As caravanas do Lula pelas cidades do agronegócio

As caravanas do Lula pelas cidades do agronegócio não andam bem sucedidas e não serão.

Em Bagé as manifestações contrárias foram elevadas, em Santa Maria, bem no centro do estado, o fato está se repetindo, da mesma forma, em Santana do Livramento, onde já são produzidos vinhos de qualidade competitiva aos melhores da América Latina.

https://www.revistaforum.com.br/wp-content/uploads/sites/15/2017/10/22643396_1966218420333099_1647109022_o.jpg

Os roteiros pelas principais cidades onde o agronegócio tem sido forte e sustentável, não serão os lugares mais agradáveis para a caravana Lula.

Fico imaginando sua passagem, subindo o país, por cidades como Chapecó, Santa Catarina, Cascavel, Campo Mourão, Maringá, Ribeirão Preto, Orlândia, São Paulo, Uberlândia, Patos de Minas, Unaí, em Minas Gerais, Rio Verde, em Goiás, Palmas, em Tocantins, Dourados, no Mato Grosso do Sul, Rondonópolis, Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, Luis Eduardo, no oeste da Bahia… com toda certeza um roteiro agro não é boa escolha.

Sugeriria aos estrategistas lulistas que fizessem um roteiro mais litorâneo, onde alguma chance maior de êxito poderiam obter, e principalmente escolhessem lugares onde a miséria, a má qualidade de vida, as vítimas do país não conseguiram sair desse estado, mesmo depois das nossas experiências mais profundas no populismo.

Roteiros onde existe sucesso, como cidades fortes em agronegócio é uma escolha insensata para a caravana Lula.

Notícia boa vem do protagonismo e da busca por negócios, um acordo Mercosul-Canadá deverá criar oportunidade para cerca de 320 produtos brasileiros.

O Canadá é o 100 maior importador do mundo e o Brasil significa apenas 1% do volume de negócios que o Canadá realiza no planeta.

Um dos exemplos de alteração no comércio entre Brasil e Canadá está na taxa que a carne bovina brasileira paga para entrar no mercado canadense, 13,25%.

Esse estudo foi feito pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), que faz muito bem neste momento difícil de falência da governança pública, mirar seus esforços para soluções econômicas e de comércio, que isso inspire as outras Confederações Nacionais Empresariais a fazer o mesmo.

Um milagre maravilhoso seria se as 12 Confederações Nacionais Empresariais se unissem e se reunissem numa proposta de governança do Brasil, a partir dos poderes da Sociedade Civil Organizada.

Caravana Lula em cidades fortes do agro, péssima ideia, Confederações Empresariais, como CNI, buscando negócios internacionais, ótima ideia!

 

 

Uma resposta para “As caravanas do Lula pelas cidades do agronegócio”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *