Navegação de Posts

Me sinto roubado

No começo o Corinthians queria um estádio para 48 mil pagantes e só.

Aí veio a proposta do senhor Ricardo Teixeira para se fazer um estádio para abertura da Copa do Mundo tirando o Morumbi da jogada.

Depois de algumas voltas se anunciou que a abertura da Copa seria no Itaquerão, Roubão, Fielzão, Corinthião, Andresão ou Ricardão, qualquer que seja nome do estádio do Corinthians, lá seria a abertura.

Obras começaram e se prometeu que em pouco mais de 900 dias, como mostra nossa contagem regressiva, São Paulo terá o seu estádio para a Copa.

O primeiro orçamento era de pouco mais de 400 milhões sem dinheiro público porque seria apenas para 48 mil lugares.

Com a decisão de aumentar para 65 mil lugares foi preciso fazer conta de novo.

Tinha que haver o dinheiro do BNDES, via Odebrecht, a construtora do estádio, e mais 400 milhões de isenção de impostos da Prefeitura Municipal de São Paulo.

O custo subiu para 820 milhões de reais. Agora se sabe que esse dinheiro era só para 48 mil lugares e o Governo do Estado vai doar, dar ou distribuir, mais 70 milhões de reais para os assentos que faltam para a capacidade de 65 mil lugares exigida pela Fifa, que é sempre atendida no que quer sem discussão.

Mas espera aí? Antes eram pouco mais de 400 milhões por 48 mil lugares, agora são 820 pelo mesmo estádio de 48 mil lugares e o Governo do Estado arcará com mais 70 milhões para 17 mil lugares?

Esses assentos removíveis serão retirados após a Copa e o Estádio voltará ao “tamanho” normal para os torcedores corintianos.

Bom, se não errei na conta, cada assento sairá por aproximadamente R$ 4.117,00. Caro, não?

Caro se você parar e pensar que serão apenas por no máximo seis jogos da Copa do Mundo.

Se dividirmos esse preço pelo máximo de seis jogos e talvez sejam menos partidas, cada assento custará para os nossos bolsos cerca de R$ 686,16 por jogo.

Custará e não assistiremos, lembre-se disso, pois os ingressos da Copa são cotados em dólar.

São feitos para ricos e turistas, os pobres que vejam os jogos pela televisão, ouçam pelo rádio, ou acompanhem na Internet, mídias que pagam o olho da cara pelas transmissões e ainda são obrigadas a se submeter as regras leoninas da Fifa.

Mas vamos em frente nas contas para 2014.

Se a Fifa cobrar um mínimo de cem dólares por assento nos jogos do futuro Estádio do Corinthians vai arrecadar em cima dos 17 mil assentos colocados com o nosso santo dinheirinho cerca de um milhão e setecentos mil dólares por jogo.

Em seis jogos seriam dez milhões e duzentos mil dólares.

Mas ainda tem mais 48 mil ingressos que também pode negociar a preços até mais altos dependendo dos locais disponíveis no estádio que pelo que se sabe não terá ponto cego.

Se você analisar friamente, 70 milhões de reais não é tanto dinheiro assim para o Governo do Estado de São Paulo, mas mostra de novo a mentira, a desfaçatez dos políticos.

Foi prometido que não haveria dinheiro público no estádio do Corinthians e em nenhum estádio para a Copa no Brasil.

Pois é o que mais tem e podem esperar, vai aumentar muito mais.

Será uma gastança só. Eles não tem vergonha, não ficam vermelhos e não tem medo da justiça e muito menos da prisão.

Eles estão muito acima da lei e não precisam dar satisfação a ninguém.

Me sinto roubado. Será que posso identificar os ladrões?

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • http://BlogdoQuartarollo Rodrigo

    Isso é tragédia anunciada, Quartarollo. Ou alguém realmente achou que iria ser diferente?

  • Leandro

    Se você se sente roubado entre em contato com seu advogado e procure seus direitos na justiça.
    Ou você espera que EU faça alguma coisa por você?????

    Vai te catar, hipócrita.

    Resposta do blogueiro;

    Quê justiça, seu hipócrita?

  • Zona Leste somos nós

    Decrépito:

    Não esqueça de pedir a nota fiscal de serviços:

    Ela é a garantia de sua colaboração para a construção da arena Corinthiana!!!

    Não permita a sonegação!

    Fiscalize!

    Resposta do blogueiro:

    Estou tentando fiscalizar, mas tem muita gente que gosta de ser roubado. Gente como você.

  • Skorzeny

    Quando doaram dinheiro ao Morumbi e ao CT de Cotia vc deve ter se sentido roubado e eu em o governo ter dado isencao (perpetua ) a IPI de automoveis , igrejas e empresas relacionadas a imprensa , como fui roubado…

    Resposta do blogueiro:

    É isso aí, e você quer ser roubado de novo?

  • Elton SPFC

    E isso ae Quartão!! To com tigo e não abro, não precisamos de copa aqui no Brasil. Precisamos de Educação, Segurança, Saúde, Habitação, Emprego, etc..etc…etc… Mas a banda podre nao esta nem ai, e tem um monte de idiota gostando da copa e olimpiadas aqui no pais. Achando que vão ir assistir numa boa os jogos, como se fosse jogos do paulista. Ridiculooo, o Brasil nao vai msm. Odeio politicos, pra mim se salva uma minoria.

    Parabéns pelo post.
    E uma curiosidade , Quartarollo nao e seu sobrenome verdadeiro, foi o Milton Marketing Neves que te apelidou assim? pelo menos foi oque eu li no site dele.

    Um abraço.

    Resposta do blogueiro:

    Não, Elton, Quartarollo é o meu sobrenome de família, mas ocorre que quando eu cheguei em Sao Paulo, na Rádio Gazeta, em 80, ainda existia aquela bobagem de ter nome artístico no rádio e meu irmão no intuíto de ajudar sugeriu Luís Carlos Santos, porque segundo ele eu torço pelo Santos, mas quando cheguei na Jovem Pan o Milton Neves e o José Carlos Carboni, ambos hoje na Rádio Bandeirantes, sugeriram que eu usasse o meu nome original, pois Luís Carlos Santos, com todo respeito é o um nome muito comum, e Luís Carlos Quartarollo não tem homônimo por causa do sobrenome. Aceitei na hora e acho que fiz bem e agradeço a eles, e também ao meu irmão Tony José, hoje na Rádio Capital, que na verdade só quis ajudar.
    Eu não deveria ter aceitado mudar na época, mas era garoto chegando de Piracicaba ainda deslumbrado com a cidade grande. Errei, mas aprendi, meu nome é meu nome, feio ou bonito ele é meu e é assim que vai ser….Obrigado e um abraço..

  • Robinson Crusoé

    Se o Corinthians fosse um clube sério e se os dirigentes corinthianos tivessem um pouco de vergonha na cara, não aceitariam dinheiro público na obra do tal “estádio do Corinthians”. Desviar dinheiro público para atender aos capricho da FIFA e à falta de compostura de um clube de futebol, é um crime imperdoável que se comete contra o interesse público legitimanente tutelado. São Paulo, não obstante seja o Estado mais rico da Federação, também não oferece um serviço de saúde pública a contento, não atende às necessidades fundamentais da educação com escolas e creches e, pior de tudo, não oferece segurança pública de maneira a deixar o povo tranqüilo contra as ações dos marginais. Portanto não pode desviar 420 milhões dos cofres públicos para atender ao nefasto Corinthians, isto porque, se esse timeco quer ter o seu estádio próprio deveria construí-lo com o seu próprio dinheiro. Se é um clube falido, como todos nós sabemos que realmente é, que continue mandando seus jogos no Pacaembu. Está na hora de a Ordem dos Advogados do Brasil e o Ministério Público do Estado de São Paulo tomarem as providências necessárias contra esse verdadeiro abuso. É uma falta de respeito para com o povo paulista! Se todos são iguais perante a lei, conforme diz o princípio constitucional da isonomia, ao dar dinheiro público para o Corinthias a Prefeitura de São Paulo deveria fazer o mesmo em relação a todos os demais clubes do futebol profissional da cidade de São Paulo. Não é justo desviar 420 milhões de reais que pertencem ao povo paulistano e emprega-lo em benefício de um timeco de futebol sem nenhuma representatividade internacional. Onde está o interesse público nessa palhaçada toda? Nós que sofremos para pagar os nossos impostos não podemos concordar com isso. Não aceitamos ver o nosso dinheiro desviado para atender interesses particulares de pessoas inescrupulosas. Se o Prefeito Kassab quer ajudar o Corinthians que o faça com o dinheiro dele e não com o dinheiro que pertence ao povo de São Paulo. Se não houver uma reação imediata da Ordem dos Advogados do Brasil e do Ministério Público do Estado de São Paulo contra esse roubo público, todos nós, paulistanos, paulistas e brasileiros nos sentiremos lesados e, automaticamente, isentos de continuar pagando os nossos impostos. Niínguém é obrigado a contribuir com um governo que desvia o dinheiro do povo de São Paulo em benefício de um clube de futebol. Em 1970 o então Governador de São Paulo, Sr. Paulo Maluf foi obrigado a pagar do seu bolso os veículos volkswagem que havia dado de presente para cada jogador da seleção brasileira pela conquista da Copa do Munco. Pois que a Justiça atue da mesma forma e obrigue o Prefeito de São Paulo, Sr. Gilberto Kassab a pagar do seu bolso, com juros e correção monetária, os 420 milhões de reais que está desviando dos cofres públicos em benefício do Corinthians. Estamos aguardo providências para que o cidadão brasileiro, que ainda acredita neste país, não se torne também incrédulo como já acontece com grande parte da nossa população. Chega de roubo! Chega de palhaçada!!!

  • Julião

    Prezado Quartarollo, e agora que o Tevez não vem mais? Será que eles vão destinar pelo menos uma parte dos R$ 100 MI para pagar impostos ou deixar o governo de fora dessa gastança?

  • Marcio

    Bom dia Quartarollo, Quanto tempo que não passo por aqui!!!

    Sou torcedor do SCCP desde que nasci, sempre sonhei em ter um estadio para ir aos jogos, mesmo morando na Z/S e ser muito mais fácil o Paca, fiquei muito feliz por Itaquera, porem com algumas coisas acontecendo como essa que citou agora, o valor do estadio foi dobrado por causa dos lugares a mais e depois vem com essa conversa fiada, estou sentindo vergonha de ter um estadio assim.

    Porem, não vamos focar somente no Estado de SP, pois o roubo aos cofres publicos vai ser em todas as sedes da COPA de 2014.

    Abraço

  • Futebol

    Tambem me sinto roubado, nos pedagios, na construção do “rouboanel”,construções de metro, inspeção veicular, diminuição de velocidade maxima de 70 para 60 em vias de transito rapidos, com intuito de multar, provavelmente 70 não estava dando o lucro esperado, contrato da Globo com times de futebol. Pior de tudo isto é ver esta imprensa (pessoas) fazer campanha discaradamente para o PSDB/DEM e PT, chegando a falar em radios e tvs, que votou em fulano de tal, como se estivesse cobrando algo(cargo no estado), gostaria de ver o mesmo empenho da imprensa em relação a todas as mazelas do estado. Não sou curintiano, mas contrução do estadio do CUrintias é no minimo menos podre do que reformar Morumbi… MALUF perto dos “PTralhas e PSDemBestas” é amador. Estes que estão ai, são os mesmo que pregavam o fim da ditadura militar, no intuito de implantar a ditadura sovietica(pseudos socialistas de centros academicos), hoje eles negam até morrer. Geraldo dou um desconto, porque ele só esta lá (PSDB, lugar errado).

  • Felipe Arthur

    É uma vergonha! Eu sou corinthiano mas estou revoltado com essa situação e fico ainda mais triste de ver outros corinthianos apoiando a idéia única e exclusivamente pelo fato do estádio ser do para o nosso time. Quer dizer que se é pro “nosso” interesse a corrupção e abuso de verbas públicas é válida? Outra coisa que também não concordo é ver torcedores de outros times criticarem também apenas pelo fato de ser para o Corinthians. Se fosse feita reforma no Morumbi o dinheiro ia vir de onde?
    Essa desculpinha esfarrapada de desenvolvimento para a ZL é balela e quem acredita nisso é, no mínimo, ingênuo. Se fosse de interesse do poder público o desenvolvimento da região as obras seriam feitas da mesma forma sem precisar do estádio como “desculpa”.
    Mas vamos começar pelo princípio. Essa Copa do Mundo aqui, por si só, já é um absurdo, né não?
    Abraços Quarta.

  • Rodolfo

    A cara de pau dos nossos governantes é uma coisa monumental. A atitude de liberar dinheiro do nosso governador é uma das coisas mais nefasta possivel. Justamente ele que batia no peito e dizia ” O governo nao vai colocar um centavos em estadio apenas em seu entorno” Essas cadeiras entao vai ser colocada fora do estadio.
    Eu tinha uma esperança que o Ministerio Publico nao deixaria isso acontecer , mas …….
    Eu ainda tenho duvidas sobre a abertura ser em Sp , acredito que isso que dizer sobre se em Sp a abertura é apenas fumaça para o Corinthias conseguir seu beneficios , lá na frente a abertura vai ser fora daqui.
    Tem mais pior mesmo é ver as lagrimas de crocodilo de Andrés, isso é pra quebra mesmo nao é.

  • milton

    Não se sinta roubado e inerte.
    Lute por seus direitos previstos na Constituição Federal.
    O caso é de Ação Popular.
    O povo precisa reagir e não somente assistir.
    Chega de dar risadas sobre a roubalheira neste país.
    Parece cômico, mas é trágico.
    Cada povo tem o governo que merece.

  • David Casimiro Moreira

    Mais uma vez uma reação de indignação cidadã que ajuda a se ter esperança.

  • costanzo di cicco

    Quartarollo,
    Fica muito facil identificar quem sao os culpados, principalmente nos o povo que votamos errado colocamos politicos sem a minima capacidade intelectual e tremenda falta de carater, a lista com os insanos que aprovaram este assalto aos cofres publicos foram divulgadas,sabemos os nomes de todos eles e tenho certeza nas proximas eleiçoes iremos eleger novamente esta corja sabe porque? somos burros ,isto mesmo o povo de SP e do Brasil sao burros nao sabem votar, o que esperar de um povo que vota por um ¨¨Bolsa Familia¨¨ devemos parabenizar o Sr. Andres Sanches este sim ¨¨ESPERTO¨¨ precionou na hora certa e conseguiu junto as seus pares um estadio de graça ,que nos iremos pagar, quanto a Alckim sera sempre um politico sem carisma e atitude, por isto perdeu força dentro de seu proprio partido,nunca passara de mero coadjuvante, Kassab este devemos nos preocupar suas ultimas atitudes demonstram bem com quem estamos lidando, por isto amigo jornalista que acompanho sempre ,divulgue sempre que possivel os nomes destes usurpadores de dinheiro publico pois o povo Brasileiro tem memoria muito curta.

  • Joaquim Paulino Leite Neto

    Quartarollo: Vc. é um homen experiente e experimentado. Acha que com 820 milhoes mais 70 milhoes não daria para construir 10 escolas equipadas com o que há de mais moderno em termos de ensino?. O senhor acha realmente que esta na hora do Brasil sediar um evento tão caro, enquanto há muitos brasileiros morrendo, esperando por um simples exame ? O brasil vem brincando de grande, quando não passa de uma republiqueta mal educada e muito mal de saúde. Como seria bom se tivessemos bons administradores e negociadores. Hoje o Brasil tem uma terceira moeda. “alimento e agua” Vamos trocar isso por aducação e saude para posteriormente sediar qualquer evento. Os paizes Europeus estão sem dinheiro e jamais faria a loucura de sediar uma copa. Ai vai o babaca do lula e traz para o Brasil esta fonte de corrupção e enriquecimento de muita gente. Principalmente do PT e PMDB.

  • Marcio Kimoto

    Quartarollo, parabéns por mais um texto fantástico. Acompanho todos os dias o seu blog, e me sinto um pouco representado por seus textos, principalmente aqueles que não falam diretamente de futebol, que aliás gosto muito também. Sua indignação pode ter certeza, é minha e de outros milhões de paulistas também.
    Mas no fim, tudo vira pizza, ou estádio…
    Continue sendo o grande repórter que você é, acima de tudo! Parabéns

  • JEF

    Luís Carlos, bom dia. PARABÉNS……………..
    Eu também me sinto e, o pior, sem ter como lutar. Em meu facebook já chamei o Ministério Público , a OAB e mais um monte. Respostas: dor de cotovelo por eu não ser corintiano.
    Muito além de não ser torcedor do SCCP, sou brasileiro, pago impostos e me sinto um babaca. A rataiada todo se farta, RT, Sanches, e mais um monte………e nada acontece.
    Que força este cancer do RT tem…….impressionante. De qq forma existem pessoas como vc, o Flavio Prado, o Juca Kfouri , e mais um monte , que são do bem. Pena que não consigam derrubar este crapula.
    Mas além dele, tem 2 que não passam na minha garganta………..KASSAB e agora o ALKIMIN ( QUE DESPERDICIO DE VOTO)…………..enfim esta é a vida de idiotas convíctos como nós.
    abs

  • José Alfredo

    Nada para se surpreender mais, Quarta.

    A mascara cai meeeesmoooo, e nem vermelho se fica!

    A corrupção comendo solta lá no Planalto, no Ministério do Transporte, onde 16 já “dançaram”, entre eles o próprio Ministro, e o Ministro Paulo Bernardo vem a público e solta esta: “…sabe o que é, o orçamento do Transportes é muito grande, 13 bi, é muito dinheiro, é impossível não ter coisa errada…”.

    Traduzindo: é tanto dinheiro, que se justificam as “maracutaias”, para usar um termo comum por lá.

    Ainda lá no DF, tem uma promotora que foi pega, em filme grampeado pela PF subornando o Governador (“coloca na meia”). Pois bem, cada vez que é convocada para depoimento, sempre bem vestida, carregada de jóias, na saída, a dita cuja vendo as câmeras de TV, dá um chilique, simula um desmaio e sai carregada.

    Em uma cidade do interior de São Paulo, Martinópolis, o prefeito suspendeu o pagamento dos servidores. Diz que por falta de dinheiro vai pagar apenas uma parte, escalonada por ordem alfabética, mas ao contrário, começando pela letra Z. Um exemplo de altruismo, se não fosse o fato do nome dele começar com a letra W.

    O Macarrão, lembram dele, o “parceiro” de empreitada do ex-goleiro Bruno, declarou ontem que o sangue encontrado na carro do jogador era mesmo da tal da Elisa. Como, perguntaram, depois de um ano voce vem com essa? Respondeu candidamente “…não fui perguntado no inquérito…”

    Porisso não se surpreenda mais com isto tudo. É assim que se faz. A gente já sabia, quando o Brasil foi escolhido.

    Claro, só quem se surpreendeu ontem naquele convescote das “otoridades” lá na ZL, foi o Andrés. Dizem que até chorou.

    É MUITA CARA-DE-PAU

  • Luiz

    Quartarollo….Quartarollo….e os benefícios que esse estádio trará a nós paulistanos?

    flanelinhas……guardadores de carros……barraquinhas de cachorro quente….ambulantes vendendo pipoca, amendoim, sorvete, balas, camisas dos clubes, bandeiras e faixas e claro muitos cambistas. QUANTO ISSO REPRESENTA DE RECEITA A SOCIEDADE QUARTAROLLO

    Ainda Quartarollo, teremos tubulações de esgoto (saneamento) para a merda e xixi dos torcedos. água encanada, luz e asfalto nas redondezas do estádio.

    Fora tudo isso Itaquera terá um “museu” onde os habitantes da região poderão passear com suas famílias e deslumbrarem (do lado de fora) o estádio…..além é claro de planejarem um bom fraquinho com farofa.

    Ainda mais Quartarollo, mostraremos ao mundo que somos capazes, que temos construtoras eficientes, políticos ageis nas soluções e dinheiro de sobra.

    Em dia de catastrofes na cidade de São Paulo teremos um estádio acolhedor para mais de 40.000 pessoas se abrigarem.

    E as igrejas Quartorollo, como serão lindos os cultos ali praticados.

    Desculpe Quartarollo depois de tudo isso exposto acima você ainda discorda do estádio? Pra mim não tem preço essa obra tão social a nós paulistanos.

  • Luiz

    ah…que ilusão…….das letras do Chico Buarque “apesar das flores”……Geraldo Vandré “pra não dizer que não falei das flores”….aquelas mãos singelas(que se tornaram sujas) estendidas ao alto com grito de liberdade já, abaixo a repressão

    Como eu gostaria de hoje de ver compositores escrevendo “apesar dos políticos”….”pra não dizer que não falei que aquele tempo era melhor” …. só o tempo nos mostra a verdade.

    Com certeza nossa “democracia” serviu e serve para alguém….pra mim não foi e para você?

  • Alan

    Sei lá..o Coritnhians anunciou em setembro do ano passado que iria construir um estádio para 48 mil pessoas, a prefeitura se interessou em usa-lo para que não fosse preciso construir outro estádio que ficaria sem utilidades pós copa, bom…o prefeito diz que todo esse investimento será recuperado e a cidade podera lucrar sendo uma das sedes, se isso se cumprir faz sentido trabalhar o dinheiro público numa espécie de investimento, ai acredite quem quiser nessa história e fiscalize quem pode e se interessa, só acho uma coisa…se a prefeitura quer a copa em são paulo que pague por ela…e todos que se sentem prejudicados reclamem, mudem seu voto, faça abaixo assinado, eu acho uma boa são paulo ser uma das sedes.

  • mauro nascimento

    CAro Quartarollo tenho difilcudade de entender certas coisa então peço a vc alguma paciencia, senão veja o Governo vai pagar 70 Milhões de Reais para construir 20 mil lugares no Itaquerão, por qual Motivo?Até a ultima segunda feira, salvo engano o Corinthians estava oferecendo 40 MIlhões de Euros por um jogador, acho que esse valor é maior que o valor que o Governo quer dar ao Corinthians ou estou enganado?Sera que o Alkmin não quer ficar para traz ja que o Kassab espera colher Bonus politico com a torcida em eleições futuras, com as insenções para construção do Estadio, sei que alegam que essa Lei ja existia, agora porque sera que os empresarios nunca utilizaram desta lei?Sera que a chamada infra-estrutura, como rodovias, metro, hospitais, escolas não tinham tanto interesse quanto agora ou a visibilidade para ganho politico?

  • Alberto

    A construção do Fielzão é a obra mais patrulhada da história do Brasil.

    Nunca antes na história deste país se viu tamanha profusão de questionamentos econômicos, urbanísticos, legais, morais e existenciais a respeito de uma obra. Onipresentes na internet, nos jornais, nas rádios, nas tevês, no Executivo, no Legislativo, no Judiciário, nas ruas…

    Partindo do pressuposto de que não há preconceito e discriminação clubísticos nesses questionamentos, pode-se afirmar que a sociedade brasileira (ou a paulista, de modo particular; ou a paulistana, de modo ainda mais específico) atingiu um patamar de consciência cívica invejável. Compatível, mesmo, com a atual e crescente importância do Brasil no mundo.

    É de se esperar, portanto (ainda a partir do pressuposto de que não há preconceito e discriminação clubísticos nos citados questionamentos), que igual vigilância seja exercida em outras obras (principalmente as grandes) presentes e futuras. A começar, para ficar restrito ao âmbito das obras vinculadas à realização da Copa de 2014, pela criação de uma manada de elefantes brancos em Brasília, Manaus, Cuiabá, Natal – estádios em cidades com futebol semi-amador. Continuando pela bilionária (e nunca finalizada) estimativa de gastos para a (mais uma) reforma do Maracanã. E com atenção especial para a construção do Monotrilho do Morumbi (que não será utilizado na Copa) – mais de R$ 3 bilhões “garimpados com o Lula e o Serra para resolver os problemas de mobilidade urbana do estádio do SPFC” (palavras do presidente sãopaulino).

    Novos alvos não faltam para serem abrangidos pela campanha cívica movida, no momento, apenas de encontro ao Fielzão. A não disseminação dos questionamentos econômicos, urbanísticos, legais, morais e existenciais ao Fielzão para outras grandes obras colocará sob suspeita o pressuposto de que não há preconceito e discriminação clubísticos nos obsessivos questionamentos ao novo estádio corinthiano, local da cerimônia de abertura da Copa de 2014 e poderoso catalisador do desenvolvimento da populosa e carente zona leste paulistana.

  • silvio d`Amenti junior

    Quartarollo,como pessoa politicamente correta que é(quando se trata de Corinthians)você deverá pedir para não transmitir jogos de lá.
    Por favor não vá,assim você também não vai ao panetone,maracanã,mineirão e outros.
    E o Corinthians fica livre de mais um inimigo,mas fique tranquilo,o Kassab está construindo o Hospital Cotovelex,especializado em dor de cotovelo,assim que possível,marque uma consulta por lá.
    Em tempo,o governo deveria pagar pela existência do Corinthians,afinal é o time do povo,e por ser simples e pura paixão,desperta a inveja da imprensa paulista,que é elitista prá caramba.
    Abs

    Resposta do blogueiro:

    Duvido que o Kassab esteja preocupado em construir algum hospital, mesmo esse citado para você. Ele agora quer fazer um Centro de Convenções em Pirituba. Isso dá um dinheiro danado também, viu Silvio.

  • marcos

    Olá QUARTA, MUITO BOA TARDE !!!!!

    PARABÉNS pela coragem !!!!! Não vou me estender muito, porém sua matéria está FANTÁSTICA!!! Não se trata de trocermos para o Palmeiras, Corinthians ou Nogueirópolis !!!! Trata-se DE UM ROUBO a quem trablaha e paga seus impostos!!!!! A perguntá agora É? O que devemos fazer para impedir este DESPERDÍCIO de dinheiro Público!!!! E quem achar ao contrário como alguns hipócritas acima do VAI CURINTIA QUE VENHA pagar meus impostos!!!! Trata-se de um assunto MUITO SÉRIO!!! AJovem Pan como nossa voz deveria REALMENTE tomar uma atitude mais séria!!!! Ou queremos ver o Sr. Andrés Sanches chorando de felicidade por ver sua conta corrente CRESCENDO!!!! Quarta, Terá o MEU TOTAL APOIO na ação que quizer tomar!!!! BANDO DE HIPÓCRITAS!!!!!!
    PARABÉNS

  • moises

    Tá se sentindo roubado??? Vá embora do meu BRASIL e deixe nós em paz babaca>

    Resposta do blogueiro:

    Nossa, como você é idiota. Esse era um bordão dos militares que atrasaram o país em mais de 20 anos. Brasil, ame-o ou deixe-o, pois muita gente que o deixou provou que o amava mais do quem ficou e destruiu tudo por aqui, inclusive a educação que hoje permite alguém escrever tão mal e por não ter argumentos plausíveis chama outro de babaca…Tchau, general…E quem ficou na época roubou muito também, você tá querendo repetir o ato deles é?

  • helio de mello

    Cada vez mais desacredito na classe política. Alguns que comprovaram algum bom senso e respeito à probidade administrativa, infelizmente, já morreram.

    Só para citar uns poucos, se estivessem em cargos executivos, um Jânio Quadros, um Itamar Franco, um Mário Covas, com toda a certeza não estaríamos servindo de capacho para a CBF e para a FIFA e, muito menos, sendo assaltados dessa maneira tão vergonhosa.

    Acho que só sairemos dessa situação vexatória, como cidadãos brasileiros, o dia em que tivermos uma Constituição de Verdade, que tire dos políticos-politiqueiros, o poder de “LEGISLAR EM CAUSA PRÓPRIA”.

    Enquanto isto não ocorrer, eles irão legalizando tudo o que nos parecer ilegal e imoral…

    Resposta do blogueiro:

    Mas a bem da verdade que a Dona Dilma, nossa presidenta, até agora não recebeu o senhor Ricardo Teixeira em Brasília. Está deixando o cara bem longe dela demonstrando que não tem interesse em se aliar a ele, não sei até quando vai aguentar isso, se bem que colocou o indefectível Orlando Silva para segurar a sacola do presidente da CBF.

  • corinthianseafins.blogspot.com

    E desinformação sua Quartarollo, não é roubo…
    As arquibancadas são provisórias, NADA FICA NO CORINTHIANS para o uso em campeonatos próximos… Esses R$70 milhões é o custo das poltronas (exigencias da FIFA), transporte, instalação e remoção e são para garantir a abertura da Copa e assim, o estado e o povo lucrar R$ 1,5 BILHOES; se vc tivesse um negocio em que vc tivesse que investir R$70 reais para ganhar depois R$1.500, vc investiria?!.. isso é só o estimado; os ganhos com propaganda mundial da cidade não podem ser calculados… Desde o começo Andrés ja disse que não poderia construir um estadio para 68 mil… e afinal, nada ficara no Corinthians como ja acontece na Formula 1, virada cultural e na Indy

    Resposta do blogueiro:

    Ah, bom, agora estou mais tranquilo. Depois das suas expicações tão bem embasadas, os paulistanos podem respirar aliviados. Vai melhorar para tudo mundo. Muito obrigado.

  • Fernando SPFC

    Quartarollo, parabéns por se posicionar de maneira digna sobre o tema.Você e mais uns 2 ou 3 jornalistas estão se mostrando sérios ao opinarem sobre a roubalheira e doação de dinheiro público para o Chiken Arena.Os demais estão se omitindo com medo de se queimar.Eles não percebem que estão sendo marcados por nós cidadãos lesados assim como o kassab, o Ricardo Teixeira e agora no final o Alckmin também.A mídia, numa visão geral, está se calando sobre essa pouca vergonha.Portanto parabéns por ser exceção entre os jornalistas omissos.

    E KASSAB NUNCA MAIS!!!!!!!!!!!

  • ademar moraes

    É Quartarollo, lendo algumas manifestações no seu blog chego a triste conclusão que o último sensato, honesto e patriota não deve esquecer de apagar a luz quando sair. Que coisa virou este Brasil? Alem da ignorância que impera, tem tambem a intolerância as críticas corretas. Tenho muito a temer pelo futuro deste país, apezar da sua previlegiada natureza. Esses políticos safados(como esse kassab) é que produzem estas barbaridades, fazendo demagogia barata que agrada os iguinaros. Sei não que fim vai ter isso. Parabens pela sua narrativa e concordo totalmente contigo, pois tambem me sinto roubado e sem justiça para recorrer.

  • pascoal

    Quarta,
    Eu estava num almoço em que estava o ex-Presidente e entao candidato a prefeito de SP, o Sr. JQ, naquela cervejaria que ficava no Paraíso, quando um dos donos de uma revenda perguntou ao JQ: “Excelência, com toda essa maciça campanha contrária que fazem os jornais de SP, como o Sr. espera ser o vencedor nas próximas eleições? JQ respondeu: “Meu amigo, apenas 2% da população lêem jornais… o meu eleitor de Sapopemba nem sabe dessa campanha dos jornais…”.
    Pois é, enquanto o assunto estiver restrito aos blogs e jornais e não sair no JN, a grande massa da população nem desconfia do que está acontecendo.
    abs.

  • Paulo

    E com todo esse barulho, São Paulo vai ganhar com o maior evento do futebol mundial – e muito. Diferentemente do que ocorreu com a construção do Morumbi, em terreno “doado” pela Imobiliária Aricanduva, de propriedade do ex-Governador Adhemar de Barros ( que bondade, hein, não fora todo o patrimônio, quanto à origem ). Morumbi, por sinal, construído com injeção clandestina de recursos públicos ( mas também abertamente, através do famigerado carnê paulistão, de triste memória para os professores da rede pública paulista ), nos já conhecidos Governos Adhemarista e Laudista, e cujo proprietário – o SPFC – sequer a praça prometida em contrapartida doou à comunidade local – o que, surpreendentemente, não é questionado pelos “cidadãos paulistanos” acima postantes, aparentemente tão indignados com o “Fielzão” ( ou “Roubão”, como você, Quartarollo, desdenhosa e irresponsavelmente o chama ) e nem pelo probo Ministério Público estadual, tão vigilante quanto às contrapartidas em relação ao estádio de Itaquera. SPFC, a propósito, que vai ganhar indevidamente uma estação de metrô ( ou deveria dizer de monotrilho? ) e um estacionamento orçado, preliminarmente, em 3 bilhões de reais, por conta exatamente da realização da Copa do Mundo, com dinheiro do PAC, sem questionamentos quanto à sua pertinência dentro de uma escala de prioridades estabelecida pela própria Companhia do Metropolitano de São Paulo, mesmo, pasmem você, sr. Quartarollo, com o fato sabido da exclusão, há um ano, do estádio são-paulino da Copa do Mundo. Quem seria, então, o maior beneficiário do evento FIFA dentre os clubes paulistanos? Pra não falar de isenção fiscal em Cotia, por exemplo ( nada a ver com a Copa, porém tudo a ver com a discussão lançada pelo blogueiro no presente post ) ). Pausa para reflexão…

  • josemir

    pois é Quartarollo!!
    é de dar nojo!!!
    só vejo vc. falar sobre isso.
    eu vejo jornalista dizer que a diretoria do SPFC é arrogante!!
    e chamar o presidente do sccp de um bom presidente.
    na minha opinião isso é coisa dce Policia!!!
    o que o tal do rt. falou na entrvista dele era pra ser preso!!!
    e o pior de tudo isso é ver a ironia do cara de areia mijada debochar de todo mundo!!
    essa semana foi noticiado que em Salvador nem quem tem convenio médico esta tendo vaga pra emergencia nos hospitais.
    e ainda gastam bilhões com estadios.
    é uma roubalheira geral!!!
    eu me sinto roubado tambem, mais calma!!!
    estamos só no começo, vem mais por ai!!!
    e com seu comentário só aumenta a minha admiração por vc. como jornalista!!
    vc. sempre faz as perguntas que nó queremos fazer.
    vc sempre escreve o que queremos de um jornalista que tem ética,PARABENS!!!!

  • Skorzeny

    UOL distorce tradução sobre o Corinthians

    Por Walter Falceta Jr. em 21/07/2011 na edição 651

    Às 19h12 de 13 de Julho, o UOL, provedor de conteúdo digital da Folha da Manhã, empresa que edita a Folha de S. Paulo, despertou em parte de seu público uma dúvida: a opção pelo equívoco em suas traduções resumidas deriva de improbidade ou de ignorância?
    Em pouco mais de 1,8 mil caracteres, alinhados na seção de esportes, o portal transformou em polêmica notícia a reação do britânico Daily Mail à proposta do Corinthians pelo atacante argentino Carlos Alberto Tévez, atualmente atleta do Manchester City.
    A matéria de Dan Ripley, publicada no dia anterior, tinha pouco mais de 6,5 mil caracteres e procurava informar o leitor sobre o clube brasileiro que se dispunha a gastar, até aquela data, mais de 40 milhões de euros na transferência do atleta. O título é este: Are Corinthians right for Tevez? Sportsmail looks at the Brazil side chasing Carlos.
    O texto cita a ótima campanha do alvinegro paulista no Campeonato Brasileiro, os planos para a construção de um estádio para 68 mil torcedores e ensina que o nome do clube se constitui em homenagem ao Corinthian inglês, que excursionou pelo país em 1910.
    Em seguida, o jornalista faz uso de 322 caracteres para lembrar da façanha de janeiro de 2000, quando a agremiação conquistou o primeiro Mundial de Clubes da FIFA. Ripley afirma que os torcedores do Manchester United têm uma razão para se lembrar do time de Dida, Edu e Freddy Rincón.
    O texto reconta a história do torneio: United and Real Madrid failed to even reach the final as Corinthians defeated national rivals Vasco da Gama on penalties.
    Em seguida, afirma que o clube tem 26 títulos paulistas, naquela que o autor classifica como “Brazil’s strongest region of football”. Completa o parágrafo afirmando que seus rivais Palmeiras, Santos e São Paulo têm mais campeonatos nacionais. Em seguida, porém, lembra que o Corinthians conquistou três vezes a Copa do Brasil.
    O Daily Mail destaca a rivalidade local e o papel dos trabalhadores imigrantes na fundação da agremiação. Por conta dessas raízes, o clube é considerado pelo autor como “historically left-wing”. O jornalista ainda aponta Sócrates como o principal ídolo do alvinegro (an inspiration on-and-off the pitch), além de citar outros craques, como Rivellino e Ronaldo.
    Em um texto direto, sem artifícios de exaltação, recorda também dos problemas gerados pela parceria com a MSI (Media Sports Investment), do rebaixamento para a Série B, em 2007, e da traumática desclassificação para o colombiano Tolima, na Libertadores de 2011.
    No entanto, ao apresentar o rico material dos colegas britânicos, o UOL escolheu o seguinte título para sua própria matéria: “Ingleses fazem guia sobre o Corinthians: time regional e esquerdista”.
    Os leitores familiarizados com o futebol sabem muito bem o que significa chamar um time de “regional”. Significa que não tem qualquer expressão nacional e internacional. Soa, quase sempre, como um insulto.
    No atual jornalismo de reprodução e tradução, primo do famigerado sistema “gilette press”, o instrumento mais utilizado é a pinça. Quase sempre, ela é manipulada para atender aos interesses políticos e ideológicos da empresa de comunicação ou de seus colaboradores jornalistas.
    Nesses casos, separa-se meticulosamente o que possa humilhar, desqualificar ou criminalizar a personalidade ou instituição em foco no texto estrangeiro. Se não há algo realmente desabonador, exagera-se na apresentação de eventuais vícios ou defeitos da vítima. Em casos extremos, recorre-se à farsa da invenção.
    O UOL afirma que “o Corinthians não é muito conhecido na Europa”. E para justificar essa troça introduz a expressão “regional” no título de sua matéria. A expressão – reafirme-se – não foi utilizada no material do Daily Mail. O termo “region”, acima exposto no contexto original, aparece apenas para valorizar o futebol paulista.
    No material que não recebe assinatura, exceto um anônimo “UOL Esporte”, frauda-se com descaro a linha de raciocínio e a argumentação da fonte noticiosa. A importância do Mundial de 2000 é reduzida. Em seu lugar, ganha espaço o lugar-comum do escárnio, a tentativa de desqualificação da instituição-personagem.
    No dia 14, o UOL voltou à carga. Em sua primeira página, estampou, sob a imagem de Tevez, em vermelho, a pergunta “Quantas Libertadores ganhou?”. Abaixo, noticia um quiz sobre o Corinthians publicado pelo Guardian, também britânico. São dez perguntas, e o UOL pinçou a que lhe convinha para exercitar o jornalismo de molecagem.

    O jornal como peça de provocação

    Neste caso particular, o trabalho de desconstrução da verdade exibe-se na cancha da cobertura esportiva. O paradigma do esculacho, no entanto, tem sido reproduzido em outras editorias dos principais jornais. Para definir esse comportamento, vale recorrer à expressão “complexo de vira-lata”, cunhada pelo dramaturgo e escritor Nelson Rodrigues em suas reflexões sobre o futebol e a cultura nacional.
    Qualquer retalho de letras norte-americano ou europeu que condene, critique ou insulte o Brasil e os brasileiros ganha imediatamente destaque na grande imprensa paulista, especialmente quando reproduz os mitos que nos atribuem imperfeições natas associadas aos conceitos de inferioridade e incompetência.
    Vige a regra, por exemplo, de que o país não pode exercer sua soberania, exceto se os movimentos da Justiça ou da diplomacia seguirem a reboque das velhas potências.
    Nada mais natural, portanto, que a ascensão de um clube de origem popular seja vista como anátema pelos escribas da Barão de Limeira. Em sua obra cotidiana de zombaria esportiva, o UOL despreza os mais elementares princípios do jornalismo, assim como logra seus leitores, muitos deles consumidores pagantes dos serviços de seu provedor.
    Os jornalistas bem podiam investir a energia da caçoada em serviço informativo. Gerariam mais valor se explicassem o porquê da referência ao “esquerdismo” corinthiano.
    Anotariam um tento de comunicação se contassem, por exemplo, que o alvinegro não tem origem no proselitismo marxista, mas sim no anarquismo operário, essencialmente mutualista, que mobilizava as multidões do bairro do Bom Retiro, há um século.
    Teriam explicado que esse caráter universalista foi responsável pela mistura de tanta gente distinta, dos carroceiros italianos aos negros do serviço braçal, das costureiras espanholas aos comerciantes sírios e libaneses da Rua 25 de Março, dos japoneses bananeiros do Mercadão aos valentes nordestinos importados pela construção civil.
    Um jornalismo culto e responsável mostraria que outros clubes carregam esse ethos popular na cena esportiva brasileira. É o caso do carioca Vasco da Gama (instituição que foi fundamental na luta contra o racismo no Brasil), do pernambucano Santa Cruz , do cearense Ferroviário e do gaúcho Internacional, entre outros.

    Atenção ao próprio rabo

    Nas páginas dos principais diários, sobra indignação quando a paixão do futebol se converte em conflito e violência. A mídia nunca se vê, no entanto, como generosa fornecedora do combustível para esse tipo de embate bestial. Basta uma passada de olhos pelos comentários abaixo das matérias para se ter noção clara das calamidades que esse tipo de jornalismo patrocina.
    A cultura pop oferece várias leituras dos embaraços gerados pelo desconhecimento da língua e do pensamento do outro. Em homenagem ao método do UOL, que se pince aqui o mote de Lost in Translation (Encontros e Desencontros, 2003), dirigido por Sofia Coppola, com Bill Murray e Scarlett Johansson.
    No filme, os personagens principais encontram-se em Tóquio, perdidos por desconhecerem o idioma e os costumes locais. Por conta dessa aflição, no entanto, estabelecem uma parceria marcada pela cooperação e pela busca de seus verdadeiros sentimentos. Cientes da própria ignorância, buscam paciente e respeitosamente decifrar o lugar e seus habitantes.
    A obra cinematográfica oferece, sem pieguice, uma inteligente lição de civilidade. Trata-se de bom exemplo para quem, na hora de traduzir e comunicar, predispõe-se a trocar o embuste pela instrução.

    [Walter Falceta Jr. é jornalista]

  • A VERDADE !!!

    É impressionante como tem Zé Mané lendo Esportes no Brasil. Os caras não percebem a importância das coisas ou não querem compreender. Se a Copa 2014 será no Brasil, a cidade de São Paulo precisa abrir ou fechar o evento. No Morumbi, um lixo de estádio, não dá para fazer nem uma coisa e nem outra. Logo, usando de um silogimso categórico simples (para não dizer simplório), a cidade precisa de um novo estádio.

    Poderia ser o Palestra Itália? Sim, claro. Mas a dita futura Arena Plaestra é pequena demais. Faltou, talvez, uma maior visão para os dirigentes palestrinos. Paciência. Então, nada mais natural, que se fazer um novo estádio. E Fifa apostou na ampliação do Itaquerão, a princípio para 45 mil pessoas. E mais: é o clube que irá construí-lo. Dinheiro público entra como incentivo fiscal, não isenção de impostos. Como tem gente burra nesse mundo.

    Zé Manés acham que o dinheiro da Prefeitura (R$ 450 milhões, por aí) deveria servir para hospitais, escolas e tudo o mais. É verdade. Mas essa grana só apareceu por causa da construção do Itaquerão para ser a abertura da Copa 2014. Nunca, jamais, em tempo algum a Câmara Municipal iria destinar tamanha verba de livre e espontânea vontade. Quem acredita nisso, crê no Gasparzinho, no Papai Noel, na Fada do Dente, no Bamby do Walt Disney e no Coelhinho da Páscoa. Vereadores nunca estiveram nem aí com a carência da Zona Leste, com raríssimas exceções.

    Vamos deixar de teatro e lamentos clubísticos, por favor. Copa é um evento magnífico e trará inúmeros benéficos para o Brasil no geral. Cabe ao povo brasileiro fiscalizar os excessos, o que não é o caso do Itaquerão.

    E assim caminham a cegueira, a burrice e a mediocridade…

    Resposta do blogueiro:

    E assim caminham a cegueira, a burrice e a mediocridade, mesmo para quem se intitula como VERDADE

  • angelo

    sou professor da rede estadual de são paulo…..
    SERÁ QUE ESTES 70 MILHOES FORAM EXCLUIDOS DO NOSSO REAJUSTE SALARIAL?

    Isso sem contar com a isenção do IPTU da capital…
    SERÁ QUE TEREMOS MAS BURACOS NA RUA… MENOS CRECHES E OUTRAS COMO SAÚDE????

    aliás, deixo a sugestão para nome do estadio chapa branca….. é o IPTUZÃO

  • Cleiton Ferreira

    UNIÃO DA CLASSE JORNALISTICA CONTRA UM MAL.

    Se vocês jornalistas não querem dinheiro publico no Itaquerão, porque vocês não apóiam o Morumbi?
    Se vocês jornalistas querem tanto o Morumbi na Copa, porque vocês jornalistas não se unem em prol do Morumbi?
    Se unem a favor do Morumbi e façam uma campanha feroz em prol do estádio.
    Ou será que vocês realmente querem o Morumbi na Copa?
    Vocês jornalistas são ou não são uma classe unida, ou seja, um parceiro do outro.
    Já que vocês querem tanto o Morumbi na Copa, preparem um documento a favor do Morumbi e levem a FIFA.
    O Morumbi na Copa seria uma grande derrota ao Ricardo Teixeira.
    O Ricardo Teixeira se empenhou para tirar o Morumbi da Copa. Foi a prioridade dele. O Ricardo Teixeira pensou mais em tirar o Morumbi da Copa, do que em resolver os problemas dos aeroportos.

    Se vocês jornalistas estão tão incomodados como Ricardo Teixeira, porque vocês jornalistas não se unem contra ele Ricardo Teixeira?
    Se unem contra o Ricardo Teixeira e façam uma campanha feroz contra ele.
    Ou será que vocês tem medo de sofrer represálias dele Ricardo Teixeira?
    Já que vocês querem tanto o fim do Ricardo Teixeira, vão a Brasília exigir que os Deputados investiguem o Ricardo Teixeira.
    Uma investigação ao Ricardo Teixeira seria uma outra grande derrota do Ricardo Teixeira.

    Eu percebo que tem muitos jornalistas bancando o moralista.
    Mais o que eles fazem?
    Falam mal do Ricardo Teixeira.
    Falar até papagaio fala.
    Graças ao povo conformado e aos jornalistas que só falam mal (falar até papagaio fala), o Ricardo Teixeira vai roubar pra caramba.
    Eu estou sugerindo a classe jornalística se unir contra esse mal.
    A classe jornalística deveria fazer uma campanha feroz contra o Ricardo Teixeira, assim como a imprensa inglesa esta fazendo contra a FIFA.
    Sem isso que estou sugerindo, o Império na CBF vai continuar e o Ricardo Teixeira vai roubar pra caramba.
    Você que é jornalista e esta lendo esse texto vai deixar o Ricardo Teixeira roubar pra caramba ou pegar o telefone ligar para um colega de profissão e sugerir que ele faça parte dessa turma de jornalistas que vai enfrentar esse mal chamado Ricardo Teixeira?
    Jornalistas que poderiam se unir contra o Ricardo Teixeira: Vitor Birner, Juca Kfouri, Paulinho, PVC, Benja, Rede Record, Rede TV, Jornal Lance, Folha de São Paulo, Fernando Sampaio, Quartarollo… Você conhece outros que podem fazer parte dessa lista?

  • LEANDRO SANTOS

    ola quarta tbm me sinto roubado apesar de ser corinthiano tenho vergonha dq está acontecento

  • Renato Diniz

    Caro Quartarolo, você se sente roubado, no Brasil há sempre inversões de valores, tudo agora é motivo para falar do estádio do corinthians, valores, orçamentos, disperdício de dinheiro público, oras isso ocorre todos os dias e em todos os lugares do Brasil, porque será que você quer se aproveitar desse assunto, alías não é só você, cerca de 90% da população não sabe quanto o governo tem de orçamento e quanto arrecada, vivemos numa ilusão e com paradigmas de emoções clubísticas, que encobrem devidamente o nosso ímpeto de realmente mudar as coisas e as pessoas no Brasil, apontar o dedo nessa hora só para aparecer? ah faça-me o favor…se você se sente roubado, então não vote e convença os outros a não votarem nos políticos que aí estão, faça essa campanha e amplie essa discussão, mas falar apenas de estádio, fica a impressão de um santista com dor de cotovelo….

    Resposta do blogueiro:

    Como você disse, é mesmo uma inversão de valores e meu assunto é futebol é por isso que falo do estádio do Corinthians, mas acho que você tem razão, muitas coisas graves acontecem e torcedor discute por seu time e não por sua vida. Nisso você está certo.

  • PEDRO EDUARDO DE ANDRADE

    VAMOS RESUMIR ASSIM: COPA DO MUNDO (ABERTURA), NO MORUMBI E A CONSTRUÇÃO DO ESTADIO DO CORINTHIANS, COM CERTEZA NÃO HAVERIA ESSA HIPOCRESIA…

  • Deivison

    Ainda tem alguns patifes que defendem essa roubalheira… é triste, mas o Brasil vai pagar caro por essa Copa e essa Olimpiada no Rio… Eu acredito que o tempo vai mostrar quem diz a verdade… eu aposto que você, Quartarollo, está com a verdade.

  • El Ateneo

    Bom dia Quartarollo,

    Do jeito que essa situação toda está caminhando, o Brasil é a Grécia amanhã. E todos nós, pobres contribuintes, vamos pagar essa conta e alguns do colarinho branco estarão rindo na nossa cara.
    Acorda BRASIIIIIIIIIIIIIL. Não se vai acordar, mas que ESTÁ TUDO DOMINADO, isto está.

  • mauro nascimento

    Caro Quartarollo eu também acho que não haveria essa discussão se o Corintians apenas fizesse seu estadio com seu dinheiro próprio e o estado entenda-se (prefeirura e governo) tratassem apenas da sua obrigação com os contribuintes não imprtando se são corintianos. são paulino juventino, nogueirinha e outros, só mais uma coisa para aqueles que acham que só cuidamos da construção do Itaquerão é que nos afeta diretamente, acho que quem mora em manaus também devia ser contra uma construção faonica visto que não sera utilizada futuramente pelo povo que só ficara com a conta, é isso.

  • Sonia Maria Di Giorgio

    Tambem pudera voce viu os amigos do Andres Sanches Ricardo Teixeira Kassab e o Governador Geraldo Alckmin desse jeito ele trara o Messi com dinheiro publico

  • marcio

    Quartarollo, sou corinthiano e concordo com quase tudo o que vc escreveu. Me espantei qdo soube que os 820 milhoes seriam para um estadio de 48 mil lugares e nao para 65 mil. Somente as exigencias da FIFA fizeram o valor dobrar? É bem estranho.
    Só nao concordo com os comentarios de algumas pessoas, que dizem que com esse valor deveriam ser construidos hospitais, escolas, etc. Nunca o poder publico iria liberar um valor desses com esse proposito. Protestem contra o mal uso do dinheiro publico, mas por favor nao usem esse argumento de construçao de escola, hospital, isso é bobagem e utopia. Ou alguem acredita que se por acaso acontecer do Governo retirar os incentivos ao estadio, ele vai repassar esse valor para construçao de creches, escolas e hospitais?

  • José Roberto

    Quartarollo.
    Juro que ontem sentí uma tremenda inveja dos chineses quando assisti nos noticiarios que o prefeito e o vice de uma cidade chinesa foram condenados à morte por corrupção.
    Já imaginou como sería no brasilzinho se essa lei fosse aprovada por aqui?
    Não sobraría um fdp de político.

  • Flávio

    70 milhões para construir arquibancadas temporárias (como acontece com a Formula Indy, por exemplo), que garantirão a abertura da Copa do Mundo de 2014 em São Paulo?

    Não me sinto roubado.

    Pelo contrário, acho natural e bom que aconteça, pela importância de trazer um evento de tal grandeza para a cidade de São Paulo.

    Me sinto roubado é quando eu vejo o Juvenal Juvêncio dizer que “garimpou” mais de R$ 3 bilhões com o Lula e com o Serra para resolver o problema de mobilidade urbana do Morumbi, com a construção de um Aerotrem para o Morumbi e um estacionamento na praça em frente ao estádio.

    Isso sim é injustificácel e revoltante.

  • Flavio

    Quartollo, parabéns pela publicação.

    Parabéns também pela paciência em responder a diversos leitores, incluise aqueles que somente enxergam o que lhes convêm.

    O Brasil como um todo, e não só no futebol, ganharia muito caso as pessoas desenvolvessem habilidades como de visão sistêmica e empatia para que se posicionassem de maneira a privilegiar o bem coletivo e não somente os interesses individuais.

    um abraço!

  • http://www.camilocronicas.blogspot.com Camilo Irineu Quartarollo

    Vou pagar para NÃO ver. O futebol, um lazer único de minha infância, devia ser, como se apregoa nesse mundo meritocrático, auto-sustentável – gerar seus próprios recursos e não suster-se pelos fundilhos públicos ou buzanfas que sequer esquentaram o estádio. Desculpem-me, mas vale a hipérbole. Como veem, não sou bem do mundo do futebol, mas o nobre blogueiro é dileto membro da família Quartarollo, desseminada nesses rincões e brasões assinalados.

  • Erick

    Se sentiu roubado?
    REMA REMA CADA UM COM SEU PROBLEMAS!!!

    Na copa vc vai comentar de lá!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Resposta do blogueiro:

    É, se eu pensasse só em mim, tudo bem. Eu provavelmente estarei, mas você não talvez não. Os preços serão muito salgados demais. Até lá Erick Riquinho.

  • pap

    quartarollo:

    Perguntinha: Depois da copa e de passados algum tempo, está prevista alguma “reforma” no tal estadio?

    Realmente, algo só vai acontecer quando o brasil for derrotado na final de forma acachapante. Mas ai,
    toda essa gente que fez isso tudo já estará bem longe em algum paraiso fiscal europeu, caribenho ou
    do pacifico.E os que ficarem aqui, contratarão advogados para entrar no Supremo e deixar a punição cadu-
    car depois de se passar o tempo prescrito em lei.

    E o povo? Após a copa, vai continuar a vida de oba-oba, vivendo de credito,acreditando em qualquer boba-
    gem que veja na tv e entrará no clima das olimpíadas de 2016. E assim vai…

  • pap

    Quartarollo:

    Sei que as ideias que colocarei são apenas palavras, mas vamos lá:

    – estas maracutais de pan 2007,copa de 2014 e olimpiadas de 2016 não é o caso de algum jurista brasileiro
    levar o caso ao tribunal penal de haia, arrolando fifa,cbf e quem apoio isso tudo, os acusando de uso de
    dinheiro publico para tais obras? Falo em tribunal penal de haia porque se depender da justiça aqui, no minimo
    o caso vai parar no supremo e será protelado por advogados.Pegar dinheiro público para fazer eventos
    esportivos e deixar de investir em saude,educação,trabalho,segurança,salario minimo,previdencia,infra-
    estrutura,alimentação não é, além de atentar contra a dignidade da população, violação aos direitos humanos?
    Parece um exagero da minha parte, mas eu penso que pra bancar eventos de porte, primeiro o pais tem
    que ter uma população com indice de desenvolvimento humano do nivel de canada,finlandia ou suecia.
    Mas só o fato de termos um sistema de saude publico que no minimo é atestado de fracasso e bueiros
    que explodem na “cidade maravilhosa”, não é o caso de se perguntar: “Copa e olimpiada para que?”
    Legados? Só elefantes brancos? Não, elefante eu gosto mas solto na natureza no seu habitat de origem, não
    em forma de estadios esquecidos por ai!

  • pap

    para finalizar a serie de comentarios que fiz

    1 – A cada dia que passa, se prova que quando se tem interesse, “a fé remove montanhas”. Se a cbf escolhesse o estadio comendador souza para sede da copa em sp, os pauzinhos já teriam se mexido…

    2- Nem bom senso essa gente que organiza a copa tem. Porque não o estadio da portuguesa,que é
    perto da marginal tiete,do metro tiete, do anhembi,de shopping center ?

    3 – Quartarollo, sugiro que o pessoal ligado ao futebol como jornalistas e torcedores particularmente,
    pudessemos fazer um protesto contra essa desorganização que está sendo a realização da copa 2014.
    Sugiro que possamos dar mais espaço a equipes medias e pequenas do futebol e maior atençao aos
    outros esportes. Seria uma forme de, além de protestar e de forma inteligente, abrir espaço para outros
    times e esportes que merecem a nossa atenção.

  • João Paulino Quartarola

    Luís Carlos Quartarollo, desejo-lhe muita paz e sucesso. Meu nome é João Paulino Quartarola. Meu avô chamava-se João Quartarolo e veio com sua irmã Domingas Quartarolo e formaram suas famílias em São Simão, sp. Vamos contactar para verificarmos nosso parentesco? Coincidentemente, no próximo dia 22 estaremos celebrando o 15º da Família Quartarola. Vamos conversar!