Pular para o conteúdo

O meu amado comunista

O meu amado comunista
O meu comunista nasceu em uma família pobre, numa aldeia de Trás-os-Montes, em Portugal. Aos sete anos parou de frequentar a escola, pois precisava trabalhar para ajudar a mãe e os outros três irmãos pequenos.   Fez de tudo....

O meu comunista não existe mais

O meu comunista não existe mais
Amigos, até entendo e compreendo que um ideal comunista nos anos 50/60 imaginava a possibilidade de um mundo justo e igual para todos. Esse sonho, a mim mesmo, com 18 anos de idade, me emocionava! E quantos nãos deram...