Pular para o conteúdo

Gisele Bündchen seria uma ótima embaixadora das coisas boas do agro brasileiro

Gisele Bündchen seria uma ótima embaixadora das coisas boas do agro brasileiro
Reprodução/ Instagram

Temos um grande problema de comunicação no Brasil. Continua valendo o que Aldir Blanc e Maurício Tapajós escreveram: “O Brasil não conhece o Brasil”. Elis Regina gravou e cantou uma canção em 1978 com essa frase.

No site da United Nations Environment Programme, site oficial das Organização das Nações Unidas – ONU, consta o Protected Planet Report 2016, que diz:

“É fato conhecido de que o Brasil, entre os únicos 10 países do mundo com mais de 2 milhões de km² é de longe, o que mais protege seu território, tanto em termos absolutos como relativos.”

Quem registra e revela essa afirmação é a própria ONU.

Portanto, o que me intriga é porquê só sabemos das coisas ruins do Brasil. Uma imagem de desmatadores, de destruidores de abomináveis, como se fôssemos os maiores predadores do planeta, e isso associado ao nosso agronegócio.

Está na hora de uma inteligência de comunicação para separar o joio do trigo. Temos desmatamento ilegal no Brasil, sim. Precisa pegar e ver onde está ocorrendo. E iremos constatar que o desmatamento ilegal vem predominantemente de terras não atribuídas, reservas lugar sem dono, pois onde tem dono, se identifica, se pega e se aplica a lei.

Mas como jornalista e comentarista, ao encontrar essa afirmação no site da United Nations Environment Programme de que somos sim, os campeões mundiais da preservação da cobertura vegetal, senti um alívio.

Esse reconhecimento vem de fora para dentro, chega isento de ideologias e de facções políticas.

Mas precisamos fazer com que isso chegue a todos os nossos famosos e notórios líderes da opinião pública brasileira e internacional. Precisamos comunicar e pedir que os nossos famosos globais nos ajudem nessa divulgação.

Neymar, Gisele Bündchen, Gabriel Medina e até o Kondzilla, líder dos views no YouTube com músicas de funk.

Temos muita coisa pra corrigir no Brasil, mas não matem o que temos de bom.

Como a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, me disse em uma entrevista concedida no Jornal da Manhã desta segunda-feira, 14, que a nossa estrela internacional Gisele Bündchen deveria sim ser a nossa embaixadora das boas coisas do agro brasileiro.

Reprodução/ Instagram

%d blogueiros gostam disto: