Pular para o conteúdo

“Ninguém cresce sozinho”, dizia Sr. Nishimura

“Ninguém cresce sozinho”, dizia Sr. Nishimura
Sr. Shunji Nishimura, fundador da Jacto.

Nesta semana, uma daquelas coisas admiráveis do agronegócio brasileiro celebra 70 anos de existência. Se trata de um dos notáveis símbolos nacionais de tecnologia na mecanização da agricultura: O grupo Jacto.

O grupo Jacto, da cidade de Pompéia, no estado de São Paulo. Seu fundador foi Shunji Nishimura, um imigrante japonês, que como milhões de imigrantes, vieram ao Brasil pobre e com dificuldades, e nos deixaram um legado de exemplos e do poder da superação humana.

O grupo Jacto hoje detém conhecimentos científicos e tecnológicos admiráveis, com atuação em diversos países do mundo. A Jacto é uma multinacional brasileira.

Sr. Shunji Nishimura, fundador da Jacto.

Além de um ativo valioso para o Brasil, seu fundador deixou um legado adicional de eterna valia – a Fundação Shunji Nishimura de Tecnologia, que, ao lado da FATEC de Pompeia, é reconhecida como o estado da arte na educação da agricultura de mecanização de precisão e na inovação com o primeiro programa a nível superior de big data no agronegócio. O que recomendamos para todos os jovens do país, como vital na sua formação.

“Ninguém cresce sozinho” foi um lema permanente e presente na filosofia de Shunji Nishimura, e preservado pela família Nishimura e todos os seus colaboradores.

Colheitadeiras de café, pulverizadores que se transformaram em verdadeiros robôs com sensores contribuindo para uma aplicação de precisão de defensivos, máquinas para adubação de altíssima tecnologia, pioneirismo no uso do plástico na mecanização rural. De fato, o grupo Jacto pode ser considerado como um exemplo que é admirado por todo o país, e até pelos seus concorrentes.

Quando falamos e insistimos que onde existe uma sociedade civil organizada neste país tudo floresce, a qualidade de vida próspera, a evolução vence e a superação se faz uma realidade presente.

Ao celebrar estes 70 anos em Pompéia, podemos constatar com propriedade e convicção o valor destas palavras.

O Brasil fez do conhecimento científico e tecnológico o fator essencial do seu progresso no agronegócio, e esse saber só existiu pela união da sabedoria de seres humanos de extraordinário valor.

%d blogueiros gostam disto: