Pular para o conteúdo

Flamengo pra ganhar muito

O Flamengo pode e deve querer tudo que sonhou nos últimos três anos por tudo que plantou desde 2013. O ótimo dos desejos rubros-negros é que, desta vez, ao menos por parte da imprensa, a maturidade se vê na cobertura. Não tem papo e nem mimimi de fair-play financeiro como telettubies babavam bovinamente. Tem investimento pesado que já aconteceu no passado. Mas com mais equilíbrio das partes envolvidas ou cobertas.

O Flamengo tem dinheiro. E não é pouco. E tem como investir mais. O que também não é pouco. E com autoridade e credibilidade para fazer isso.

Mais o dinheiro que vem da TV que jorra e não borra, e aqui se discute e se chora menos do que o necessário, o Flamengo pinta para 2019 quase tudo que os méritos alheios (mais) e os deméritos próprios (menos) impediram desde 2016.

Os interesses confessos no mercado são reais e de ótimo nível. Os inconfessáveis saem pela linha de fundo. O Flamengo segue em ótimo caminho. Só não vê e não vem quem não quer. Ou quer demais que as coisas desandem por desinteresses ainda mais inconfessáveis.

O Flamengo virou o jogo. E dá as cartas e as caras.