Anunciada ontem pela Academia uma nova categoria do Oscar. Em Melhor Filme Popular, eles pretendem reconhecer os filmes que não costumam marcar presença na premiação, mas movimentam o público e fazem grana, queridos.

De olho na audiência, também foi decidido que a premiação passará a ser mais curta, tendo 3 horas de duração ( que ainda é muito).

Agora, não espere ver essas novidades agorinha. A entrega de estatueta nessa categoria pop e uma cerimônia mais curta ( e recheada de artista com apelo pop) só acontecerão em 2020 (e aí, premiando filmes lançados em 2019).

Achei legal? Não. Mais legal era deixar que os nichos e blockbusters entrassem nas categorias que já existem? Indicar Payty Jenkins, a diretora de Mulher Maravilha, como melhor direção no ano passado. Agora por exemplo, tem Antoni Collette maravilhosa como protagonista de Hereditário, um filme de terror ( segmento normalmente preterido pela premiação). Ao invés de querer fazer uma mea culpa, a Academia poderia assumir que o filme ser comercial tem sim seu valor, ou largar mão de vez e seguir premiando o melhor lobby, ou o filme necessário para o momento. Afinal, bem sabemos que muita coisa de mistura quando definidos os vencedores, e nem sempre é a qualidade cinematográfica que prevalece entre os vencedores.

Cineminha? Megatubarão, filme novo com Joaquin Phoenix, um casal à deriva e um forte terror nacional Angelina Jolie X Brad Pitt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.