Não, ela não gostou. Bruna Marquezine deu uma entrevista ao jornal O Globo e pelo que vem comentando nas redes sociais não gostou do que leu. A matéria assinada pela jornalista Marina Caruso tem o título Bruna Marquezine: ‘Me sinto perseguida’, e trata da visão da garota sobre sua relação com o jogador e como isso é exposto na mídia.

De acordo com a entrevista, a atriz escreveu uma carta a um jornalista para dizer que não é “só a namorada do Neymar”.

“Fui e me orgulho disso. Por que ninguém pergunta pro Neymar se ele vai largar a carreira? Por machismo! Peço para minha assessora de imprensa não me mandar coisas negativas ou mentirosas para que eu não queira responder e ponha mais lenha na fogueira dos outros. Mas por causa de um tweet de uma fã me defendendo acabei pegando a matéria para ler. E, como estou chegando no meu limite, decidi me posicionar. Uma matéria por mês te detonando, você aguenta. Três, quatro por semana, não dá. Me sinto perseguida”

Na matéria, também falou de como trataram as idas e vindas do dois:

“Não quero botar o carro na frente dos bois. Nosso próximo passo é morarmos juntos porque, depois de seis anos, entre idas e vindas, queremos ficar grudados. Só vai rolar quando for possível pra mim e pra ele. Todas as vezes em que terminamos e voltamos saíram as mesmas matérias: 1) “teve traição”, 2) “voltaram” 3) “noivaram” 4) “Bruna está grávida”. Já engravidei umas quatro vezes. Também já marquei vários casamentos. Me ofereceram até vestido”

A matéria conta com a partes da jornalista, que diz que “pontualidade, definitivamente, não é o forte da atriz de 22 anos”.

No Twitter, Marquezine respondeu à uma fã se gostou da matéria:

“Não muito. Perguntas que não foram feitas, outras que ela ocultou, mas usou as respostas, frases que eu não disse…”

E quando outra fã perguntou onde ler a entrevista. Marquezine recomendou:

“Não veja, por favor!”.

A jornalista responsável pelo texto contou que a matéria publicada é resultado de uma entrevista com a atriz que inclusive foi gravada.

Morre Jackson Odell A Copa do Mundo vai começar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.