Vamos falar sério. Não tem festa mais legal de se acompanhar. O Grammys é incrível pois consegue juntar tudo quanto é artista e jogar pra gente em shows que realmente são entretenimento. Claro que a gente quer saber quem ganhou o que, mas a gente quer mais é ver nossos preferidos dando o melhor de si também no palco.

Este ano apresentado por Alicia Keys, um grande acerto! Além de se apresentar tocando dois pianos simultaneamente, Alicia tem o respeito e o carisma necessários para conduzir uma premiação como essa. Discursos políticos e sociais também deram tônica ao evento, começando pelos latinos:

Depois teve o momento WOW! Quando Michelle Obama adentrou o palco ladeada de Lady Gaga, Jennifer Lopez e Jada Pinkett. Dei falta da Beyoncé. A ex-primeira dama falou do papel da música em sua vida:

 “A música sempre me ajudou a contar a minha história”

Então tivemos também Lady Gaga adentrando o palco para receber um de seus muitos prêmios. Agradecendo por Melhor Performance de Dupla/Grupo Pop: Lady Gaga e Bradley Cooper, por Shallow. E dizendo:

“Estou tão orgulhosa de fazer parte de um filme que aborda questões de saúde mental”, e incentivando outros artistas a não dar as costas para aqueles que podem estar lutando com isso.”

Lady Gaga, Brandi Carlile e Kacey Musgraves venceram três categorias cada uma. E foram tantas as apresentações incríveis. As homenagens para Dolly Parton e Diana Ross foram lindonas, e acho incrível quando um instituição reconhece as pessoas em vida. Diana Ross celebrando seus 75 anos:

https://twitter.com/eonlinebrasil/status/1094794768931000320?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1094794768931000320&ref_url=https%3A%2F%2Fentretenimento.uol.com.br%2Fnoticias%2Fredacao%2F2019%2F02%2F11%2Fhomenageada-pelos-75-anos-diana-ross-se-emociona-no-grammy-e-pede-parabens-pra-mim.htm

Dolly Parton reconhecida com um prêmio especial por sua carreira.

Muitos artistas quebraram tradições, como por exemplo Childish Gambino, que fez de This Is America o primeiro rap da história a vencer na categoria de Gravação do Ano.

Também tivemos como destaque Cardi B. A rapper foi a primeira artista mulher a vencer na categoria de Melhor Álbum de Rap. Ela venceu por seu disco de estréia lançado em 2018, Invasion of Privacy.

Ela, que nunca errou, Dua Lipa venceu como artista revelação <3

Opa! E não podemos nos esquecer de falar da cantora de música country Kacey Musgraves. Seu álbum Golden Hour, foi considerado o melhor do ano!

As meninas bombaram! Cinco das oito categorias que escolheram álbuns do ano foram vencidas por mulheres, incluindo Carlile, com By the Way, I Forgive You; Janelle Monae, com Dirty Computer; Cardi B, com Invasion of Privacy; e H.E.R., com o álbum de mesmo nome.

Confira ai a lista completa dos vencedores:

Poderia detalhar o fashionismo do tapete vermelho, mas acho que apenas vou esclarecer duas dúvidas pra vocês:

E essa? Joy Villa causou com esse vestido ostentando uma frase de apoio ao muro de Trump:

“Eu não me importo com o que os outros pensam. Eu apoio 100% o muro e nosso Presidente @realDonaldTrump. Você quer mais drogas ? (70% da heroína é do México) Mais mulheres ilegais sendo agredidas sexualmente (1 em 3 que tentam sobreviver)? Mais crianças sendo traficadas? (Milhares por ano) porque eu não quero! “

View this post on Instagram

I don’t care what anyone thinks. I 100% support the wall & our President @realDonaldTrump. Do you want more drugs brought in? (70% of heroin is from Mexico) More illegal women getting sexually assaulted (1 in 3 who try to make it in)? More children being trafficked? (Thousands a year) because I DO NOT! 🇺🇸🇺🇸🇺🇸 #buildthewallcrimewillfall ➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖My gorgeous couture gown and purse designed by @desidesigns_couture makeup by @nicholerayartistry diamonds by @petermarco90210 ➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖➖#grammys2019 #joyvilla #joyvillawalldress #walldress #grammys #music #homesweethome #joytribe #maga #buildthewall #joyvillagrammysdress #fashion @foxnews @foxandfriends @foxbusiness

A post shared by Joy Villa🇺🇸 (@joyvilla) on

Até na bolsinha, o apoio ao presidente é claro:

E o apoio não é de hoje. Em 2017, ela foi ao Grammy assim:

View this post on Instagram

🇺🇸 #Grammys2019 only 2 Days Away!! 🤩🤩🤩The now iconic 2017 @recordingacademy Grammys look supporting @realdonaldtrump and not giving a f$&k. 🇺🇸😂 🇺🇸America is my home and in my heart! Our President has effectively lowered unemployment and increased opportunities for Blacks, Latinos and all to succeed and find a job. His strong Prolife stance and fight for the sovereignty of life is exemplary. I went from Bernie Democrat to Trumplican in a matter of months in 2016 after witnessing his powerful speeches against the swamp and fake news! I was proud to support my President then and even more proud now. #MAGA #protrump #joytribe #joyvilla #style #magadress #ilovemylife #grammys2017

A post shared by Joy Villa🇺🇸 (@joyvilla) on

BAFTA confirma o favoritismo de Roma ao Oscar Oscar 2019: 4 categorias decididas no comercial e sem apresentador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.