Pular para o conteúdo

Comendo poeira

Palmeiras ganhou o Campeonato Brasileiro com muita facilidade. Foram vários recordes batidos, mesmo jogando 14 partidas com time reserva. E aí renovou tudo. Patrocínio, jogadores, Alexandre Mattos, moral, etc. Enquanto isso os maiores rivais nem definiram seus treinadores. Está com jeito que veremos grandões comendo a poeira palmeirense por bastante tempo.

Sempre defendo a necessidade de organização, gestões competentes e seriedade no futebol. O Palmeiras não fez nada de revolucionário em termos de projeto. Simplesmente acertou as dívidas, trouxe transparência e, aproveitando um grande investidor, montou um grupo forte com salários em dia e um sistema de jogo simples, que acabou sendo eficiente.

Dá para alcançar. Não é uma revolução. Mas para isso é preciso capacidade, força de vontade e não sei se os rivais as têm. O importante é que agora há uma referência forte no Brasil. O Palmeiras está bem a frente dos outros . Vamos ver o que farão os adversários para tentar diminuir essa distância. Se é que farão.