Pular para o conteúdo

Melhor assim

 

Houve uma mudança na lei, mas por certo o “tribunal” da CBF daria um jeito de fazer a jogada, caso os pleiteantes fossem mais representativos.

 

 

O jogo será respeitado. Tudo indica que o STJD não mexerá com os resultados do campo, através de canetadas e Goiás e Ceará ficarão onde estão. O jogador Ernandes usou documentos irregulares e dentro da falta de vergonha, que impera no futebol, clubes que não tiveram capacidade de ganhar jogando futebol, apelam para o tapetão. A atitude é sempre desprezível. Desta vez parece que não funcionará. Melhor assim.

Claro que o STJD não mudou de atitude. Os clubes pleiteantes é que mudaram. Ponte e Sport não têm a força de outros, que cansaram de alterar resultados com atos baixos. Houve uma mudança na lei, mas por certo o “tribunal” da CBF daria um jeito de fazer a jogada, caso os pleiteantes fossem mais representativos.

No caso esses atos só servirão para mostrar, que além de incompetentes em campo, Ponte e Sport são frágeis também nos bastidores. Não é mais honesto melhorar nas suas organizações? Goiás e Ceará, equipes onde Ernandes jogou com certidão falsificada, não fizeram nenhum gol com os documentos dele. Os pseudos “aprendizes de esquemas” que tratem no futuro de contratar e trabalhar certo, que as coisas se ajeitarão sem precisar descer aos porões do futebol, em busca de material de esgoto, para fazer aquilo que não conseguiram jogando futebol. Melhor assim.