o garoto esteve em campo o Neymar não fez absolutamente nada e seu fiel amigo PHG não fez nada o jogo inteiro.
    Belo público no Morumbi ontem com arquibancada azul à R$40,00 e show da torcida q apoiou o time o jogo inteiro e mesmo nos gols do Santos a torcida em nenhum momento chiou ou ameaçou chiar.
    Todos falam q o Leão errou ao deixar o Rodrigo Caio com um cartão amarelo voltar pro jogo do intervalo, mas acho tb q ele não poderia tirar o menino q vinha sendo o melhor marcador do SPFC no jogo, fez uma aposta no menino e acertou, mesmo o rapaz sendo expulso ao 8 minutos do 2º tempo.

  14. E meu Oeste, de Itápolis, finalmente, ganhou de um grande. Ok. É a Portuguesa, mas foi de virada aos 48 do segundo tempo, e livrou alguns pontinhos da zona de rebaixamento. Isso é pro pessoal da Rádio Tupi aprender a respeitar os clubes do interior, que fazem um esforço danado pra se manter na A1. Críticas sem embasamento ao estádio que, concordo, não é bom, mas tem muitos piores por aí, inclusive na capital. Não conheço o Canindé. Você que conhece, pode me dizer, é um bom estádio?
    O que importa é: Vamos, Rubrão, sair dessa situação difícil!
    Abraços!

  15. Se tem alguém que não pode reclamar de arbitragem é o time do Santos, o penalty no Luis Fabiano, é marcado de maneira constante para o Santos quando quem cai é o “NeymeRele”; santista tem que ficar quieto ainda pq o Durval tinha que ser expulso direto aos 2 minutos do segundo tempo, e o primeiro amarelo do Rodrigo Caio foi injusto.
    .
    No mais, o Santos estava morto em campo, e o SP perdeu a chance de meter 3×0 ainda no primeiro tempo.
    .
    .
    O timão não da nem para falar nada, mas tem que fazer isso mesmo, botar a molecada que subiu da copinha para ir sentindo o cheiro do profissional.

  16. Bom dia, FS.

    Não entendo essa choradeira toda sobre o pênalti, que achei bem claro. Se for pra chorar, o impedimento do Lucas (acho que estava, não tenho certeza) me parece um tema mais apropriado. De qualquer forma, o lance do impedimento foi muito rápido e difícil, não culpo o auxiliar. Pior foi a defesa do Santos, que errou mais que o árbitro.

    Henrique e Juan fizeram falta, mas isso também faz parte, todo time tem desfalques. Elano ainda está devendo, talvez ele deva ir pro Flamengo tb.

    O pior de tudo foram os comentários do Miller. Se eu, que sou leigo, percebo vários equívocos, imagina vcs. Tanta gente boa por aí e esse cara comentando.

    Abs

  17. Caros FS, Rubão e internautas,

    Só pra facilitar:

    – Carrinho na bola, cirúrgico e certeiro: NÃO É FALTA;
    – Carrinho na bola, mas que atinge adversário ou que leva a machucar: FALTA;
    – Carrinho que não atinge a bola e nem o jogador, mas que PODERIA atingir o adversário: FALTA;
    – Carrinho que atinge o jogador, logicamente: FALTA.

    Só não é falta quando for precisamente na bola sem risco de lesionar. Não se pode confundir o “Pular para não machucar” do Luís Fabiano com “pular para cavar”. São coisas distintas. Se o Rafael tivesse tocado a bola e o Luís Fabiano, vendo que perderia o domínio, pulasse, aí é simulação. Luís Fabiano pulou para não quebrar as pernas. É pênalti, sem discussão.

    Abraços,

    Prof Rafael Porcari
    Jundiaí-SP

    Aproveitando: Fernando, aqui em Jundiaí, Rodrigo Braguetto deu um pênalti absurdo para o XV de Piracicaba… centroavante tropeçou nas próprias pernas e o árbitro se equivocou. O adicional Flávio Guerra, bem em frente ao lance, ao invés de ajuda-lo, fez que não viu…
    O pior que o lance é tão cabeludo (Braguetto estava encoberto), que não há outra desculpa a não ser a omissão do AAA.
    O problema não são os adicionais. Eles são uma ajuda! O problema é a CONDUTA do AAA…

  18. FS: Leão foi ingênuo, apesar da idade, ao voltar a campo com o Rodrigo Caio. Cantei o jogo bem antes: Neymar iria cavar sua expulsão e não deu outra.
    Outro lance me chamou a atenção ainda no primeiro tempo: Cícero desce pela esquerda, invade a grande área e o defensor literalmente o empurra com as duas mãos. Ele continua a jogada, se equilibrando, e cruza para a pequena área. Fosse Neymar, ao menor contato, como o fez Rodrigo Caio no lance do primeiro cartão, teria caído e o árbitro marcaria o penalti. Mas… deixemos o dito pelo não dito. Resultado justo em um jogo que poderia ter sido 4,5,6 x 2…

  19. Incrivel como o santista quer desviar o foco, o SPFC deu um baile no Peixe, merecia virar 3×0 no primeiro tempo, no mínimo, o pênalti foi um atropelamento, mesmo com 10 bateu os titulares do Santos, infelizmente o clássico terminou com um gol irregular, mas felizmente para o time que mereceu a vitória, e o santista fica chorando igual criança, igual o Neymar….

    Sou palmeirense, vi o jogo sem torcer, foi um passeio, mesmo com 10.

    O Santos perdeu dois clássicos e fica desviando o foco.

    • Futebol não tem compromisso com a justiça ou com merecimento. O que importa é a eficiência. Se o time que estava melhor perdeu um ou dez gols, não muda nada.
      O Santos jogou mal, o São Paulo foi melhor, mas quem determinou o resultado final foi a arbitragem.
      Ainda bem que este jogo não valia nada. Pior é perder um título por interferência do juiz ou do auxiliar.

  20. Lucas estava impedido ao fazer o terceiro gol (no momento do chute do Cortes).
    Uma coisa é o time jogar bem, como de fato o São Paulo jogou.
    Outra é vencer por um erro incontestável de arbitragem, como de fato aconteceu.

  21. caro FERNANDO, na minha opinião que não conhece regra a arbitragem foi ruim,como sempre! sout ricolor, mas não houve pênalti no LUIS FABIANO! DURVAL deveria ter sido expulso! mas o SPFC venceu com justiça! mesmo não tendo zaga,e sem FABRÍCIO/CENI/WELLINGTON e sem lateral direito,visto que o PIRIS ainda não engrenou! é fraco!MA SOS MELHORES JOGOS ATÉ AGORA TEVE O SPFC como protagonista: SPFC X BRAGA, SPFC X PALMEIRAS, SPFC X SANTOS (os 2 maiores clube brasileiros de todos os tempos)

  22. Fernando, o São Paulo jogou melhor, sem sombra de dúvidas. Mas discordo quando diz que Rafael fez a falta em Luis Fabiano. Ele tentou ir na bola e, na jogada, inclusive, recolhe o pé para não atingi-lo. Conta, nesse caso, a intenção, e Rafael não a teve.


    Henrique,

    Parei aí, você não conhece a regra.

    Foi preciso cortar seu comentário para não confundir ainda mais o leitor do Blog que conta com um instrutor FIFA chamado Rubão. Chega de confusão, quem não conhece a regra melhor discutir no boteco com torcedores.

    Falar em “intenção” neste lance é sacanagem.

    A única infração em que a intenção é levada em consideração é “mão na bola”.

    Isso é básico.

    Se fosse julgamento de intenção o Rodrigo Caio não levaria o segundo amarelo porque ele foi pegar a bola. Só teve um probleminha, o Neymar chegou primeiro, aí o Rodrigo acertou o pé dele.

    Puxa, ele não teve a intenção. rsrsr

    Ali é um risco, se o Rodrigo acerta a bola, segue o jogo, se acerta o pé, leva amarelo.

    A mesma coisa para o Rafael, se ele acerta a bola, segue o jogo.

    Imprudência está em qualquer livro de regra, você é que nunca viu um livro de regras na vida.

    Sugiro que você leia primeiro em inglês, porque alguns termos como “pontapé”, “rasteira”, “tranco”, são melhor entendidos na língua original da regra. Pontapé e rasteira no Brasil são termos violentos.

    A Ana Paula Oliveira tem a versão em espanhol.

    Desculpe pegá-lo para Cristo, mas isso aqui virou um velório, meu Deus quanto chororô.

    abs,
    FS

  23. Fiquei surpreso com a atuação do Casemiro, mesmo falhando no segundo gol, o jogador parece disposto a jogar o futebol que o levou a seleção.
    Tirando Lucas, foi o melhor do São Paulo.

    Sobre a arbitragem, acho que faltou perna, o jogo foi muito corrido e dificultava para o árbitro estar sempre perto. O problema foi o lance do último gol, Lucas estava impedido.

    De resto, o São Paulo era merecedor da vitória.

  24. Assisti o jogo do Corinthians em Ribeirão Preto. Muito disputado. Comercial foi muito bem, principalmente na maior parte do 2o tempo. Não soube segurar a vitória. Tomou 2 gols em 3 minutos em 2 falhas. A segunda do goleiro foi de uma profunda infelicidade. O goleiro fez defesas importantes no jogo. Penalti indiscutível no 1o tempo. Emerson foi empurrado claramente. Os árbitros não costumam enxergar esses lances embolados dentro da área. Sem motivos para reclamações. O time reserva do Corinthians está com o mesmo tipo de atitude do time titular. Luta até o final. Não desiste. Foi esse tipo de atitude que levou o Corinthians ao campeonato brasileiro de 2011 apesar de não contar com os melhores jogadores. Tite realmente está de parabéns. Consegue passar ao grupo de jogadores uma energia altamente positiva. O time é muito competitivo. Esse tipo de atitude pode levar o Corinthians ao título da Libertadores. Luta, garra, atitude vencedora.

    Johnny,

    Ufa finalmente um comentário sobre o jogo, sem CHORORÔ. rsrsrs

    Caramba, dois grandes jogos e só tem gente chorando. Isso aqui parece enterro.

    Com certeza foi isso aí mesmo, até o Gaciba demorou para ver quem fez o pênalti, eu vi que era o cara em segundo plano. Jogos com adicional fica mais fácil de ver e marcar, ainda bem.

    Empate justo, mesmo jogando mal o time reserva guerreiro, como o titular.

    abs,
    FS

  25. O Durval tinha que ser expulso pelo carrinho que deu. Podia estar no campo de defesa do São Paulo…Um carrinho daqueles é muita imprudência, não é questão de “clara e manifesta chance de gol” e sim de violência.


    Maurício,

    Só um detalhe da terminologia: imprudência é amarelo, vermelho é força excessiva.

    Mas fique tranquilo, entendi sua reclamação, caberia vermelho sim, eu não daria.

    abs,
    FS

  26. FS, acho que vc terá trabalho… Tá mais fácil comprar um livro de regras pra moçada do que explicar de novo. Os caras insistem em questionar toque ou não, pulou ou não!

    Amigos que estão com dúvidas no pênalti, a Regra 12 (infrações) diz que deve-se marcar um tiro livre (ou penal, se dentro da área):

    – por dar ou TENTAR dar um pontapé ou chute em um adversário;
    – passar ou TENTAR passar uma rasteira em seu adversário;
    – agredir ou TENTAR agredir um adversário;
    E outras mais situações, levando em conta:
    -Imprudência, temeridade, e força excessiva – ou seja:
    -foi irresponsável, tentou a bola e não conseguiu, e quis machucar de propósito – ou seja ainda:
    -sem cartão, amarelo, vermelho
    (Tido isso o FS já disse e repetiu, está na página 26).

    Nas DIRETRIZES da Regra 12, pg 98, SOBRE CARRINHO, fala-se:
    “Todo jogador que se atire contra um adversário na disputa de bola, frontalmente, lateralmente ou por trás, utilizando um ou ambos dos pés (…) deve ser punido”

    Se ainda persistir a dúvida, pergunte-se:

    Rafael foi imprudente, temerário ou usou de força excessiva?
    -Temerário, lógico.

    Rafael foi irresponsável, tentou a bola e não conseguiu ou quis machucar de propósito?
    -Tentou a bola e não conseguiu. (se atingiu ou não é bobagem, volta lá em cima, na questão do DAR ou TENTAR)

    Rafael merecia que tipo de cartão?
    – Amarelo.

    Se tocou ou não é irrelevante, vale a ação do goleiro (o que atinge ou tenta atingir), não o atingido.

    Esqueçam se o jogador falou se foi ou não… A maior parte dos atletas não conhece regra, assim como a maior parte dos árbitros não sabe jogar bola.

    Acho que teremos posts repetitivos. Já pensou o Luís Fabiano parado, esperando levar as travas da chuteira nos joelhos? Tem que pular mesmo pois a regra, legalmente, lhe protege!

    (Ops: vi agora cedo o pênalti do COM X COR – acertou o árbitro Alessandro Darcie, mas estou convicto que no bololô, quem deu a dica do empurrão foi o AAA daquela meta. Teria sido o Phillipe Lombard?, não estou com a escala em mãos – novamente um lance em que o AAA ajudou o árbitro. Se todos os AAA fossem mais atuantes, quem sabe os que são contra mudariam de ideia?). Penso que, sem AAA, pelo posicionamento do árbitro (ali é um lado cego para ele), o pênalti não teria sido marcado. )

    Rubão,

    Você sabe que jogador não conhece a regra, por isso o Rafael confessou o pênalti.

    Ele fala: “Tentei parar… “. Significa que não parou.

    Depois fala: “Ele deixou o pé, como todo atacante…” Então tocou, embora isso não faça diferença.

    Resumindo, Rafael tentou parar, não parou, tocou e fez a falta… Foi imprudente.

    É mais ou menos assim: “O cara atropela um pedestre na faixa, e depois fala que tentou parar, não conseguiu, mas o cara ficou parado na faixa”. Culpa do pedestre. rsrsrsrsrsrsrsrs

    abs,
    FS

  27. Olá FS!
    Parabéns pelos comentários bem embasados e esclarecendo muitas coisas aos leitores.

    Achei o clássico excelente, um prêmio pra quem pôde assistir.
    Mas como sempre o São Paulo levando mais de um gol quanto enfrentou um time de bom ataque. Considero o Denílson um guerreiro, a zaga ao menos é esforçada, e o Cícero tem um espírito de time muito bem definido, mas o Casemiro entregar 2 gols de bandeja ao Santos não dá né, e bastante limitado na marcação.

    O Lucas comprovou que está numa ótima temporada, assim como o Cícero e Bruno Cortês, os três tem que ter chance na seleção e o Fabuloso não fica atrás, parece estar voltando a sua melhor forma e com muita auto-confiança…

    Rodolfo e Denis fizeram boas partidas, Denilson também, porque ninguém cita muito esse volante? Acho que ele se readaptou ao futebol brasileiro e tem feito uma temporada muito regular, e voltou a ser o ótimo volante que era. É peça fundamental naquele meio-campo, na minha humilde opinião!

    Nas finais acredito em grandes jogos, essa fase de aquecimento logo acaba..!

    Um abraço.

    Renan

  28. O Comercial foi roubado, pois antes de sofrer penalti, o atacante corinthiano cometeu falta empurrando o zagueiro do Comercial. E o Santos também foi roubado, pois Lucas estava claramente impedido quando arrematou para o gol.
    Assim sendo, com um roubo aqui e outro ali, o Corinthians o São Paulo acabam chegando lá. Como sempre.


    Edu,

    Avisa o pessoal do Comercial da falta, pois a reclamação é de bola na mão, e bola na mão não é falta.

    Mas, fique tranquilo pois o choro é livre.

    abs,
    FS

  29. O santista jamais irá aceitar que o pênalti é claro, vai dizer que é nítido que o Luís Fabiano salta, vai falar que é duvidoso, mesmo sabendo que pela regra o fato de “saltar” não muda nada. Vai dizer que tem que quebrar a perna para caracterizar a falta, não pode pular, tem que deixar acontecer a porrada.

    Na opinião do mundo todo, até do Muricy, menos dos santistas, Neymar é cai-cai porque será?

    Fernando, imagine você aquela falta do Durval no Neymar. Seria comoção nacional, imagine a falsidade, o garoto ia rolar até o gol, gritar, chorar, e os falsos moralistas que pedem uma regra diferente para ele, pediriam prisão perpétua ao zagueiro. Imagine o Neymar enfrentando o Fucile, ou recebendo aquela falta do Ibson no Jadson.

    Bom trabalho

  30. Olá FS, pelo seu bate papo com o Rubão:

    “Quanto ao Marcelo, o primeiro cartão do Rodrigo Caio foi exagerado. Vi várias vezes aqui no VT, gravado em HD. Incrível, é o Neymar quem está segurando, agarrando a camisa do Caio na região da barriga, vai se enrolando e se atira legal. Dá um vôo. Neymar faz a falta, depois o Caio puxa, ou arranca a mão dele da barriga.”

    Notamos que o árbitro, entra em campo, com a certeza que irão bater no Neymar. Assim só esperam alguém encostar nele, pra marcarem a falta, e ocasionalmente dar o amarelo. O Comercial, no inicio do jogo, desceu a lenha, mas não vi ninguém dizer que estavam caçando os jogadores do Corinthians, já no jogo contra o Santos, quase execraram os beques do time de Ribeirão. No lance do Luiz Fabiano, só a intenção do goleiro é que vale? a do jogador em querer deixar a perna, propositalmente, não vale?, ou será que todo mundo que caí pra frente, estica a perna pra trás? Façam o teste de campo e irão ver quanto estão enganados, e isso quem diz não é um sãopaulino, sou corintiano.

    Junior,

    Vamos por partes.

    Com absoluta certeza a arbitragem para o Neymar na FPF, as vezes na CBF, está sendo bem diferente da Libertadores, Champions, FIFA, etc… Os árbitros estão muito pressionados, o lobby do Muricy está fazendo efeito, tem aqueles falsos moralistas que defendem a “proteção” porque vai pra Copa, etc…

    Ora, se for assim tem que fazer uma regra diferente para todos que irão para a Copa.

    Bobagem.

    Na Libertadores gritos de dor e cara de choro não contam. Veja os jogos e confira.

    O Comercial bateu bem sim, mas isso é do futebol. Cabe ao árbitro coibir, mas não vi a necessidade de expulsões. Foram faltas duras, mas nada excepcional. Só não pode no Neymar. A Ponte sabe muito bem disso. rsrs

    Quanto ao pênalti no Luis Fabiano, respondendo sua pergunta:

    A intenção só vale para bola na mão. Falta não precisa de intenção. O jogador não pode “mostrar desatenção ou desconsideração na disputa de bola, ou atuar sem precaução”. O Rafael correu o risco, chegou para pegar a bola, mas chegou atrasado, foi imprudente e atropelou o Luis Fabiano. O fato do jogador saltar não muda nada, pois ele não é obrigado a receber a pancada. Imagine eu dou um soco, o cara abaixa, aí não é falta?

    O Luis Fabiano deixa a perna para caracterizar mais ainda a falta, nem precisava, ele não sabe.

    É mais ou menos como atropelar um pedestre.

    Você tenta parar o carro, não consegue, aí vai dizer que ele deixou a perna? rsrsrs

    O Rafael deveria cercar o atacante, nunca tentar dar o bote.

    Ele pode tentar é claro, mas assume o risco, se não acertar a bola, será pênalti.

    abs,
    FS

  31. Foi impedimento. Quanto ao pênalti o goleiro não passou e nem tentou passar a perna ou dar pontapé no Luis Fabiano. Eu não achei pênalti. Mas o lance é discutível.

  32. Com todos muito atentos em lances polêmicos, como não viram o pênalti claríssimo em cima do Cortês nos acréscimos do 1º tempo.
    Discordo sobre a arbitragem, achei fraca.
    O jogo foi realmente muito bom, mas no 1º tempo o SPFC deveria ter matado o jogo .
    Os melhores 45 minutos do SPFC no ano.

  33. São Paulo e Palmeiras estão de parabéns! Bateram nos badalados titulares do Santos. E o Santos passou o maior sufoco na Vila contra o juvenil do Corinthians.

  34. Boa Noite Fernando Sampaio, mas o Geninho admitir que aquele pênalti foi bem marcado para o Corinthians, ele está de brincadeira, o atacante do Corinthians se jogou claramente, me desculpa, mas acho que o Geninho está sendo parcial hein! Abs

    Thiago,

    Acho legal o Geninho ter admitido o pênalti ao Tite.

    O jogador empurrou legal pelas costas.

    O Gaciba demorou para ver porque não foi o jogador do primeiro plano, foi o outro.

    abs,
    FS

  35. Quando o murici foi pressionar o juiz e tb que neymar e ganso entraram em campo…pq qndo faz firulas, aparece um livro…ai qndo n fazem nd esquece deste detalhe…

  36. (…Aqui vale um esclarecimento. Houve o toque do Rafael, mas nem precisaria. A regra é clara: “dar ou tentar dar um pontapé”, “passar ou tentar passar uma rasteira….”)

    o texto acima vale para os caras que caçam o Neymar e na maioria das vezes passam impunes no jogo…


    Anderson,

    Claro a regra vale pra todos, inclusive se o Neymar jogasse contra o Fucile, Ibson e Durval seria só amarelo.

    O cartão não é aplicado pela cara de choro e gritos de dor, ainda mais sabendo que são falsos.

    Só um detalhe em relação a regra acima.

    Ela vale para pontapés ou rasteiras que iriam acontecer, não que NÃO iriam acontecer.

    Não vale pular bem antes, em jogadas que nem teriamos a tentativa dividida.

    Você já pulou corda?

    Então uma coisa é você pular para a corda não te derrubar, afinal a corda vem para derrubar.

    Outra é você pular sózinho, sem corda, sem gente batendo a corda, simulando. Aí é ridículo.

    abs,
    FS

  37. O Santos se arrastou em campo. Se o São Paulo permanecesse com 11 o Santos poderia ter levado uma goleada. Colocar um clássico entre dois jogos da Libertadores é sacanagem. Acho que o Durval poderia ter sido expulso e o terceiro gol do Lucas foi irregular (impedido na volta da bola na trave). Mas o São Paulo jogou bem melhor e mereceu a vitória. Quanto ao chororô Fernando, menos, menos…

  38. O Corinthians jogou com time reserva por causa do jogo de quarta-feira, pela Libertadores.

    KKK . . .

    O Corinthians deveria priorizar o campeonato paulista.

    Pro Timão, Libertadores . . .

    só no Playstation.

    Fuiiiiiiiiiiii,

  39. Lucas fez um gol irregular, mas está valendo. O Lucas tem crédito, e por ele ser craque, ele pode fazer gol impedido. Se pode ter apito amigo pro Corinthians, então, também pode ter apito amigo pro São Paulo.

  40. Primeiro: pênalti mal marcado em cima do Luis Fabiano, ele pula e o Rafael não toca nele, pelo contrário, o Luis Fabiano que deixa seu pé para ser atingido.
    Segundo: Lucas está impedido no gol, no momento do chute do Cortez, ele está à frente do último homem santista.
    Terceiro: expulsão do Rodrigo Caio foi acertada, mas o Durval deveria ter sido expulso também.
    Resumo: má arbitragem que acabou interferindo no resultado.

  41. Fernando, fiz comentários a cada instante do jogo. Cara, o Muller me irritou tanto nos comentários que preferi deixar desse jeito. Acho que os leitores gostarão, foi feito ao calor da partida:

    PRIMEIRO TEMPO

    25 m: após + da metade do primeiro tempo tranquila para a arbitragem, Rodrigo Caio faz falta normal em Neymar e recebe o Amarelo. Pelo clima, achei exagero. Deu um cartão cedo demais e desnecessário, se levarmos em conta o ritmo do jogo. Se manter o rigor, teremos muitas expulsões. Eu não daria, mas um árbitro mais rigoroso interpretaria como advertência. Veremos!

    Casemiro & Arouca: dividida dura, Casemiro toca involuntariamente em Arouca. Aqui não é falta por imprudência, é casualidade. O árbitro não dá nada, segue o jogo. Acertou.

    Rodrigo Caio faz nova falta em Neymar, agora por trás. Nesse lance, deveria ter sido aplicado o cartão amarelo. Errou o árbitro! Se no primeiro lance ele tivesse dado Amarelo,a qui o jogador do São Paulo deveria ser expulso.

    Cortês cai e pede a marcação. Não foi nada. Simulou! Acertou o árbitro em não marcar.

    Final do 1º tempo: Adriano faz falta dura em Casemiro, cartão amarelo bem aplicado; aliás, Adriano está batendo muito. Várias faltinhas por reincidência.

    SEGUNDO TEMPO

    Falta de Durval em Lucas: de novo Lucas sofrendo falta forte. Entretanto, algusn defenderam o cartão vermelho ali, alegando situação inconteste de gol. Não, ali é para amarelo, o gol era evitável. Acertou o árbitro.

    O gol do Santos (legal) é curioso para jovens árbitros: não há impedimento em escanteio. A bola é rebatida e bate em um sãopaulino, que vai para o Dracena que está embaixo da trave, à frente da linha da bola e sem os 2 adversários que a Regra pede entre a ele e a linha de meta. Se a bola tivesse rebatido por um santista (não precisa ter tido intenção de tocá-la ou não), o gol seria ilegal, pois se configuraria num impedimento raro: uma bola lançada involuntariamente! Rebater em um atleta do SPFC deu a legalidade ao lance.

    50m: expulsão do Rodrigo Caio na 3ª falta em Neymar: Neymar procura receber a falta, que não foi tão violenta como a segunda falta do Rodrigo Caio. Pressionado, é lógico que o árbitro vai dar o 2º amarelo e consequentemente o Vermelho. Me admiro em ver o Leão, tão experiente, não ter substituído o Rodrigo Caio. Era bola cantadíssima!

    55m: a bola bate na mão do Fucile. Quem assistiu pelo PPV, esqueçam as explicações do Muller, que daria a falta pois “mudou a trajetória da bola”. Apaguem aquele comentário, é bola na mão, sem intenção, segue o jogo. Acertou o árbitro.

    60m: aqui temos o exemplo do erro do Leão em não substituir o Rodrigo Caio no intervalo e o acerto de Muricy em substituir o Adriano: o novo marcador do Lucas fez falta forte e recebeu o amarelo. Se fosse o Adriano, teria sido expulso como Rodrigo Caio foi.

    Pênalti em Luís Fabiano: Rafael sai do gol e dá um carrinho imprudente. Luís Fabiano pulou para não ser atingido, e é tocado involuntariamente no pé. Aqui, não se importa se atinge ou não, a Regra referenda a marcação do pênalti: atingir ou tentar atingir. Rafael pagou o preço por dar um carrinho e errar a bola.
    IMPORTANTE: fiquei estarrecido com o comentário do Muller (de novo), que disse “o toque foi claro, e deveria receber o cartão vermelho”. Não deveria ser expulso não, pois se Luís Fabiano não cai, como ele adiantou a bola no lance, pegaria ela quase sem ângulo na linha de fuindo. Teria conseguido fazer o gol? Se a bola estivesse pingando na marca da cal, de frente pro gol, aí sim!

    75m: de novo Fucile faz uma falta, agora em Cícero, bem aplicado, pela reincidência.

    3º gol do São Paulo: tenho dúvidas!!! Não consigo ver o replay de uma câmera de mesma linha. Lucas recebe em posição legal, Arouca dá condição. Cortês recebe e bate, tudo ok. Aqui vem a dúvida: se a bola bateu na trave e caiu ao Lucas, e não havia dois adversários entre ele o gol, ESTANDO A FRENTE DO CORTÊS NA HORA DO CHUTE, é impedimento.
    Se na hora em que o Cortês chutou, Lucas estivesse atrás da linha da bola, tudo bem. Se estava a frente, é impedimento, pois só há o goleiro na frente.
    Vc tem uma imagem da posição do Lucas na hora em que recebe o rebote?

    Rubão,

    Desculpe, mas Muller e Neto falando de lances de arbitragem só comprova a tese:

    “Jogador não conhece regra”.

    Não posso generalizar, deve ter um que conhece.

    Mas concordo com você, É IRRITANTE. Vi o tape, ouvi a frase: “Não importa se ele teve a intenção, foi mão”. Caraca, a mão é a única infração onde a intenção é fundamental.

    Quanto ao Marcelo, o primeiro cartão do Rodrigo Caio foi exagerado. Vi várias vezes aqui no VT, gravado em HD. Incrível, é o Neymar quem está segurando, agarrando a camisa do Caio na região da barriga, vai se enrolando e se atira legal. Dá um vôo. Neymar faz a falta, depois o Caio puxa, ou arranca a mão dele da barriga.

    Depois deste lance, vei a falta do Rodrigo Caio que merecia cartão e não levou.

    Este foi o maior erro sim mas, como você disse, graças ao primeiro amarelo mal aplicado.

    Na falta do Durval, achei que poderia levar vermelho pela força excessiva, mas é discutível. Eu também não expulsaria, mas fico imaginando se fosse o Neymar, estaria chorando até hoje e os lobbistas pedindo prisão.

    No gol do Lucas, ele recebe em posição legal, cruza, quando o Cortês bate para o gol Lucas parece estar na frente da linha da bola. O eixo da câmera não é o mesmo. Complicado. É um lance bem difícil e rápido para o bandeira. Na minha opinião Lucas está em posição irregular.

    No geral foi uma boa arbitragem, numa partida bem difícil de apitar.

    abs,
    FS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>