Pular para o conteúdo

CARILLE e a volta…

CARILLE e a volta…

 

Nem sei se realmente o professor Carille vai voltar a trabalhar no Corinthians.

Muita gente boa garante que é só uma questão de horas para o retorno acontecer. Fábio Carille tem dito que são seus empresários residentes em Londres que recebem propostas, avaliam e muito provavelmente recomendam que ele diga sim ou não.

Quando ele anunciou a ida para a Arábia Saudita foi marcante aquela frase dois caminhões de dinheiro.Com razão.

Afinal, uma oferta milionária pode balançar qualquer profissional. E além disso,no caso do Carille, ele levaria um grupo de profissionais amigos e familiares.

Aparentemente,foi uma mudança de emprego consciente e vitoriosa.

Três meses depois segundo notícias descontente com a estrutura oferecida admite a possibilidade de voltar ao antigo emprego.

Talvez, quando você estiver lendo esse comentário, já tenha ocorrido uma definição.

Andei pensando por aqui Será que os empresários só falaram sobre o volume do dinheiro e não se importaram com os instrumentos de trabalho?

Bem, isso pode ter sido irrelevante diante do número de zeros .

Na real possibilidade de retorno para a antiga empresa, creio que os atentos representantes do treinador tenham em conta alguns requisitos sobre o que recomendável para um profissional voltar ao seu último emprego.

A volta será mesmo uma boa jogada para avançar na carreira?

Há outras perguntas: o seu empregador tem a política de contratar ex-funcionários ; você é o certo para a vaga, especialmente pelo fato da empresa estar desesperada para preenchê-la ( isso é bom pro contratado..) ; no retorno você vai antigos aliados; o seu ex-chefe ainda trabalha na empresa; exceto os dólares, os outros motivos que levaram você a sair , ainda são importantes; a sua saída ajudou você a aprender algo que poderá implantar sendo recontratado; você acha que a organização que você retorna evoluiu desde a sua saida ; nesse regresso é garantido que você ficará pelo menos dois anos ; você teve mais ofertas para mudar do seu emprego atual .

Essas perguntas são feitas pela consultora e estrategista em carreira J.T.O’Donnell .

Os empresários do professor Carille, devem conhece-la.

Alguém pode estar dizendo agora que no futebol é diferente, isso não vale.

Pode ter razão

 

 

Comentários

comments