Pular para o conteúdo

Santos sofre goleada

Santos sofre goleada
Victor Ferraz consola Derlis González durante goleada para o Ituano — Foto: Luciano Claudino/Estadão Conteúdo

O técnico genial da sexta-feira, continua sendo genial – na minha opinião. Obviamente a derrota massacrante sofrida para o Ituano no fim de semana, nada mais nada menos que cinco gols tomados, deixou o torcedor apavorado com o estilo que encantou há algumas rodadas. Foram diversas as falhas de defesa do Santos, principalmente as falhas individuais, mais marcantes no jogo de domingo à noite em Itu. Surpresa maior foi ver Felipe Aguillar, o zagueiro contratado a pedido do técnico, ter a bola ‘roubada’ em diversos momentos.

A posse de bola em maior parte do jogo permaneceu com o Santos, mas os contra-ataques e a marcação dos zagueiros Léo Santos e Ricardo Silva do Ituano foram imprescindíveis para a goleada.  Não houve chance nem mesmo para Derliz Gonçalez e Carlos Sanchez, ambos foram os destaques positivos do Santos. Me agrada que Sampaoli mantenha suas características e não tenha medo de atacar mesmo nas piores situações de sua equipe. Interessante ver como o time reagiu perante a desestabilização emocional, que começou logo cedo. O Ituano fez dois gols ainda no primeiro tempo, um seguido do outro.

Victor Ferraz se esforçou para conseguir desequilibrar o jogo pelas laterais. Copete em uma das pontas não deu conta de correr o que precisava. Força e vontade são os pontos altos do time. Está claro que os jogadores confiam no trabalho do técnico e correm por ele. Mas, faltou perna em muitos momentos.