Falamos recentemente sobre muitas denúncias de casos de assédio sexual envolvendo nomes famosos da indústria do cinema. Agora, a promotoria de Los Angeles analisa as acusações feitas contra Anthony Anderson, ator da série da série Black-ish, Steven Seagal e Harvey Weinstein. Os dois casos entregues pela Polícia de Los Angeles em agosto, enquanto o caso de Weinstein já está lá desde junho.

Lembrem-se que Harvey Weinstein já responde por acusações em Nova Iorque, onde já teve que pagar fiança para não aguardar preso seu julgamento. Ele também tem denúncias que estão sendo investigadas em Londres.

Por enquanto, a promotoria de Los Angeles está apenas analisando os três casos.

Anderson foi acusado de assédio sexual por uma mulher. A história foi publicada pelo site The Blast e teria acontecido em 2017, depois da mulher  prestar um serviço de buffet para um evento organizado pelo ator. O assédio teria ocorrido em um segundo encontro, para prospectar possíveis futuras parcerias. O ator também já se viu envolvido em uma outra acusação que acabou sendo retirada por falta de provas. Foi acusado de estupro em 2004. Ele e um assistente de produção teriam abusado de uma figurante, durante as gravações do filme Ritmo de um Sonho.

Seagal tem contra ele diversos relatos de conduta inapropriada e assédio. A atriz Faviola Dadis, hoje com 33 anos, contou um episódio de 2002, quando ela tinha 17 anos, e participou de uma audição com ator. Ele a teria agredido sexualmente. Em entrevista coletiva ontem, ela contou que tinha acabado de chegar dos Estados Unidos, vinda da Holanda, quando foi convidada a ir a um quarto de hotel em Beverly Hills para participar de um teste para um filme sobre Genghis Khan, na presença de Seagal que estava acompanhado de seu guarda-costas.

Dadis contou que o ator “colocou a mão sob a parte superior de seu biquíni e também tocou em sua genitália”. A atriz terminou o teste e saiu do local, não pensou em reportar o fato por temer ser colocada em uma lista negra. O advogado de Seagal não se pronunciou sobre o assunto.

Lembrando que recentemente, a atriz e produtora-executiva da série The Good Wife (sucesso entre 2009 e 2016), Julianna Margulies, revelou em entrevista ao programa de rádio Just Jenny que quase foi vítima de Seagal. Tudo aconteceu no início da carreira da atriz, quando ela, hoje com 51, tinha apenas 23 anos. Na ocasião, Marguiles teve um encontro a sós com Seagal, no meio da noite, marcado por uma diretora de elenco. Ele estava sozinho e fez questão de lhe mostrar uma arma.

“Eu cheguei ao hotel por volta das 22h40, e a diretora não estava lá. Ele estava sozinho e fez questão de que eu visse que ele estava armado. Eu nunca tinha visto uma arma de verdade antes”

“Eu não fui estuprada e nunca me machucaram. Não sei como consegui sair daquele quarto de hotel”

Sobre Seagal, existe mais uma acusação, publicada pelo Hollywood Reporter. A atriz, Lisa Guerrero relatou ter sido assediada por ele em 1997.

Os três atores acusados negam as acusações. Agora o processo é a promotoria analisar se acha que os casos tem chance em tribunal, para levar pra frente as denúncias.

DEPOIS DO CINEMA (lá em casa) : O Diabo e o Padre Amorth O Coringa para maiores de 18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.