Matéria do Estadão revelou que a professora de química Joana D’Arc Felix tem um diploma falso de Harvard. A informação caiu como uma bomba, já que o nome da mulher negra que veio de origem humilde e chegou ao topo da carreira acadêmica tem sido assunto desde que a Globo Filmes revelou que fará um filme sobre a a trajetória da cientista. A produção abordaria a história de superação da filha de mãe empregada doméstica e pai curtumeiro, que teria ingressado na universidade aos 14 anos e feito pós-doutorado em Harvard nos anos 1990. A trama traria recortes de discriminação social e racial. Em 2017, Joana contou sobre sua vida em palestras e programas como Encontro Com Fátima Bernardes e Conversa com Pedro Bial.

A reportagem do Estado pediu a Joana documentos que comprovassem a sua formação na universidade de Harvard. Receberam um diploma, com data de 1999, o brasão de Harvard, o nome dela e a titulação de “Postdoctoral in Organic Chemistry“. Os repórteres Felipe Resk e Renata Cafardo encaminharam o documento para análise em Harvard, e resposta da universidade foi de que não emite diploma para pós-doutorado e alertou também sobre um erro de grafia no documento ( oof – of). eles também foram atrás do professor emérito de química em Harvard, Richard Hadley Holm, que teria sua assinatura ali. Ele respondeu por e-mail que o certificado é falso.

“Essa não é a minha assinatura, eu não era o chefe de departamento naquela época. Eu nunca ouvi falar da professora Sousa”.

Confrontada com essas informações, Joana disse que o documento foi feito para uma “encenação de teatro” e que:

  “Eu não conclui (o pós-doutorado), eu não tenho certificado”.

Além disso, Joana disse que não trabalhou no laboratório da universidade e que a sua pesquisa foi desenvolvida no Brasil. O registro da professora na plataforma Lattes, sistema oficial que reúne informações de pesquisadores de todo o País e que tem o preenchimento feito pelo próprio profissional, diz que para realizar a suposta pesquisa nos Estados Unidos, ela teria recebido bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior, mas em apuração dos repórteres, a Capes diz que o nome de Joana não consta em nenhum registro de bolsista.

Quando anunciado o filme que levaria para a os cinemas a história de vida da cientista Joana D’Arc Félix de Sousa, houve uma polêmica, pois Taís Araujo, que viveria a protagonista, abriu mão do papel por reconhecer não ser como é professora, negra retinta. A atriz optou por estar no filme de outra forma. Depois das denúncias publicadas pelo Estadão, o diretor Alê Braga disse que ele e a atriz Taís Araujo, que é também produtora associada do longa, querem ouvir a versão da cientista.

“Ainda é muito prematuro falar. Não tivemos gastos oficiais com o filme, tirando a nossa dedicação pessoal. Com isso, não saímos contratando pesquisadores, não fizemos essa pesquisa mais fina. Se ela é ou não formada em Harvard, estávamos confiando até o momento no Currículo Lattes dela, que é público, assim como nas informações de prêmios que ela ganhou. Mas estamos esperando ouvir a versão dela para a partir daí a gente poder pensar o que acontece de agora em diante.”

A professora também foi entrevistada pelo programa Roda Viva, da Tv Cultura, no mês passado. Agora, a emissora decidiu não veicular o programa. O apresentador Ricardo Lessa comentou:

“É uma pena, a história dela já seria bonita suficiente se não tivesse essas coisas”

Ao que apurou a reportagem do Estado, existem verdades na história de Joana. Ela cursou graduação, mestrado e doutorado na área de Química na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Fez pesquisas nas áreas de produção de couro ecológico e reprodução de pele humana artificial para transplante. Recebeu prêmios e foi convidada para palestras e entrevistas principalmente por história de vida e multiplicação de conhecimento como professora.

Em sua rede social Joana D´Arc Félix de Sousa responde:

“Olá Pessoal, por favor, leiam minha Nota de Esclarecimento. Será que a Jornalista e os Veículos de Comunicação já Fizeram Algo pela Educação e/ou já Retiraram Algum Jovem da Condição de Vulnerabilidade Social para dizerem que Falsifiquei Documento?”

 

 

 

 

 

4 séries nacionais para você zerar na Netflix Cineminha? Kardec, John Wick e Hell Boy, escolha seu protagonista

One thought on “Entenda a polêmica que envolve Joana D´Arc Félix de Sousa”

  1. Maria Salete Correia Messias

    Eu estou de saco cheio dessa postura , de tudo que falamos ao contrario somos racistas.
    Vocês não perceberam ainda que, eles são os verdeiros racistas, deles mesmos!
    É UMA PENA QUE NOSSO QUERIDO PAIS ESTA FICANDO TÃO INTOLERÁVEL
    QUE POVO MEU DEUS, MERECEMOS.

    AMO MEU PAIS !!!!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.