Pular para o conteúdo

No episódio Sidão, alguns personagens merecem um prêmio pela conduta e caráter

No episódio Sidão, alguns personagens merecem um prêmio pela conduta e caráter

Não acho o Sidão um goleiro pra jogar na seleção brasileira. Mas também não é um peladeiro pra ser jogado num saco e desrespeitado como foi no jogo contra o Santos. Falhou na partida? Sim. E ele sabe disso. A torcida do Santos gritava “Sidão, Sidão” ironicamente a todo instante. A do Vasco, xingava e pedia a saída do atleta. O goleiro respirou, em nenhum momento perdeu a cabeça. Foi profissional. 

Conhecí Sidão no São Paulo. Tecnicamente ele teve os seus problemas. Mas nunca faltou personalidade. Sempre se posicionou e assim ganhou espaço e admiração no clube. Das minhas mãos ele recebeu dois prêmios de destaque do jogo pelo clube e levou um telefone celular de última geração. Na carreira fez boas defesas e cometeu falhas. 

O jogar com os pés para o goleiro não é simples. Wanderley do Santos não sabe. Cassio não sabe. Poucos sabem. Victor também se atrapalha. Vários se atrapalharam.

Mas o que fizeram com o Sidão dando o prêmio de craque do jogo foi demais. Ultrapassou o bom senso. O que é bom senso e exemplos? O prêmio jamais deveria ter sido entregue. 

Forma sensata e equilibrada de decidir e julgar; razoabilidade, prudência. Forma de agir que não é afetada pelas paixões, que se pauta na razão e no equilíbrio, de acordo com os padrões e a moral. Ex: eu não faria isso por uma questão de bom senso.”

Se por brincadeira ou não essa votação teria sido encabeçada por um grupo que faz “humor”na internet. Ok, hoje tem muita brincadeira em rede social. Mas cadê os superiores e especializados pra filtrar isso numa transmissão ao vivo? Cadê as pessoas sensatas pra vetar que essa saia justa acontecesse ? Me disseram ainda no Pacaembú que foi um grupo influente entre crianças e adolescentes no youtube que teria feito isso e após esse post (apagado momentos depois) os números pró Sidão subiram e foram pro primeiro lugar disparado. Abaixo postagem no Twitter pedindo votos e apagado com a confusão…

Vale lembrar que o Canal do Desimpedidos no Twitter tem mais de 1,6 milhão de seguidores e no Instagram 3,2 milhões.

Parabéns aos meus amigos Walter Casagrande, que minutos depois, externou a sua opinião, mesmo correndo risco de ser chamado a atenção e Luis Roberto. Roger Flores idem. A repórter Julia Guimarães apenas cumpriu uma determinação. Incomodada. Chorou no gramado na minha frente. Pós jogo, nos vestiários, chorou novamente aos prantos. Pessoa de valores. Parabéns. Nem sempre o que temos que fazer é o que pregamos na vida. Muitos de vocês que estão lendo do outro lado também já engoliram sapos.

Sidão se manifestou pelas redes sociais…

Vanderlei Luxemburgo mostrou solidariedade ao goleiro do Vasco.

O que fica de tudo isso? O profissional é ser humano. O constrangimento em rede nacional é perigoso. No futebol existe o pensamento de que o jogador ganha muito, é rico, então tem que aguentar tudo. Nós, que vivemos disso, sabemos que atrás de muitos deles têm uma família, existem problemas de relacionamento, existem filhos com doenças graves, existem pais doentes… E existem os jogadores que não querem nada com nada. Acreditem, Sidão não é um desses. Esforçado, dedicado e um baita cara. Não merecia ter passado por isso. Depois desse ferimento no Dia das Mães (mãe que ele perdeu há anos e entrou em depressão) a emissora que entregou esse prêmio vai mudar os critérios da premiação. Ao Sidão cabe curar as feridas e dar a volta por cima. É desigual, sabemos, mas imagino que seja a única alternativa. Aos que pisaram na bola nesse episódio, a reflexão, nem tudo se mede por cliques, curtidas e número de seguidores.

Força Sidão. E novamente, parabéns Julia Guimarães, nem todo o ser humano está perdido.

Me sigam no twitter @spimpolo e Instagram @marcio.spimpolo .  Abraço.

Spimpolo