Beth Carvalho, a Madrinha do Samba, morreu ontem aos 72 anos. A artista estava internada desde 8 de janeiro e sucumbiu à uma infeção generalizada. Sofria faz tempo de um problema de coluna. Sentia dores, e chegou a passar por cirurgia em 2012.

Em setembro de 2018, com dificuldade para se manter de pé, pelo problema na coluna, Beth fez show deitada em um divã. Emocionou o Brasil por sua vontade de viver o samba em palco, respeitando o público que aguardava pela sua apresentação ao lado do grupo Fundo de Quintal. Deitada, interpretou seus sucessos no show Beth Carvalho encontra Fundo de Quintal – 40 anos de pé no chão. Beth também era esperada no desfile da sua paixão, a escola de samba Mangueira, vencedora do carnaval desse ano. A expectativa é de que passaria pela Avenida deitada em uma cama, num carro alegórico. A participação não chegou a acontecer.

Durante o tempo que permaneceu internação, desde o início do noa, Beth teve de reduzir a quantidade de visitas. Mas recebeu seu amadrinhado Zeca Pagodinho, que contou o episódio da visita à Pedro Bial em seu programa Conversa com Bial:

Deitada na cama do hospital, Beth também participou de sua última roda de samba, em janeiro deste ano.

Recomendo a leitura do texto do Carlos Andreazza sobre Beth Carvalho:

 

 

LIVE: O que eu não entendi em Vingadores Ultimato 4 novas novas temporadas que estamos aguardando na Netflix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.