Pular para o conteúdo

O Cruzeiro sabe o que quer?

Rogério Ceni chega num time conturbado. O Cruzeiro é muito grande, mas virou assunto de polícia em virtude da gestão. Isso pesou e o trabalho de 3 anos de Mano Menezes foi interrompido. Mano tem um padrão bem definido. Ele prioriza a defesa, abdica da bola e gosta de jogadores que marquem com força.

O novo treinador é o oposto. Até no Fortaleza, Rogério Ceni sem quis a bola, impôs seu ritmo e conseguiu um futebol agradável e não só de resultados, como normalmente Mano faz, sim, com bastante competência. Muda tudo em termos de leitura e gosto na forma de jogar.

O Cruzeiro pensou nisso? Sabe o que está fazendo, ou apenas se baseou no que Rogério conseguiu com um elenco mais barato, para conseguir vitórias? É tudo diferente. Além disso, os mineiros terão estabilidade financeira para ajudar o comandante? Afinal, salários atrasados tiram força de cobrança.

O nome é bom. Rogério tende a evoluir bastante como treinador. Mas o estilo dele precisa ser respeitado. Não adianta cobrar aquilo que não pode ser dado. Quando se contrata alguém, num futebol sério, o mínimo que se espera é que o clube saiba o estilo que está trazendo. Será que o Cruzeiro sabe o que quer?