Pular para o conteúdo

Vale a penar rever

Réver deu a letra ao voltar ao Galo depois de 4 anos, 6 da conquista da América: quer reeditar ou editar uma nova história vencedora. “É muito legal tudo que foi conquistado. Mas o torcedor e nem o jogador podem se contentar apenas com o que foi feito”.

Esse é o espírito. Vive de passado quem tem história. Mas tem como escrever diferente. De novo. Ainda mais com o potencial que ele ainda tem para ser o zagueiro confiável que é. Esperança também com o novo time que se forma em torno dele, e com as perspectivas interessantes de mercado.

A zaga ganhou reforços de ótimo nível. O lateral-direito Guga mostrou qualidades no Avaí e tem apenas 20 anos. Igor Rabello é ótimo. Fábio Santos representa regularidade. Maidana ficando também é boa notícia.

Óscar Romero e Papagaio, se vierem, também qualificam a rejuvenescem o grupo. Dá jogo e um time competitivo para temporada cheia e com rivais de peso e se reforçando com qualidade e quantidade.

Ainda falta mais gente. Mas o que foi feito até agora anima.