Pular para o conteúdo

Mudança de parâmetro dos gigantes

O mercado do futebol sofreu grandes modificações nos últimos anos. No mundo, temos um grupo de clubes super ricos e os integrantes deste grupo buscam coisas diferentes do que buscavam nos últimos anos.

A Liga dos Campeões é a grande competição disputada por esse grupo e nos últimos anos, tem sido dominada por Barcelona e Real Madrid. No atual cenário, os títulos nacionais perderam parte do peso e da relevância que tinham em outros tempos.

O cenário atual, mostra que três das cinco principais ligas nacionais têm times dominantes. A Juventus conquistou seu oitavo título italiano consecutivo, o Bayern tenta seu sétimo alemão seguido e o PSG sobra na França. Em alguns momentos, alguns times ameaçam essa hegemonia, mas são exceções. Na temporada passada, o Napoli brigou ponto a ponto com a Juventus. Neste ano, o Dortmund ameaça o Bayern, já o Mônaco conseguiu derrubar o PSG em 2017. Mesmo com uma ou outra possível quebra, os títulos nacionais são encarados como obrigação para Juventus, Bayern e PSG.

Na Espanha, existe a disputa entre os gigantes Barcelona e Real Madrid com ótimos momentos do Atlético, mas o domínio nacional recente do time catalão ficou ofuscado pelos títulos do rival na Europa.

A exceção está na Inglaterra. A disputa e o peso da Premier League é muito grande. Não dá nem pra dizer que os clubes priorizam a Champions na Ingalterra, o título nacional é prioridade e até mesmo os pequenos oferecem dificuldade para os candidatos ao título.

O fato é que cada vez mais é comentada a possibilidade de uma grande competição de clubes europeus, ocupando a maior parte do calendário, inclusive os finais de semana. Não é uma questão simples, isso fere interesses de federações e ligas, mas está claro que o mercado mostra isso e os clubes já perceberam.