Pular para o conteúdo

Os “narizes torcidos” vão se empenhar…

Os “narizes torcidos” vão se empenhar…

A demissão de Aguirre, foi apenas mais uma nesta temporada.
Os dirigentes decidem pela troca dos treinadores para mostrar que “fizeram alguma coisa” .
Simples assim.
No instante da remoção , com rarissimas exceções no Brasil, não consideram os desfalques importantes, a falta de reforços, a baixa qualidade dos elencos, a exagerada expectativa e os inaceitáveis narizes torcidos de jogadores que se acham acima do bem e do mal.
Não dão importância para os custos financeiros de uma demissão .
A perfuração do buraco no cofre dos clubes é historicamente permanente.
A substituição do treinador não é para implantar um novo projeto.
Um é mandado embora hoje e o outro começa amanhã.
Óbvio que nenhum planejamento foi discutido.
Trocam e esperam resultados melhores.
Mais ou menos o tipo ” a sorte está lançada…” .
Pode dar certo. Ou não.
Os dirigentes costumam usar o enfraquecido chavão que “o treinador perdeu o vestiário…” .
Seguramente, os narizes torcidos vão se empenhar mais em campo.
O que só reforça a falta de seriedade e de profissionalismo.
O pensador José Coutinho disse um dia que ” no Brasil a causa da demissão da maioria dos treinadores é o aumento de impostos. Quanto mais atletas impostos pela diretoria, menos tempo ele fica…”
Claro, esse é só mais um pretexto…

(imagem “Descontentamento”: Samuel Azevedo)

Comentários

comments