Pular para o conteúdo

Capitalismo consciente no Brasil – na prática: Thomas e Raj – 29/8 na Unibes Cultural

Capitalismo consciente no Brasil – na prática: Thomas e Raj – 29/8 na Unibes Cultural

O agronegócio brasileiro descobriu uma grande força em dois aspectos trabalhados dentro do conceito do capitalismo consciente: o poder do associativismo e das cooperativas.

Temos dentro do agronegócio representações associativas que têm, ao mesmo tempo, zelado pela adoção da tecnologia quanto atuado na luta por condições competitivas para as diversas áreas do agro nacional.

Não é à toa que em cerca de 50 anos nos transformamos no 4º maior exportador do planeta e abastecedor, com fartura de um mercado interno que era rural e virou urbano, e que supera 200 milhões de habitantes.

O cooperativismo brasileiro hoje compete a nível global em setores como a avicultura, suinocultura e responde por ovos, leite, grãos, hortifruticultura, energia e crédito.

São 1035 cooperativas vinculadas aos programas da agricultura familiar. Essas ações significam uma das bases fundamentais do capitalismo consciente. O engajamento do empreendedorismo com responsabilidade social corporativa, sustentabilidade e o cooperativismo servem para não deixar pessoas pra trás, e se engloba dentro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Nesta quarta-feira, 29 de agosto, em São Paulo, haverá o lançamento do livro “Capitalismo Consciente Guia Prático – Ferramentas para Transformar sua Organização”, com seus autores e exemplos brasileiros: Thomas Eckschmidt e Raj Sisodia, da Universidade de Harvard (EUA), e ministrarão uma palestra às 19h na Unibes Cultural. Para mais informações: https://bit.ly/2OkqREv

a

Empreendedorismo com responsabilidade social e cooperativismo, a prática efetiva do capitalismo consciente.

 

%d blogueiros gostam disto: