Pular para o conteúdo

Animado com Sampaoli, Gustavo Henrique fala sobre as ideias de jogo do treinador

Animado com Sampaoli, Gustavo Henrique fala sobre as ideias de jogo do treinador

Quando Sampaoli chegou ao Brasil, todos tinham dúvidas em relação ao desempenho do argentino. Apesar dos bons trabalhos na Universidad de Chile, Seleção Chilena e Sevilla, o treinador chegava marcado pela péssima campanha no comando da Argentina na Copa da Rússia.

Mas, em pouco tempo, o trabalho começou a mostrar resultado, e o Santos, a jogar um futebol interessante – o que, inclusive, causou ciúmes em vários treinadores por aqui.

Um dos pilares da equipe comandada por Jorge Sampaoli é o zagueiro Gustavo Henrique, que, em pouco tempo, absorveu as ideias do argentino.

“É um cara que vive 100% o futebol. Ele joga muito em função do adversário, em função da posse de bola. Se alguém acha que a gente vai ficar mais defensivo com três zagueiros, a gente acaba não ficando, já que os nossos alas fecham no meio e batem com os laterais dos outros times. O que ele mais pede é que a gente tenha personalidade para jogar e quando perder a bola tentar recuperar o mais rápido possível”, explica o zagueiro.

Na equipe de Sampaoli, Gustavo Henrique passou a exercer funções com as quais não estava acostumado, como o apoio lateral ao ataque e passes verticais e longos.

“Eu gostei muito primeiramente porque ele joga um futebol muito para frente. Há alguns anos o zagueiro normalmente só tinha função de tocar para o lateral e dar opção atrás. Então quando a gente pega a bola já procura sempre os nossos meias, que não vem buscar a bola, ficam esperando entre os volantes e os zagueiros da equipe adversária. Esse trabalho é muito bom porque a gente procura sempre fazer o nosso melhor, saindo de trás, tocando, até para facilitar a vida dos nossos atacantes e isso tem ajudado muito”, conta o jogador.

Acompanhe a entrevista completa com o zagueiro Gustavo Henrique no link abaixo:


Me siga no Twitter: @ranieri_andre

Me siga no Instagram: @ranieri_andre

Escute minhas matérias no SoundCloud clicando AQUI ou no CastBox clicando AQUI

Leia Também: Forte na Arena, Corinthians ainda busca modelo de jogo como visitante