O ano era 1961, a cidade era Nova Iorque, o filme era “Bonequinha de Luxo” (Breakfast at Tiffanys) e o vestido:
um Givenchy que consagrou a imagem de Audrey Hepburn como ícone fashion e colocou o vestido pretinho básico no imaginário de todas as mulheres. Audrey Hepburn, que completaria 90 anos no próximo dia 04, foi a primeira It Girl da história do cinema. E continua liderando esse ranking até os dias de hoje.

Audrey Hepburn se tornou a primeira It Girl da história da moda graças a sua parceria inabalável de 40 anos
com o estilista francês Hubert de Givenchy. O estilista conheceu Hepburn em seu recém inaugurado ateliê em Paris, em 1953, enquanto ela fazia pesquisas de figurino para o filme Sabrina. A personagem da trama, filha de um chofer, estaria voltando de uma temporada na cidade luz e o figurino deveria representar a elegância da alta-costura da época.

Acho que ela nunca tinha visto uma peça de alta-costura”, recordou o estilista em entrevista ao New York Times.
“Experimentou algumas amostras. Eu estava ocupado a preparar a colecção seguinte e disse-lhe que não poderia fazê-lo, mas ela era muito persistente. Convidou-me para jantar, o que era invulgar da parte de uma mulher [na época] e foi ao jantar que percebi que ela era um anjo. Antes do fim da refeição, lhe disse: “Farei qualquer coisa por ti.””

O filme Sabrina, 1954, foi indicado ao Oscar de melhor figurino mas Edith Head,
uma das mais poderosas figurinistas da época, com 8 estatuetas e 35 indicações ao longo da carreira,
não agradeceu ao estilista em seu discurso ao ganhar o prêmio. A partir de então, Audrey passou a exigir por contrato que Givenchy desenhasse seus figurinos em todos os seus filmes.

“As roupas de Givenchy são as únicas em que me sinto eu própria.
Ele é mais do que um designer, ele é um criador de personalidade.”

 

Em 1957, criava um aroma só para ela, L’Interdit, o primeiro perfume com uma estrela como “rosto”

 

Audrey Hepburn completaria 90 anos, no próximo dia 04 de maio. Seu legado vai muito além da moda. Vencedora do Oscar de Melhor Atriz pelo filme A Princesa e o Plebeu, a atriz ganhou uma estrela na Calçada da fama de Hollywood, em homenagem a sua dedicação e contribuição ao cinema mundial. Mas seu principal papel, como ela mesma considerava, foi ser embaixadora da Unicef e promover ajuda humanitária ao redor do mundo.

 

“Life is a party. Dress like it.” – Audrey Hepburn 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *