Pular para o conteúdo

Sem marketing, é só agro, sem negócio. Hora de planos de marketing

Sem marketing, é só agro, sem negócio. Hora de planos de marketing

O agro negócio exportador está sorrindo com os impasses da guerra comercial entre Estados Unidos e China. E que ironia da vida, quanto pior o cenário econômico interno no Brasil, mais oscila o dólar, e dólar alto para uma soja ainda estocada significa felicidade para quem vende.

 

Nos últimos dias, com dólar a 4 reais, houve um grande volume de vendas de soja, incluindo até um prêmio para a soja brasileira.

Ou seja, se o governo vai mal, dólar sobe e o agro da exportação ganha em dólar. Mas isso a médio prazo não é nada bom, pois na formação dos custos temos também um agronegócio imensamente dependente das importações, de ativos dos defensivos e dos fertilizantes, além de outros insumos veterinários e da tecnologia de mecanização e sementes.

 

Portanto, precisamos no Brasil de um plano de marketing do agronegócio nacional. Um plano de marketing sim, acima do estratégico. Ou melhor, com o estratégico embutido nele.

 

Por que marketing? Porque essa é a área do conhecimento humano que inclui o reino das percepções. Não existe realidade, existe o que o ser humano percebe como realidade.

 

O Brasil tem condições de criar um plano de marketing para cada cadeia produtiva importante, pelo menos 20 cadeias produtivas, desde o abacate, o avocado, começando pelo ‘a’ até o vinho, indo ao ‘z’ do zinco, nas carnes e frutos do mar, passando pelos gigantescos grãos, arroz feijão, frutas, biocombustíveis, café, papel, celulose, etc.

 

Um plano de marketing com metas, participação de mercado, análise competitiva, plano de vendas, comunicação, estruturação da oferta, logística e design da orquestração dos elos de cada uma dessas cadeias produtivas.

 

Caberia aos ministérios da Agricultura com o da Indústria e Comércio, e numa convocação as Confederações Empresariais Nacionais Reunidas, com ABAG e ABMRA, sem desperdiçar também o poder gigantesco de marketing de um turismo agronatural.

 

Em todas as regiões do Brasil, onde tem agro tem maravilhas, como o lago azul, indo para Pontes e Lacerda, no MT, a Pedra Caída em Imperatriz, no Maranhão, além do pantanal, chapadas, águas quentes, etc.

 

O Brasil é uma riqueza imensa de natureza ao lado do agro high tech e sustentável.

%d blogueiros gostam disto: