Pular para o conteúdo

Rodrigo Maia: ‘Impressão é que o presidente está usando o filho para pedir para o Bebianno sair’

Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
Rodrigo Maia: ‘Impressão é que o presidente está usando o filho para pedir para o Bebianno sair’
Presidente da Câmara disse que Jair Bolsonaro deve liderar solução do problema

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta quinta-feira (14) à jornalista Andréia Sadi, do G1, que o presidente Jair Bolsonaro precisa “comandar” os rumos da recente crime envolvendo o titular da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebbiano – suspeito de autorizar R$ 400 mil em recursos públicos para uma candidata laranja do PSL. O ministro disse na quarta (13) que não pediria demissão, mas cancelou a agenda.

“A impressão que dá é que o presidente está usando o filho para pedir para o Bebianno sair. E ele é presidente da República, não é? Não é mais um deputado, ele não é presidente da associação dos militares. “Então, se ele está com algum problema, ele tem que comandar a solução, e não pode, do meu ponto de vista, misturar família com isso porque acaba gerando insegurança, uma sinalização política de insegurança para todos”, declarou Maia.

“Você transformar isso numa crise dentro do Palácio do Planalto, eu acho que é risco muito grande pra um governo que precisa analisar a liderança, unidade, porque vai ter desafios importantes começando pela [reforma da] Previdência“, completou. Depois da divulgação de denúncias, Bebianno disse que havia conversado com Bolsonaro, mas foi desmentido pelo filho do presidente, Carlos, que publicou áudio em uma rede social.