Uma das melhores formas de se fazer isso é com certeza entender o que aconteceu, por exemplo em Mariana, noa ano de 2015. A jornalista Cristina Serra acompanhou de perto essa história cobrindo para o Fantástico, e traduziu sua experiência em livro: Tragédia em Mariana – A história do maior desastre ambiental do Brasil . A publicação foi lançada 3 anos depois do rompimento da barragem da Samarco.

No livro, a jornalista já abordava a questão do licenciamento ambiental no Brasil, considerado por ela como irresponsável, e fazia o alerta para a possibilidade de novas catástrofes.

 “Precisava mergulhar nesse caso, estudar a deficiência no processo de licenciamento da barragem, as normas que não foram seguidas, as falhas. Também houve problemas na construção com troca de materiais, uma série de decisões graves”

Tragédia em Brumadinho comove o Brasil Inhotim permanece fechado até fevereiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.