Pular para o conteúdo

Becker leiloa troféus para pagar dívidas

Becker leiloa troféus para pagar dívidas

Um leilão on-line de 82 peças do alemão Boris Becker, reunindo medalhas, prêmios, troféus, raquetes, relógios e fotografias, será aberto no dia 24 de junho e encerrará em 11 de julho para que o ex-número 1 do mundo possa assim pagar uma dívida declarada de mais de 3 milhões de libras com o banco privado Arbuthnot Latham & Co.

Uma decisão judicial permitiu que os credores se apoderassem da coleção de ativos de Becker. O último item a entrar nessa lista, em junho do ano passado, foi a réplica do troféu de Wimbledon, conquistado pelo germânico em 1985.

Os itens estavam sendo vendidos ‘em nome dos curadores na falência da propriedade de Boris Becker’ em um leilão realizado pelo avaliador de ativos de negócios e leiloeiro Wyles Hardy & Co. No entanto, logo após a licitação para o leilão cronometrado ter sido aberta, Becker conseguiu que a venda fosse adiada alegando imunidade diplomática como consultor esportivo de um estado africano.

Ao solicitar uma liminar, os advogados de Becker alegaram que sua nomeação como diplomata pela República Centro Africana lhe proporcionava proteção contra quaisquer reivindicações legais. Eles também alegaram que o processo tinha como alvo a ‘dignidade pessoal’ de seu cliente com o momento da venda coincidindo com a aparição de Becker na TV como parte da cobertura da BBC em Wimbledon.

Os curadores instruíram seus advogados a ‘resistir fortemente’ às alegações de Becker e, cinco meses depois, o tribunal ordenou que a venda pudesse prosseguir após Becker formalmente retirar sua reivindicação. O tribunal também ordenou que o alemão fosse responsável pelos custos dos curadores em lidar com a disputa.

www.tenisbrasil.com.br

Comentários

comments