Pular para o conteúdo

Histórias do Vampeta: Os “santinhos” do Morumbi

Reprodução
Histórias do Vampeta: Os “santinhos” do Morumbi
Reprodução

Os goleiros sempre chegam mais cedo nos treinos. Então, por exemplo, se o treino estava marcado para às 10h, eles chegavam às 09h. O Dida já chegava logo 07h para não falar com ninguém (risos).

Mas, hoje, queria lembrar dos Menudos. Ou melhor, os santinhos do Morumbi.

Todos sempre disseram que o Marcelinho, Rincón e o Edilson são loucos, mas nunca olharam os Menudos. Naquele time dos ”santinhos”, o Leonardo, Raí e Rogério Ceni se divorciaram. Estão todos na pista (risos).

Quando cheguei em Paris, o Raí me recebeu, perguntou como andava a minha adaptação e fez o convite para um jantar.

Saímos para jantar e depois ele me levou para uma danceteria. Quando fui ver, o Raí já estava em cima da mesa dançando. E depois quem ganha o rótulo de doido sou eu (risos).