Pular para o conteúdo

‘De Férias com o Ex’ volta com participantes de olho na fama e fôlego renovado

Reprodução
‘De Férias com o Ex’ volta com participantes de olho na fama e fôlego renovado
O elenco da nova temporada do "De Férias com o Ex"

Não foi por acaso que tão logo encerrou a terceira temporada do “De Férias com o Ex” a MTV encomendou a produção de uma nova leva de episódios a toque de caixa. Com custo reduzido e gravado no litoral paulista ao invés das praias do Nordeste, a quarta edição do reality show é sucesso garantido nas redes sociais e usou da mesma fórmula de antes: trazer um ex-participante para o jogo, como já aconteceu com Gabi Prado e Igor (do “Are You The One?”). Desta vez, a personalidade da vez foi Tati Dias, empoderado, bem resolvida e personagem perfeito para um programa do gênero por um simples motivo: não se preocupa em fazer jogo para as câmeras ou se atém a pudores.

Entre os selecionados da vez, tem maior espaço para a diversidade: há uma garota bissexual e longe do padrão magricelo. Enquanto a maioria dos homens tenta impressionar com carreiras como empresário ou modelo, um dos rapazes é garçom. Desta vez, a escolha dos participantes parece ter tentado revelar mais sobre o país em que é gravado. Sabendo que o formato corre o risco de se esgotar, a emissora tratou de promover mudanças: uma eliminação foi anunciada logo na estreia, o tablet denunciará momentos constrangedores e até mesmo mensagens chegarão em uma garrafa no mar. Uma boa iniciativa que não apaga o principal: a negação. A julgar pela prévia dos episódios, haverá ainda mais sexo que nas temporadas anteriores.

Apesar do apelo, há algo de treinado nos escolhidos para o reality show. Todos parecem entrar de olho na fama e na popularidade nas redes sociais. A MTV tanto sabe disso que tratou de divulgar os perfis no Instagram de todos logo no começo do episódio. Já um dos rapazes, Gui, foi acusado de ingressar no programa apenas para se promover, sob alegação de que teria dito possuir um contrato que o impediria de ficar com alguém. Se continuar assim, terá sido um grande erro de escalação: reality show não precisa de gente com medo de exposição. De todo modo, a emissora tem nas mãos mais um potencial sucesso.