Pular para o conteúdo

Histórias do Vampeta: Fubá foi expulso da balada do título de 99

Histórias do Vampeta: Fubá foi expulso da balada do título de 99

Passei por uma boa sequência de títulos no Corinthians. Em 98, ganhamos o Campeonato Brasileiro. Em 99, vencemos o Paulistão e no fim do ano nos tornamos bicampeões brasileiros.

Depois do jogo do bicampeonato, rolou aquela euforia toda né. A volta olímpica, bebida no vestiário… Saímos para jantar e fomos para a noite. Eu, Gilmar Fubá, Mirandinha, Edílson e Dinei. Estávamos todos de férias também e decidimos comemorar mesmo.

Fomos numa balada chamada ”Cabral”, no Tatuapé, lá na Zona Leste. A mulher do Fubá estava seguindo ele e nós não sabíamos (risos). Era um show do Belo, subimos no camarote mas acabamos indo para o palco, onde o cantor nos saudou: ”Queria agradecer a presença dos jogadores do Corinthians”. Muita mulher em cima da gente.

Em 15 minutos no camarote, chegou uma mulher e deu uma gravata no Fubá. A gente chegou nele: ”Poxa, Fubá… Já vai embora? Tanta mulher”. Daí, ele explicou: ”Não, cara. Essa aqui é a minha esposa”. Tomou uma gravata e foi embora (risos).