Notícias, Vídeos

Inteligência Artificial: quando as máquinas vão longe demais

O Facebook precisou desativar chatbots – robôs que simulam a interação entre pessoas reais – porque as máquinas desenvolveram uma “linguagem” própria para conversar e desenvolver ações diferentes daquelas previstas pelos programadores. Coisa de filme, né? Mas não é tão assustador quanto pode parecer.

Os pesquisadores descobriram que as máquinas estavam desempenhando as atividades mais facilmente porque haviam encontrado uma forma mais simples de se comunicar, um inglês adaptado, digamos assim.

Estive no Jovem Pan Morning Show para explicar essa notícia que ganhou as manchetes nos últimos dias. A constatação, como você poderá ver no vídeo abaixo, é que as máquinas, às vezes, vão longe de mais.

Comentários

comments