Pular para o conteúdo

Neurônio único da Conmebol

Conmebol vai proibir bandeirões nos estádios. Depois vai proibir torcedores em pé. Provável que em breve só tenhamos torcida única para a entidade que já adotou em 2019 a final em jogo único em sede neutra.

Não duvido que para 2020 tenhamos time único. Em 2021 jogador único. Em 202 jogo único em todo o campeonato. Em 2023? Cela solitária para os cartolas que já foram presos?

Tanto faz. Até porque os escanteios continuarão sendo cobrados com escudos de policiais em alguns estádios. Até porque a barbárie e barbaridades continuarão tendo punições risíveis para não chorar.

A Conmebol copia o que não deve da UEFA e segue devendo respeito aos Libertadores, a América, ao futebol.