Imagens de dois policiais militares agredindo um catador de material reciclável na Vila Leolpoldina, zona oeste de São Paulo viralizaram na internet. O vídeo, capturado no sábado, na Rua Tripoli, mostra que uma mulher ainda tentou separar os dois agentes do homem que caído no chão, que recebia chutes na cabeça e nas costas.

A Polícia Militar respondeu sobre as imagens informando ontem que os policiais foram afastados do serviço e serão investigados pela Corregedoria. De acordo com o comunicado a viatura foi acionada para o local após uma denúncia de extorsão. Um catador estaria desequilibrado e se recusando a remover sua carroça da saída de um veículo até que uma motorista pagasse uma quantia em dinheiro. Além disse teria reagido com uso de força à abordagem da polícia.

“Durante a tentativa de abordagem, houve resistência e uso de força para a contenção. Os procedimentos adotados, contudo, sugerem possíveis falhas operacionais, o que motivou a pronta apuração para a análise de todas as circunstâncias dos fatos.”

.

“A ação sugere flagrante descumprimento dos protocolos operacionais padrão de abordagem, o que motivou o imediato afastamento e instauração dos procedimentos legais de apuração”

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), para quem responde o comando da Polícia Militar falou sobre o ocorrido:

#ShowDoPavão : apoios e resposta de Glenn Greenwald Milton Gonçalves X Paulo Betti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.