Navegação de Posts

Nudez no “Amor & Sexo” anuncia um novo tempo na Globo

Amor e Sexo

Ousadia ou apelação? Há opiniões nos dois sentidos para o programa de estreia da última temporada de “Amor & Sexo”, que exibiu o primeiro nu frontal na televisão aberta brasileira. No vídeo, durante uma dança na abertura da edição desta quinta-feira, homens e mulheres sem roupa celebrando a liberdade de expressão. Na plateia, um advogado explicou porque a nudez não pode ser considerada um crime de atentado ao pudor. Mais tarde, Otaviano Costa entrou no clima e fez um striptease.

A temporada de “Amor & Sexo” começou quente em relação à audiência. O programa de Fernanda Lima fechou na liderança com 14 pontos de média, um índice considerado mais do que satisfatório para o horário. A discussão sobre ousadia e apelação tomou desta sexta-feira. Pelo que vi ontem, o “Amor & Sexo” tratou com muita naturalidade a nudez dos bailarinos que apareceram junto com a apresentadora. A transgressão desta noite serviu para mostrar que muita coisa mudou na televisão, principalmente na Globo que sempre impôs muitos limites com medo de contrariar o telespectador mais conservador. A emissora já vetou vários beijos entre pessoas do mesmo sexo em suas novelas e cenas mais ousadas na dramaturgia. A nudez de “Amor & Sexo” anuncia um novo tempo.

É importante ressaltar que, se algo parecido fosse realizado em outras emissoras e em programas populares, boa parte de quem aplaudiu a atitude da equipe Fernanda Lima criticaria o que seria considerado apelação. Essa é outra discussão…

* Foto: Raphael Dias/Globo 

  • Carlos

    “Há opiniões nos dois sentidos para o programa de estreia da última temporada de “Amor & Sexo”, que exibiu o primeiro nu frontal na televisão aberta brasileira.”

    Na verdade não foi o primeiro nu frontal na TV aberta. SBT repórter, Cine Band Privé, Programa do Ratinho, entre inúmeros outros já haviam exibido nus frontais.

  • Heraldo da Silva

    O ponto relevante dessa cena de nu frontal não é moral e sim de contradição.Até por que já era bem tarde,quem viu,queria ver e ponto.O que me irrita é o famoso dois pesos e duas medidas.Se o mesmo programa fosse exibido em qualquer outra emissora…nossa!!!!seria a baixaria do ano…a apelação da década.Como foi na globo ..foi ousadia,quebra de paradigmas….todos os elogios possíveis.Baixaria é baixaria independente do canal.Independente do apresentador e do programa.Eu não sabia que existe tipos e tipos de baixaria.O nu frontal foi desnecessário por que em nada acrescentou na vida das pessoas,na performance do programa…pareceu mais marketing…como se o programa ou o diretor quisesse causar na mídia.Os críticos e defensores da qualidade na tv,precisam parar com o protecionismo que sempre paira quando o assunto é rede globo,ela também faz muita coisa ruim,com uma bela plástica,mas não deixa de ser ruim.

    • Julio Montes

      Perfeito o comentário. Como você bem disse, é incrível como um mesmo
      episódio pode gerar diferentes avaliações dependo do contexto. Não há
      sombra de dúvidas que se o mesmo fato tivesse ocorrido em outra emissora, diriam que se trata de uma medida desesperada em
      busca de audiência. Na Globo chamam de quebra de paradigma. Já era tempo de os critério serem mais claros ao serem avaliadas tais situações.