Eis que na internet levantaram tuítes antigos atribuídos a deputada Ana Caroline Campagnolo (PSL) que sugerem o uso de maconha e a vontade de ficar rica sem trabalhar.

Outros prints encontrados na web:

A conta da deputada no Twitter foi fechada. No Instagram ela respondeu ao uso de uma foto em que fuma um narguilé:

“Tem gente compartilhando essa foto de 2017 com um nargilé de chicletes como se fosse maconha, dizendo que o quadro de Tolstoi é do Lênin e me chamando de “maconheira” por causa de tuítes de 2012 ironizando manés que se drogam na faculdade. Estou compartilhando a foto original para que a galera possa fazer piada e meme à vontade.

Um psolista fracassado (pleonasmo) que concorreu na última eleição, ex-candidato a governador, apologista do uso de drogas e analfabeto funcional foi quem começou a brincadeira. Tivemos que desativar o tuíter, por ora, de tanto maconheiro comemorando equivocadamente e me marcando. Brinquem à vontade, mas não esqueçam que eu fiz Proerd [Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência].”

https://www.instagram.com/p/BwAuwpMAmqH/

Conversamos com a deputada que confirmou a versão postada no Instagram, e complementou contando que ontem protocolou um projeto de lei para que os professores contratados pela rede pública de ensino em Santa Catarina apresentem junto com o exame admissional, um exame toxicológico.

GoT: Qual será o fim da série mais ryca da HBO? Malhação vence Emmy, e tudo sobre a nova temporada

One thought on “Os tuítes antigos de Ana Caroline Campagnolo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.