Pular para o conteúdo

Vale a pena mudar de patamar?

Duvido que algum diretor financeiro avalizaria essa transação, numa empresa séria.

 

 

Nunca sabemos como funcionam as coisas no futebol, mas fala-se numa proposta do Flamengo por Renato Gaúcho em torno de um milhão e meio de reais por mês. Parabéns a ele, mas vale a pena alguém pagar tanto dinheiro por um treinador brasileiro?

Renato foi muito bem no Grêmio, o time mostra um jogo agradável. Só que não é nenhum revolucionário e tem como ponto forte motivar seus grupos, o que faz dele especial de forma pontual. Provavelmente não deixará legados e uma eventual queda de produção do Grêmio, não será nada de assombroso. Poderá voltar rápido.

Se o Flamengo aumentar os custos de seu treinador num nível como esse, fatalmente trará junto várias outras mudanças e aumentos no departamento do futebol. Não vejo possibilidade de faturamento, na mesma proporção, nas rendas das equipes. Ou seja, o buraco financeiro tenderá a aumentar.

A contratação de Renato Gaúcho, se for nesses valores mostrará, mais uma vez, que as coisas funcionam com a paixão e não com planejamento. Duvido que algum diretor financeiro avalizaria essa transação, numa empresa séria. Não há como assimilar esse novo patamar num futebol, que demonstra decadência técnica enorme e boa parte dos estádios com menos de 50% de público médio. Pagar um milhão e meio a alguém, puxando os salários para cima é uma coisa irresponsável.