O melhor time de todos os tempos

Hoje ainda nos bares, nas empresas e para aqueles que gostam de futebol bem jogado, o assunto é o Barcelona, campeão da Liga dos Campeões.

Para os mais jovens não há outro time igual. O Barcelona é o melhor de todos os tempos como já houve outros também considerados assim.

O melhor de todos é muito difícil por isso que existe o peso das conquistas.

É assim que se entra para a história como bem lembrou Guardiola antes da finalíssima contra o Manchester United, no sábado.

Disse sabiamente o técnico catalão que seria difícil afirmar que o Barcelona era o melhor de todos pois existiram equipes como o Real Madrid de Alfredo Di Stéfano e o Santos de Pelé.

Vale lembrar que o Santos de Pelé nunca disputou competições européias até porque reside na América do Sul e mesmo assim é reverenciado quando se trata da história do futebol, o que só engrandece sua existência.

Hoje na redação da Jovem Pan os jovens repórteres André Aguiar e Thiago Samora discutiam exatamente isso.

Para ambos o Barcelona é o que há de melhor e Messi já é maior que Maradona.

Os mais veteranos como Carlos Belmonte e Anchieta Filho levavam em consideração outras equipes incluindo aí os grandes Santos e Real Madrid.

Belmonte também citou o fantástico Flamengo de Zico e companhia.

Anchieta acha que Messi não chegou ainda nem ao nível de Zico e falava isso com muito respeito.

São equipes marcantes. Acho até que numa análise individual o Flamengo tinha jogadores mais cerebrais que o Barcelona, que ganha no conjunto e na genialidade de Messi.

Não é todo time que teve nas duas laterais Leandro e Júnior e ainda Andrade, Adilio e Zico no meio-campo. Isso sem falar em Mozer e no goleiro Raul.

Mas é difícil comparar épocas. É melhor respeitar cada um no seu tempo.

Hoje tudo é mais visto e a Liga dos Campeões é discutida como se fosse o Campeonato Brasileiro e neste fim de semana até mais que a rodada do nosso Campeonato Nacional por causa da indiscutível exibição do Barcelona e de Messi no sábado.

Hoje os jogos estão à disposição na televisão o tempo todo e os grandes nomes são conhecidos de todos que gostam de futebol.

Fico imaginando se o Real Madrid, seis vezes campeão da Liga dos Campeões na década de 60, também fosse tão mostrado na época como é hoje o Barcelona se a impressão não seria a mesma.

Imaginem o Santos nas suas várias exibições mundo afora com transmissão ao vivo como seria a repercussão?

E mesmo assim, esses times marcaram época. E não foram só esses, como bem lembrou o nosso diretor presidente, o seu Tuta, que entrou também na conversa.

Havia grandes times na Argentina, na Itália, no Uruguai e aqui mesmo no Brasil com jogadores maravilhosos.

Ninguém pode esquecer do São Paulo comandado por Telê Santana ou do Cruzeiro de Tostão, Dirceu Lopes e companhia.

Eles não foram o Barcelona, nem o Santos de Pelé, nem  o Flamengo de Zico, mas foram grandes também.

Hoje o Barcelona é o melhor de todos os tempos. Amanhã pode aparecer outro.

É sempre assim, a cada época aparece um e esse parece ser o melhor de todos.

Mas talvez o talento seja igual em todas as épocas. Gênio é gênio em qualquer tempo e os grandes times também.

  • 44 Comentários

    Adicionar comentário

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *