Pular para o conteúdo

Nem Thalles, nem Talleres

O São Paulo perdeu de novo. Enfrentando o time do centro avante Thalles, a Ponte Preta, perdeu num jogo horroroso. O gol da Ponte foi o único chute certo dos dois times. Agora tem o Talleres. Não deu contra o Thalles, dará contra o Talleres? Muito difícil.

O sistema do São Paulo de hoje é de pura politicagem. Leco não deveria nunca ser o presidente do clube. É demais para ele. Então faz de tudo para se segurar num cargo onde não poderia estar. E assim cabeças rolam. Pedidos são atendidos facilmente. Dar cabeças é muito fácil. Todo os treinadores são interinos. Com Jardine não é diferente.

Mas já saíram Aguirre, Bauza, Osorio, Dorival Junior, Rogério Ceni, Ricardo Gomes e até Muricy Ramalho. Gente de toda espécie passa e sai, mas são 10 anos de vergonha. Trocar treinador é coisa corriqueira no Morumbi. Eles só pensam em se preservar. Enquanto isso os papelões se acumulam e as desculpas esfarrapadas seguem. A culpa é sempre dos outros, nunca da diretoria. Afinal nada como jogar a sujeira debaixo do tapete.