Pular para o conteúdo

Federer continua o “Rei de Wimbledon”

Federer continua o “Rei de Wimbledon”

Cinco anos e nove meses mais jovem, Djokovic levou o título. Mesmo assim, Federer continua sendo o Rei de Wimbledon. O suíço, que completará 38 anos agora em agosto, foi sem dúvida a grande estrela da competição. O maior campeão de todos os tempos no All England Club deu um show contra Nadal e Djokovic, protagonizando dois jogos épicos.

Na semifinal, Federer dominou totalmente o bicampeão Nadal. Na final, o octacampeão do torneio deu outro show levando o número um do mundo para o quinto set e superando a maioria dos prognósticos. Vale lembrar que muitos apostaram na sua eliminação já nas quartas de final contra Nishikori.  Incrível, há pelo menos três anos ouço mesma pergunta: “Você não acha que está na hora de Federer aposentar as raquetes?”.

Pois é, ainda bem que não aposentou. Espero que não se aposente tão cedo. Com certeza, Federer vai fazer muita falta ao esporte, não só pelo estilo maravilhoso mas pela postura dentro e fora das quadras. O suíço é incomparável. Além da convivência como jornalista, tive o prazer de conhece-lo mais de perto em 2012, durante o único torneio que jogou no Brasil. Produzi o vídeo dos bastidores do evento. O cara é inacreditavelmente simpático, discreto e absolutamente humano.

A imensa maioria dos fãs do tênis torceu pelo Federer hoje na final em Wimbledon. O suíço teve dois match-points sacando 40/15 no quinto set. Foi grande tristeza. Parabéns Djokovic pelo quinto título de Wimbledon. Hoje você é o melhor do mundo mas o “Rei de Wimbledon” continua sendo Federer.

Comentários

comments