Ontem, a publicação do vídeo que faz parte das intenções do Santo Padre para os 12 meses de 2019 foi ao ar mostrando imagens que ilustram uma disputa habitacional, em que existe interesse de especuladores imobiliários, e do ouro lado está o simples morador. Em texto lido pelo Papa:

“Dos juízes dependem decisões que influenciam os direitos e os bens das pessoas.

Sua independência deve ajudá-los a serem isentos de favoritismos e de pressões que possam contaminar as decisões que devem tomar.

Os juízes devem seguir o exemplo de Jesus, que nunca negocia a verdade.

Rezemos para que todos aqueles que administram a justiça operem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra.”

A publicação mexeu tanto com os críticos à Lava Jato, que depois dos vazamentos do site The Intercept questionam as ações de Moro como juiz, como com conservadores e cristãos que criticaram o pontífice por enxergar ali um pezinho “Lula Livre”.

Agora, fato é que o vídeo não tem ligação nenhuma com o que acontece por aqui. Foi pensado em janeiro, como expliquei no começo do post,como parte das intenções do Santo Padre para os 12 meses de 2019.

Veja quais os comentários sobre o vídeo do Papa:

“Isso é realmente incrível. O Papa-o Papa real-produziu um vídeo bonito e eloqüente sobre a necessidade de ter um juiz que é honesto e imparcial e não trapacear por um lado: Então, obviamente, uma denúncia do Ministro da justiça de Bolsonaro Sergio amanhã. Também em Português:”

“Gostaria de saber como é ter o seu comportamento denunciado pelo Papa-o Papa-em um vídeo bem produzido que o Vaticano publica em várias línguas e divulga a milhões no Twitter. Se você está se perguntando, pergunte ao Ministro da justiça de Bolsonaro . Ele sabe.”

https://twitter.com/jurubebadoce/status/1147091372278779905

MTV MIAW 2019 RIP Mad

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.